Descubra como controlar os ciúmes de uma vez por todas

Relacionamento

Você sabia que sentimentos como raiva, posse, angústia e medo de perda, que quase sempre acompanham as crises de ciúmes, podem acabar de vez com um relacionamento sadio? Pois é, em quase 100% das vezes esses sentimento são incabíveis e não possuem propósito algum, a não ser desgastar a relação. Sabemos que nem sempre é fácil controlar as crises de ciúme, principalmente em público; entretanto, é possível dominar este sentimento ruim e viver na tranquilidade com o parceiro.

Crise de ciumes

Foto: © Depositphotos

Para te auxiliar a passar de forma mais ilesa possível por este turbilhão de emoções, trouxemos algumas dicas que podem te ajudar a controlar os ciúmes de uma vez por todas. Se você não acabar com ele, certamente vai refletir e tentar melhorar a cada dia. Vamos lá?

1. Admita que é ciumenta

É muito difícil para uma mulher admitir que é ciumenta. Na maior parte das vezes, torna-se mais fácil e cômodo transferir a culpa de todos os problemas do relacionamento para o parceiro. Mas tal admissão é essencial para que a questão possa ser contornada.

Somente quando você admite que, de fato, é ciumenta e está extrapolando os limites da confiança e segurança, é possível analisar a situação e começar a entender onde é possível e necessário melhorar e mudar.

Insegura

Foto: © Depositphotos

Para e pense: você sente ciúmes do seu parceiro? Estes sentimentos estão fugindo do seu controle, transformando o relacionamento em algo desgastante, pior, sem motivos plausíveis? Fica a reflexão.

2. Trabalhe sua autoestima e autoconfiança

Os ciúmes quase sempre estão relacionados com a autoconfiança e autoestima. Por isso, você deve se valorizar e ter em mente que se o seu namorado ou companheiro te escolheu como parceira, é porque ele te ama e gosta realmente de você. De acordo com alguns psicólogos, este problema deve ser resolvido antes mesmo de iniciar um relacionamento amoroso. Primeiramente você deve acreditar na sua capacidade de se amar, para depois amar o outro. Quem não acredita em amor próprio geralmente também não crê que o parceira seja realmente capaz de te amar verdadeiramente.

3. Diferencie fatos reais de fatos ilusórios

Não dê asas à sua imaginação. Para se ver livre das crises de ciúmes, você deve saber diferenciar o que é fato real do que é apenas fruto da sua mente. Se o seu companheiro achar uma outra amiga sua bonita, isso não significa que ele sinta algo à mais por ela ou que quer levá-la para cama. Você também acha outros homens bonitos e nem por isso deseja manter um relacionamento amorosos com eles, certo?

traicao

Foto: © Depositphotos

Outra situação são as caronas: seu companheiro dar carona à uma amiga de trabalho pode, sim, ser apenas uma carona. Não deixe que sua imaginação fértil interfira em seu relacionamento. Caso seja necessário, ocupe sua mente com assuntos proveitosos e que lhe tragam benefícios!

4. Saiba quando as crises de ciúme vêm

Entender por que, quando e onde ocorrem as crises de ciúmes é um dos passos principais para eliminá-las de vez do relacionamento amoroso. Nem sempre uma atitude explosiva significa que você é, de fato, ciumenta. As vezes realmente há alguém provocando o seu parceiro.

Mulher desconfiada

Foto: © Depositphotos

Nestes casos, analise friamente: se o seu parceiro não está retribuindo as insinuações, não vale a pena iniciar um discussão com ele. Vale a máxima de ficar no seu canto. Caso seja uma ocorrência reincidente, investir no diálogo parece ser a melhor solução.

Leia também5 motivos para você não sentir ciúmes do seu namorado

5. Controle o impulso

Impulsividade tem tudo a ver com ciúmes. Pode reparar: muitas vezes, em discussões ocasionadas por cenas de ciúmes, as pessoas falam tudo o que vem à mente, sem pensar nas possíveis consequências. Este é o resultado de agir por impulso.

Conflito relacionamento

Foto: © Depositphotos

Por isso, uma boa dica para reduzir os resultados negativos causados pelos ciúmes é controlar o impulso e medir as palavras. Reflita antes de tomar qualquer atitude: será que esse suposto motivo é realmente real ou não passa de fruto de sua imaginação? Vale a análise e reflexão.

6. Invista no diálogo

Nem sempre somos tão confiantes com nós mesmos. Em alguns momentos de insegurança é completamente normal desconfiar do parceiro ou parceira, mesmo eles dando todos os motivos do mundo para confiarmos neles. Neste sentido, não tem saída: você precisa apostar no diálogo e jogar as cartas na mesa.

Casal conversando

Foto: © Depositphotos

A conversa saudável entre os parceiros pode, muitas vezes, salvar um relacionamento – afinal, faz com que fantasias sejam desfeitas e situações que não existem sejam desconsideradas.

7. Esqueça o sentimento de posse

Quando você entra em um relacionamento amoroso, independentemente do nível (seja um namoro ou casamento), você deve saber que não está tomando posse do parceiro, tornando-se dono dele. Alimentar um sentimento ilusório de posse é o que de mais grave pode acontecer em um relacionamento.

Para que o seu parceiro permaneça sempre ao seu lado, ele deve se sentir conquistado e amado (e não uma propriedade sua!). É interessante, inclusive, que ambos os parceiros tenham sua individualidade e um tempo só seu. Não é porque vocês são um casal que deverão fazer todas as atividades da rotina juntos, certo?

8. Abandone a ideia de que “ciúme é prova de amor”

Existe uma crença vivenciada ao longo dos anos de que sentir ciúmes do parceiro pode ser motivado como uma prova de amor ou, até mesmo, cuidado e zelo. Esqueça essa ideia, porque não é saudável. Quando você ama um parceiro você quer que ele sinta-se bem, coisa impossível de ocorrer quando você se sente preso e vigiado, não é mesmo.? Os ciúmes podem ser considerados mais uma questão de insegurança do que de amor.

Mulher ciumenta

Foto: © Depositphotos

Lembre-se: você pode provar que ama o seu companheiro de maneiras muito mais românticas, invasivas e, principalmente, angustiantes!

9. Aproveite seu tempos com atividades prazerosas

Se existe algo negativo na vida é você ocupar o seu tempo livre fuçando as redes sociais do seu parceiro ou amigos próximos em busca de vestígios de possíveis traições e comportamentos errados. Quando mais você busca “fatos”, mais alimenta o seu ciúme e raiva por algo desnecessário. Está com disponibilidade na agenda? Que tal focar suas atenções em projetos pessoais, atividades físicas ou um passeio com as amigas do trabalho?

Leia tambémSerá que sou ciumenta demais na relação? Veja os sinais:

Sabemos que a ideia de controlar os ciúmes de uma vez por todas pode parecer impossível, mas não deve ser visto desta forma. Se você realmente quer bem o seu parceiro e acredita no relacionamento entre vocês, talvez seja a hora de analisar a dimensão destas cenas de ciúmes. Aposte nas nossas dicas e salve a sua relação!

Por Tatiane Andrade / Edição: Dona Giraffa

 • 10 sinais que você tem um namorado fiel e não deve se preocupar

Publicidade

Deixe seu comentário