5 dicas para ter uma renda extra em tempos de crise

Casa

Não há muito o que fazer: quando a crise econômica bate à porta, é preciso buscar maneiras de garantir uma renda extra e, assim, dar conta do recado. Felizmente, muitas são as possibilidades de aumentar os ganhos no final do mês e passar pelos momentos difíceis com um pouco mais de tranquilidade.

Ganhar dinheiro

Foto: © Depositphotos

Separamos para você 5 dicas para ter uma renda em tempos de crise. Há chances em todos os nichos, basta você mergulhar de cabeça no mercado que mais se identifica e começar a lucrar.

Vender lingerie, roupas e cosméticos

Talvez essa seja a maneira mais comum e popular que muitas mulheres encontram para conquistar uma renda extra. A venda de lingeries e cosméticos se destaca por envolver produtos de fácil aceitação e de uso rotineiro do público.

No caso das vendas de lingerie e roupas, a grande sacada é encontrar fornecedores que disponibilizam peças de qualidade com preço amigável. Muitas vezes, vale até apostar em fornecedores de outros estados, caso você não encontre boas opções próximas a você.

• Lingerie no Atacado – Lucre até 300% na Revenda‎

Cabe dizer que muitas empresas fornecedoras facilitam o pagamento dos pedidos, melhorando a vida de quem precisa começar do zero e não dispõe de capital disponível para investir. Muitas empresas parcelam as compras no atacado via cartão de crédito, depósito ou boletos bancários.

Vender lingerie

Foto: © Pixabay

A venda de cosméticos conta com um plus: os catálogos de venda direta de grandes marcas, como Avon, Natura, O Boticário, Jequiti, dentre outros. Nesta opção, como você já conta com o reconhecimento das marcas pela população, seu trabalho maior será “vender o peixe”. A porcentagem de lucro geralmente é atrativa. Na Avon, por exemplo, as consultoras diretas recebem 30% de comissão sob as vendas realizadas em cada campanha.

Leia tambémAvon pedido fácil – saiba como enviar seu pedido pela internet

Cozinhar para fora

Você é taxada pelos amigos e familiares como uma “cozinheira de mão cheia”? Então que tal aproveitar esse dom e rentabilizar algo que você já faz bem? Muitas são as possibilidades de negócio para quem deseja obter uma renda extra cozinhando:

Cozinhar para fora

Foto: © Pixabay

  • Cozinhar em casa e vender marmitex para funcionários de lojas próximas, empresas e demais interessados em se alimentar bem, mas que nem sempre tem tempo disponível para cozinhar no trabalho (ou levar comida pronta);
  • Ser um “personal chef”, preparando as refeições nas casas dos clientes. Neste método, o cliente é responsável por escolher o cardápio e comprar todos os itens e ingredientes necessários para a preparação dos pratos. Cabe ao personal chef executar o preparo, seja para consumo imediato como para congelamento;
  • Se dedicar às “comidinhas de festa”, com porções mais minimalistas. Você pode fazer salgadinhos, docinhos, finger foods (que são pratos tradicionais, mas em porções reduzidas), bolos e o que mais o seu dom permitir.

Prestar consultoria especializada

As consultorias estão muito na moda. Trata-se de um profissional que possui certo know-how em determinado nicho e auxilia outros profissionais que desejam obter sucesso especificamente naquela área.

• Se você é contadora, uma boa dica é prestar consultoria de serviços contábeis para profissionais liberais e autônomos, que usualmente não possuem conhecimento específico em contabilidade, mas precisam destes serviços.

• Trabalha no setor de Arquitetura e Urbanismo e também está em busca de uma renda extra? Que tal apostar na consultoria voltada para design de interiores. Trata-se de um mercado em alta, principalmente pelo interesse no público em tendências de decoração e novidades. Além de fortalecer o orçamento doméstico, trata-se de uma atividade que pode ser facilmente aliada ao seu dia a dia como arquiteta.

Desenho

Foto: © Pixabay

• Consultorias em marketing também são interessantes para quem é expert no assunto, uma vez que as campanhas de marketing digital estão totalmente acessíveis aos microempreendedores, exigindo destes conhecimentos hábeis sobre o mercado, nicho de atuação, ferramentas de marketing disponíveis, dentre outros.

Escrever artigos para sites e blogs

Mais acima comentamos sobre a ascensão do marketing entre os pequenos empresários, autônomos e profissionais liberais. E você sabia que, para grande parte destas campanhas obterem sucesso, é necessário o trabalho de um redator web? Este é um profissional especializado em produzir conteúdo para sites, blogs, newsletters e mídias sociais, adequando o estilo da escrita à necessidade do cliente.

Trabalho freelancer

Foto: © Depositphotos

Em grande parte das vezes, o conteúdo exerce o papel de uma ponte entre o potencial cliente e a empresa. Quando este conteúdo agrega valor e conquista o cliente, as chances de conversão em vendas ou aquisição de serviços é bem maior.

Para se tornar um redator você precisa amar escrever, além de dominar a língua portuguesa e possuir conhecimentos em produção de conteúdo web, SEO e marketing. Para auxiliar na formação, muitos sites disponibilizem videoaulas e certificações gratuitas, que lhe auxiliarão na inserção no mercado. O melhor: as demandas podem ser cumpridas em regime home office, no melhor horário para o freelancer. Quanto maior a experiência e o tempo de mercado, melhor a remuneração.

Listamos abaixo algumas plataformas para redatores:

Passear com pets

Você sabe o que é um pet walker? É o profissional especializado em passear com pets, sendo com mais freqüência os cachorros. O serviço possui alta demanda e é muito procurado por donos de pets que não possuem muito tempo disponível para passear com seus bichos. Além de ser responsável por buscar e entregar os pets, o profissional deve saber lidar com os animais, respeitando e suprindo suas necessidades, quando pertinente.

Ganhar dinheiro extra

Foto: © Depositphotos

Quem atua na área geralmente cobra por hora trabalhada. Mas isso pode ser acordado entre as partes, dependendo das necessidades de cada cliente e profissional. Para quem é apaixonado por animais, pode ser uma boa chance de fazer o que gosta nas horas vagas e, de quebra, garantir uma graninha extra no final do mês.

Ah, e você não precisa necessariamente estar relacionado ao nicho de veterinária para esta atividade, ok? Como não haverá interferências clínicas, apenas de bem-estar, qualquer pessoa está apta a trabalhar como pet walker – desde que se identifique com a área.

Leia também30 dicas para deixar seu cachorro mais feliz

E então, conte para nós: o que você costuma fazer para obter uma renda extra, principalmente nestes tempos de crise financeira? Já apostou em um dos caminhos mencionados em nosso artigo? Queremos saber da sua experiência. Deixe um comentário aqui no Dona Giraffa e vamos conversar!

Por Tatiane Andrade / Edição: Dona Giraffa

 • 21 dicas de economia domésticas

Publicidade

1 comentário

  • Maria conceicao disse:

    Parabéns !muito útil os itens apresentados .

    Responder

Deixe seu comentário