Quando usar uma aliança de compromisso?

Relacionamento

As joias, mais especificamente os anéis, são muito utilizados para homenagear pessoas em momentos especiais. Além de formaturas, aniversário de 15 anos, noivado e casamento, os namoros também são ilustrados por este símbolo. Quando optar por utilizar uma aliança de compromisso, por exemplo, o casal assume uma seriedade no relacionamento, tanto para ambos quanto para a sociedade.

Aliança na mão

Foto: © Pixabay

Muitos casais possuem dúvidas sobre qual é o momento certo para apostar no uso da aliança. Por isso, preparamos nosso artigo de hoje com alguma dicas incríveis. Se você está pensando em usar uma aliança de compromisso, acompanhe nosso conteúdo e tire suas dúvidas. Boa leitura!

Qual é o significado da aliança de compromisso?

A aliança de compromisso tem um único significado, mas atrelado a inúmeros sentimentos. Quando um casal está disposto a usar um anel de compromisso, ele está pronto para externar a união e o amor. Em suma, a aliança tem como principal significado a união, acompanhado de amor, companheirismo, fidelidade e respeito.

O formato circular da alianças de compromisso não é a toa. Assim como um círculo, que não tem início nem fim, as alianças representam a continuidade e eternidade do relacionamento. Nada mais romântico para simbolizar o amor entre o casal, não é mesmo?

Aliança de prata

Foto: © Pixabay

É interessante saber: a palavra anel vem do latim “alligare”, que significa “relação muito próxima e unida”. E você sabia que os hindus foram os primeiros a utilizar o anel de compromisso, para simbolizar o casamento? Depois deles, o costume se espalhou por outros povos, dentre eles os gregos e romanos. Hoje, trata-se de um costume presente em todo o mundo. Outro fato importante é que, na antiguidade, quando os casamentos eram um processo de compra, as moças utilizavam os anéis a fim de avisar que não estavam mais ‘’disponíveis no mercado’’.

Leia também: Como devo agir em um namoro cristão?

Qual o momento ideal para a troca de alianças?

Existem muitas superstições que rodeiam o uso das alianças. Muitas pessoas acreditam que pode trazer azar, principalmente a relacionamentos mais longos. Ou, ainda, que relacionamos recém-iniciados devem aguardar um pouco mais para essa troca. Mas, aqui, temos uma opinião bem diferente.

Amor verdadeiro

Foto: © Pixabay

O momento ideal para a troca de alianças é o casal quem faz. Não há um momento definido. O que deve ser levado em conta é o sentimento. Se você sente que aquela relação tende a ser mais duradoura e especial, sente carinho, respeito e vontade de espalhar as quatro cantos que você está em um relacionamento sério, essa é a hora ideal. Seja depois de 1 mês ou 1 ano de namoro!

Leia também: Aliança de namoro: usar ou não usar?

Quem oferece a aliança? O homem ou a mulher?

Esse assunto também traz alguns mitos. Tradicionalmente, o homem é quem toma a iniciativa e oferece a aliança a namorada. Ela, por sua vez, mesmo tendo vontade de oficializar o compromisso, acaba esperando o namorado. Mas devemos te dizer que essa ideia é bem antiga e deve ser riscada do seu caderninho.

Noivado

Foto: © Pixabay

Em tempos nos quais as mulheres são totalmente seguras de si, graças ao empoderamento feminino, você não precisa esperar o homem oferecer uma aliança. Se você acha que é a hora e vale a pena, invista nisso! Sua única preocupação deve ser descobrir o número do anel para o seu parceiro, para não correr o risco de precisar trocar a joia.

Como escolher uma aliança de compromisso?

Muitos casais têm dúvidas sobre o material da aliança de compromisso, se ela deve ser de outro ou em prata. Apesar de a grande maioria dos namorados optar pela aliança de prata ou aço, aqui também não existe regra.

Tipos de alianças

Foto: © Pixabay

Recomendamos o uso da aliança de prata estritamente pelo custo-benefício. Se há uma intenção real de casamento, a joia será substituída em poucos meses por uma de noivado. Então, vale apostar na economia como ponto decisivo.

Siga nossas dicas e escolha a aliança de compromisso ideal:

• Modelo: as alianças não precisam necessariamente ser do mesmo modelo. Apesar de existirem inúmeras possibilidades que ficam boas tanto nos homens quanto nas mulheres, as alianças femininas podem ter alguns detalhes que a tornem mais meiga e sutil, seja uma pedra, um ponto em outra cor, listras, alto relevo, dentre outros.

• Conforto: como será utilizada todos os dias, em todos o momentos, é imprescindível que as alianças sejam confortáveis. Um ponto essencial é comprar a joia na medida certa. Para isso, basta tirar a medida baseando-se em um anel que já é utilizado pela pessoa. Lembre-se que, se for uma surpresa, o ideal é obter essas informações de forma discreta! Também vale considerar as alianças anatômicas, que são mais arredondadas na parte interna, evitando que os dedos sejam comprimidos e incomodem nas atividades diárias.

• Acabamento: existem dois modelos básicos de acabamento para alianças – as polidas e as escovadas. Enquanto as polidas são mais brilhantes, as escovadas são opacas e, consequentemente, mais discretas. Mesmo que de inicio você opte por um acabamento, é possível revertê-lo no futuro.

• Gravação de nomes: não há obrigatoriedade quanto a gravação nas alianças. Muitos casais preferem não gravar a joia, mas há os que não dispensam essa escolha. Para estes, há infinitas possibilidades. É possível gravar apenas o nome do parceiro ou a data de início do relacionamento (ou, ainda, uma outra data especial para ambos, um símbolo que seja especial aos dois, dentre outros). Muitos casais também escolhem gravar os apelidos mais carinhosos, utilizados na intimidade e que, ao serem lidos, trazem a cabeça a lembrança do seu amor.

Casal noivado

Foto: © Pixabay

Existem muitas superstições ao redor do mundo, ligadas ao uso e importância da aliança de compromisso. Na Escócia, por exemplo, quando uma mulher perde a aliança, dizem que provavelmente ela também perderá seu marido. Muito forte, não é? Mas são apenas superstições interessantes!

Agora que você sabe tudo sobre a aliança de compromisso, que tal surpreender o seu amor? Lembre-se de que vocês irão utilizá-la por um bom tempo e, por isso, é muito importante escolher um modelo apreciado pelos dois. Mas devemos deixar claro que o que vale, no final das contas, é o sentimento envolvido na decisão em utilizar a aliança como prova do amor do casal!

Por Tatiane Andrade / Edição: Dona Giraffa

 • Como escolher o seu marido – 100 perguntas para se fazer

Publicidade

Deixe seu comentário