Dicas para perder o medo de dirigir

Comportamento

Você já ouviu falar de amaxofobia? Sim, um nome estranho, porém se trata de algo cada vez mais comum na relação entre pessoas e os automóveis: o medo de dirigir ou estar dentro de um veículo.

O medo de dirigir possui o índice maior dentro da amaxofobia. Esse medo de dirigir pode ter sido desenvolvido por inúmeras causas, dentre elas estão:

• Ter tido uma experiência em situação adversa, como um susto devido ao aparecimento de um animal no meio da pista;

• Dificuldade para enxergar devido a uma forte tempestade;

• Ter presenciado ou mesmo batido o carro;

• Ter participado de confusões no trânsito;

• Ter tido momentos de pânico em congestionamento;

• Estar sempre ouvindo relatos de acidentes de trânsito e o principal deles: ter um pensamento sabotador negativo a respeito da direção de automóveis.

Mulher no volante medo

Foto: © Depositphotos

Todas essas causas que acometem o medo de dirigir podem ser lidadas de forma positiva quando a pessoa que possui a amaxofobia decide procurar ajuda e também resolve se ajudar na superação dessa problemática.

Perder o medo de dirigir não acontece de um dia para o outro, pois é um processo que demanda paciência, insistência, determinação e apoio de familiares, amigos e especialistas na área.

Leia também: 10 conselhos de uma psicóloga para superar o medo de dirigir

A fim de facilitar a sua compreensão acerca de como perder o medo de dirigir, elaboramos algumas dicas para que você as siga e assim procure se livrar desse sentimento destrutivo. Confira:

Persista!

Não adianta cruzar os braços só porque você adquiriu o medo de dirigir. De fato, você precisa vencer esse medo, mas para isso se faz necessário uma convicção.

Convicção essa que é estar ciente de que o medo não pode ser maior do que a sua capacidade de vencê-lo.

Não importa se você já tentou, vacilou e errou inúmeras vezes: continue persistindo! Você somente poderá superar qualquer desafio em sua vida se você não desistir de seguir adiante.

Compartilhe seu medo

Não estamos falando de repassar o medo para o outro no sentido de tornar o mesmo amedrontado também. Mas sim de que você deve desabafar acerca dos seus temores, uma vez que quando relatamos aquilo que nos incomoda ele perde força dentro de nós.

Fale para os seus amigos de confiança e familiares mais próximos sobre sua dificuldade em dirigir. Cada um a seu modo terá uma palavra para te orientar e você poderá avaliar aquilo que acredita que possa ser útil ou não para superar esse medo.

Homem ajudando no volante

Foto: © Depositphotos

O simples fato de expor esse sentimento fará com que você já se sinta melhor. Portanto, nada de ficar mantendo segredo a esse respeito. Isso apenas fará com que esse medo ganhe maior proporção dentro de você.

Além disso, se as pessoas mais próximas a você não têm conhecimento dessa fobia, não poderão te ajudar e, quem sabe até, poderão te colocar em situações que aumentem ainda mais esse temor.

Esteja no comando dos seus pensamentos

Se tem algo que costuma querer controlar muito as nossas vidas são os nossos próprios pensamentos. Não devemos nos deixar ser guiados pelos pensamentos de origem negativa, sabotadores e destruidores.

Quem tem medo de dirigir normalmente se deixa ser levado por pensamentos do tipo:

• ” Vou bater o carro”;

• “Vou perder o controle e o carro vai para o outro lado da pista”;

• “ Vou ficar presa no trânsito e mais uma vez vou passar mal sem ninguém para me socorrer”;

• “Não vou conseguir dirigir esse carro direito e vou passar a maior vergonha na frente de todas as pessoas na rua”.

Dirigir

Foto: © Depositphotos

Pensamentos como esse são extremamente comuns na mente de quem tem medo de dirigir. E guiados por esse tipo de pensamento acabam deixando serem controlados por eles e, por conseguinte, desistem de se esforçar em prol de dirigir um veículo novamente.

Fique no comando dos seus pensamentos. Ignore os pensamentos negativos e foque sempre na ideia de que você vai conseguir dirigir sim, não vai acontecer acidente algum e você vai conseguir colocar em prática tudo que aprendeu na autoescola, pois se você não soubesse dirigir, jamais eles teriam te aprovado. Por isso, deixe esse medo de lado já! Confie em você, no seu potencial e deixe que os bons pensamentos te guiem.

Leia também: Veja 7 lições para confiar no seu taco e perder o medo de dirigir

Foque nos pontos positivos

É certo que você deve ter seus motivos para possuir esse medo de dirigir. Não devemos ignorar esse medo, nem as razões pelas quais você se amedronta. Mas é necessário se esforçar para focar nos pontos positivos em poder dirigir novamente. São eles:

Carro

Foto: © Depositphotos

• Poder ir e vir sem depender de terceiros para te ajudar a se locomover;

• Maior liberdade para resolver as pendências diárias;

• Poder viajar, sair para passear e dar uma volta de carro quando sentir vontade,

• Maior autonomia sobre si mesmo e de seus sentimentos;

• Aumenta a possibilidade de ingressar em algum cargo público ou privado que exige habilitação,

• Superação por ter deixado de lado algo que te aflige e assim você poderá se sentir vitoriosa e servir de exemplo para outras pessoas que também possam ter o medo de dirigir.

Procure apoio profissional

Se julgar necessário, procure especialistas na área que possam tratar desse medo de dirigir. Você poderá procurar fazer sessões de psicoterapia ou mesmo procurar algumas escolas de habilitação que possuem profissionais capacitados para lidar com a questão da amaxofobia.

Ajuda profissional

Foto: © Depositphotos

Esses profissionais orientarão os seus pensamentos para que eles sejam analisados de forma positiva e te conduzam para superação deste medo. Em algumas autoescolas já é possível ter psicólogos disponíveis para sessões antes, durante e pós aulas no trânsito. Assim poderão vivenciar com você diretamente as razões pelas quais você teme e serão facilitadores no processo de encorajamento e libertação dessa fobia.

Fica a dica:

Não se sinta envergonhado por ter medo de dirigir. É apenas mais um medo diante dos inúmeros tipos de fobias existentes. É normal do ser humano sentir medo de alguma coisa. Porém, se isso de alguma forma prejudica sua vida é interessante que você procure ajuda o quanto antes.

Siga as nossas dicas e decida começar este ano superando tudo aquilo que te aflige. Em breve você estará testemunhando o quão libertador é poder superar seus maiores obstáculos e temores.

Por Flávia Montalvão / Edição: Dona Giraffa

Veja também:

• Seguro auto – O que devemos saber antes de contratar?

• Uber – transporte por aplicativo

• Como estacionar em vagas pequenas

• Como perder o medo de dirigir: dicas para chegar lá

Publicidade

Deixe seu comentário