Depressão: antidepressivos naturais

Prevenção de doenças

A depressão é considerada hoje como o mal do mundo moderno. Diariamente nos deparamos com pessoas que relatam sofrer com essa doença ou afirmam ter um amigo ou ente familiar próximo que estão deprimidos.

A depressão nada mais é do que um distúrbio mental que abala nossa autoestima, vida social e interesse em coisas antes agradáveis.

Mulher tratamento

Foto: © Depositphotos

Para o tratamento da depressão se faz necessário uso combinado de medicamentos e acompanhamento psicoterápico. Os medicamentos antidepressivos atuam no sistema nervoso, reequilibrando o humor do indivíduo através de elevação da quantidade de determinados neurotransmissores. Aumentam consideravelmente o número de serotoninas, dopamina e noradrenalina, produzindo no paciente a sensação de bem-estar e equilíbrio emocional.

• Os antidepressivos químicos mais conhecidos são: a Amitriptilina, a Fluoxetina, a Paroxetina e a Sertralina.

Tais remédios são eficientes em propor melhora no estado emocional do paciente deprimido, mas os efeitos colaterais dos medicamentos podem ser diversos e, por isso, muitos se recusam a fazer o tratamento farmacológico completo.

Comprimidos

Foto: © Can Stock Photo

Por esta razão, cada vez mais as pessoas estão preferindo optar por fazer uso apenas de antidepressivos naturais para o tratamento da depressão. No entanto, em casos mais graves da doença, fazer uso apenas de antidepressivos naturais, mesmo que combinamos com acompanhamento psicológico, não trará o sucesso na cura da enfermidade.

Isso porque fazer uso de antidepressivos naturais somente é recomendado para melhores resultados quando usado em conjunto: medicação, antidepressivos naturais, fé e psicoterapia.

São inúmeras as opções naturais que você pode fazer uso no combate da depressão, entre eles estão:

1. Vitamina B12:

Vitamina que tem a capacidade de serem convertidos em serotonina e pode ser encontrada em diversos alimentos. São eles o amendoim, a banana, espinafre, tomate, entre outros. (Conheça os benefícios da banana para a saúde)

Vitamina B12

Foto: © Depositphotos

2. Tomar banhos de sol

Ficar exposto ao sol diariamente cerca de 20 minutos ajuda na fixação da vitamina D e da serotonina.

Lembre-se de tomar banho de sol antes das 10 horas da manhã ou após as 16 horas, já que a incidência de raios ultravioletas são menores nesses horários.

3. Atividades físicas

Fugir do sedentarismo e se exercitar pelo menos 15 minutos diários, liberará hormônios como serotonina e endorfina, que, por sua vez, te proporcionará bem estar, elevação na autoestima e maior qualidade de vida.

Leia também: Atividades físicas para fazer no final de semana

Atividade fisica

Foto: © Depositphotos

4. Erva de São João

Fazer uso do chá de erva de São João também é excelente aliado no tratamento contra a depressão.

Esse chá é fitoterápico e também pode estimular a produção de serotonina no organismo. Dessa forma, fazer uso do chá de erva de São João poderá te fazer se sentir melhor e disposta a realizar suas atividades.

5. Ômega 3

Excelente para aliviar os sintomas típicos da depressão, do transtorno bipolar e da esquizofrenia. As melhores fontes de ômega 3 são peixes de água fria (salmão e sardinha) e por meio de suplementos compostos especialmente por ômega 3.

Peixe

Foto: © Depositphotos

6. Triptofano

O Triptofano é um aminoácido antidepressivo natural que quando consumidos de forma adequada pode ser um auxiliar no equilíbrio dos hormônios responsáveis pelo humor, sono natural e controle da ansiedade.  São encontrados facilmente nas carnes, frangos e ovos.

7. Açafrão

Esse famoso tempero culinário pode ser usado nos seus preparos alimentares, pois colabora no combate ao desânimo, insônia, acelera perda de peso e promove sensação de bem estar.

