Seu filho quer um pet? Veja as opções além de gatos e cachorros:

Mundo Animal

Chega um momento na vida da criança que ela começa a pedir por um animal de estimação. Se os pais estão abertos à realizar esse desejo, é importante refletir muito bem sobre o assunto com a criança.

Dependendo do gosto da criança é possível também encontrar outras opções de animais de estimação que não sejam os gatos e os cachorros, os quais são animais que dão mais trabalho e exigem mais cuidados tanto para os pais como para as crianças.

Animal de estimação

(Foto: Divulgação)

Antes de decidir por qual comprar ou adotar é fundamental entender se a criança já tem maturidade para entender os cuidados necessários de um pet.

Outro ponto é criar a lista de desvantagens de cada animal, na qual pode incluir desde alergias, sujeira, dependência entre outros.

Vamos passar algumas dicas para que você decida qual é o melhor animal de estimação para o seu filho e também as vantagens de criar um filho com um pet.

5 razões para dar um animal de estimação para o seu filho

Mesmo com esse lado mais prático sobre o dia a dia do animal em casa, vários estudos apontam os benefícios dos animais de estimação no desenvolvimento de uma criança, por isso a interação com um pet pode ser excelente para trazer mais habilidades comportamentais.

Leia também: E se o bichinho de estimação for um coelho?

1. Maior autoconfiança e autoestima

O cuidado com o animal de estimação, ajuda criança a se sentir mais capaz de realizar ações, já que aprendeu a ser responsável por uma vida.

2. Responsabilidade

A criança também aprende a ter mais responsabilidade e entender que todas as suas ações têm consequências.

3. Paciência e Tolerância

A criança também aprende a ter mais paciência e tolerância pois os animais de estimação também apresentam suas necessidades e suas vontades, dessa maneira o relacionamento deve ser de doação, mas também de espaçamento.

menino com cachorro

Foto: (c) Can Stock Photo

4. Diminuição de doenças

Mesmo que muitos pais acreditam que os pets possam trazer mais doenças, eles não verdade podem influenciar positivamente o desenvolvimento do sistema imunológico delas e também reduzir a probabilidade de doenças.

5. Condicionamento físico

Dependendo do pet, a criança deverá ter o seu físico mais ativo para acompanhar o ritmo do animal, isso também vai distraí-la também do uso em excesso de televisão, de celular e principalmente, das redes socais e do mundo virtual.

Cuidados gerais com o animal de estimação

Na hora de escolher o pet, você deve colocar na ponta do lápis, os seguintes gastos:

• Precisa tomar vacinas?

• Precisa ir ao veterinário?

• Qual é o valor da ração?

• Precisa de banho e tosa?

Banho em casa

Foto: © Depositphotos

• Vai precisar de um ambiente específico?

• Como vão fazer quando viajar?

• Precisa passear?

• Precisa de área para fazer urina e fezes?

Leia também: Saiba quais são os gastos de um animal de estimação e veja como economizar

Cada um desses pontos deve ser levado em conta para cada um desses pets. Se informe sobre esses cuidados e coloque tudo em um papel para que a criança entenda o que é possível e o que é impossível.

Lista com 10 animais de estimação para o seu filho

1. Coelhos

Os coelhos são dóceis e brincalhões, além disso, podem ser ensinados sem grandes dificuldades. Eles também vivem de 5 a 10 anos.

Bichinho fofo

Foto: © Pixabay

2. Hamster

Os hamster é uma espécie de roedor que também agrada a criançada. Ele precisa de uma boa gaiola com equipamentos para se divertir, não exigindo muitos cuidados. Apresentam hábitos mais noturnos, o que pode dificultar a criança dormir se for ficar no mesmo quarto. Eles vivem de 3 a 4 anos.

3. Porquinho da Índia

Os porquinhos da Índia são outra espécie de roedor sendo de um tamanho maior. Eles precisam de mais espaços e preferem ficar soltos. Também apresentam hábitos noturnos.

Leia também: Porquinho da índia – cuidados, alimentação, tamanho e filhotes

4. Peixes

Os peixes são ótimos animais de estimação iniciante, já que são super fáceis de cuidar e ensinam responsabilidade para a criança. É possível montar o aquário com ela e deixá-la alimentá-lo.

Animal

Foto: © Pixabay

5. Jabuti (Tartaruga)

Antes de tudo, para comprar um jabuti é preciso de autorização do Ibama. Conseguindo um animal regulamentado, o jabuti, um tipo de tartaruga, é um animal de estimação mais independente e que pode ser bastante carinhoso e afetivo, sem dar tanto trabalho. O animal vai necessitar de uma área verde.

6. Colônia de formigas

A colônia de formigas é um tipo de pet que não precisa de muitos cuidados, o maior problema é a possibilidade de quebra e fuga das formigas.

7. Outros répteis

Cobras e iguanas são os répteis mais comuns para quem gosta de animais exóticos como pets. É fundamental entender sobre as espécies antes de adquirir.

8. Aves

Existem vários tipos de aves, tanto as que precisam ficar em gaiolas como as que podem ficar mais livres. As aves são animais fáceis de serem cuidados, e até fornecem um relacionamento mais interativo com a criança. Vale ressaltar que o animal dura por longos anos.

Ave

Foto: © Pixabay

9. Furão

O furão é também um tipo de roedor, mas que é bastante dócil e gosta de brincar e ficar junto. O problema é que ele também é mais noturno e passa grande parte do dia dormindo.

10. Sagui

O sagui é uma espécie de macaco e que pode ser criada em casa, mas é fundamental ter diversos cuidados, em alguns casos pode dar mais trabalho que o cão e o gato.

Além desses 10 animais, há também o mini porco, o qual está cada vez mais ganhando adeptos. Esse animal também precisa de alguns cuidados específicos e pode viver até os 18 anos.

Dicas importantes sobre esses outros animais de estimação

• Compre sempre de um lugar regulamentado de acordo com o IBAMA;

• Pesquise junto com a criança sobre cada um dos animais, para que todas as expectativas da criança sejam atendidas;

• Tenho o hábito de levar a criança para conviver com outros animais de estimação que já existam dentro da família ou entre amigos;

• Independentemente do animal todos vão exigir tempo, energia e dinheiro, pense nisso;

porquinho da índia cuidados

(Foto: Divulgação)

• Talvez você deverá buscar um veterinário específico para a espécie do seu animal de estimação;

• A criança nunca poderá ter medo do animal, por isso escolha sempre junto com ela e a insira em todo o processo;

• Leia muito sobre o animal para criança para que ela entende o animal por completo;

• A criança também deve ter consciência que o animal vai ficar velho e que ele não fica filhotinho para sempre, conhecer os animais mais velhos também é importante.

Essas foram algumas ideias e dicas para outras possibilidades de animais de estimação, é fundamental antes de escolher o animal ter bastante consciência das desvantagens, pois aceitando-as, as vantagens são sempre muitas.

A decisão de ter ou não um pet e também qual o tipo deve ser sempre final dos pais, mesmo que criança sofra, ela precisa entender o porquê da decisão e talvez ir aprendendo mais sobre os animais antes de ter um em casa.

Por Tamires Criscio / Edição: Dona Giraffa

Saiba por que não devemos jogar sal no sapo

Publicidade

2 comentários

  • Caliandra disse:

    Muito interessante essa página, entendi tudo perfeitamente!

    Responder

Deixe seu comentário