8. Chá verde

O chá verde se consumido regularmente pode diminuir consideravelmente o risco de depressão. Isso porque contém em sua composição o EGCG (epigalocatequina galato), que nada mais é do que o responsável por aumentar a resistência ao estresse, estimulando substâncias relaxantes no cérebro e ativando a memória, atenção e aprendizagem.

Beneficios do cha

Foto: © Depositphotos

A pessoa que faz uso contínuo do chá verde sente melhora no quadro de ansiedade, foco e concentração para as atividades diárias.

9. Curcumina

A curcumina é uma especiaria muito popular na Índia e serve como antidepressivo natural aumentando os níveis dos hormônios do humor, prazer e bem-estar geral.

Faça uso da mesma em pequenas doses diárias e verá melhora dos sintomas de quadros de tristeza e desânimo.

10. Kava

O kava é um chá relaxante usado contra a ansiedade. Ele age elevando o nível de um neurotransmissor cerebral com efeitos relaxantes, o ácido gama-aminobutírico (GABA), sendo muito utilizado por mulheres na fase da menopausa onde a maioria fica angustiada, deprimida e ansiosas, já que não interfere no tratamento hormonal que muitas fazem esse período.

Mulher tomando cha

Foto: © Depositphotos

11. Raiz do ártico

A raiz do ártico é uma planta utilizada na medicina chinesa para minimizar o cansaço decorre do estresse.

Há pesquisas que declaram que essa raiz mostra resultados positivos mais rápidos no tratamento da depressão do que se comparado aos efeitos dos remédios químicos.

12. Ácido fólico

Estudos apontam que consumir poucos alimentos ricos em ácido fólico (vitamina B9), tais como, feijão, lentilhas, cereais fortificados, verduras verdes escuras, sementes de girassol e abacates, pode prejudicar o estado emocional do indivíduo,  colaborando para período depressivos mais intensos.

Portanto, faça uso de alimentos ricos em ácido fólico, ou se preferir, veja com seu médico a possibilidade de fazer uso de suplementos vitamínico composto por essa substância.

13. Zinco

Especialistas afirmam que fazer uso de suplemento de zinco contendo 25 mg da substância por dia durante três meses consecutivos, é extremamente eficiente na redução dos sintomas da depressão. O zinco pode colaborar na produção de ácidos graxos tais como o ômega 3, como já dito anteriormente, essencial para melhora da depressão.

14. Tenha um hobby

Encontre uma válvula de escape para suas emoções e para o estresse do dia a dia. Separe uma hora por dia para se dedicar a você. E que tal nesse tempo você pode fazer um Hobby?

Bicicleta

Foto: © Depositphotos

Pode ser sair para pedalar, colecionar pedras, ler livros, assistir um seriado, ver vídeos de maquiagem, enfim, qualquer coisa que lhe dê prazer e te faça esquecer um pouco dos problemas e de tudo que te gera ansiedade.

Fazer algo prazeroso é sim um antidepressivo natural já que desperta em nós a sensação motivadora de alegria, paz e desconcentração naquilo que te aflige.

15. Respire fundo

Pode até parecer bobeira, mas aprender a controlar a entrada e saída adequada de ar em seus pulmões pode ser um grande aliado durante crises de pânico, ansiedade e depressão.

Respirar de forma longa, enchendo os pulmões de ar, promove saúde, qualidade de vida e aumenta seu controle sobre suas emoções e ansiedade.

Não se esqueça:

Assim, se quer mesmo dar adeus à depressão, recorra ao tratamento químico repassado pelo médico especialista, frequente as sessões de psicoterapia pelo tempo determinado, faça uso dos antidepressivos naturais que listamos acima e mantenha sua fé acesa, acreditando que você saíra dessa situação de cabeça erguida e estará pronta para auxiliar outras pessoas que talvez estejam passando por esse mesmo problema.

Por Flávia Montalvão / Edição: Dona Giraffa

Veja também:

• Crise de ansiedade – por que não devemos ignorá-la

• Remédios naturais para emagrecer

• Remédios caseiros para eliminar fungos nas unhas

• Remédios naturais para aliviar os efeitos da menopausa

Publicidade

Deixe seu comentário