10 razões para que as pessoas não terminem relacionamentos ruins

Relacionamento

Embora a teoria insista em dizer que um relacionamento deve acabar quando está ruim, nem sempre isto acontece na prática. Dezenas de motivos fazem com que as pessoas arrastem relações péssimas por meses ou até anos, sem perceber que a felicidade não está ao lado do parceiro atual e nunca estará.

Vida a dois

Foto: Shutterstock

Ao fazer isso, homens e mulheres se privam de conhecer pessoas mais compatíveis para um relacionamento sério. Além de se tornar um grande atraso na vida amorosa, a verdade é que esses relacionamentos acabam por terminar naturalmente algum dia. Seja após meses ou anos, chega um momento em que não dá mais e a verdade vem à tona.

É muito comum também de pessoas arrastarem namoros que não vão bem até encontrarem outro parceiro ou parceira. Isto ocorre pelo medo de ficar sozinho e a necessidade de pular de um namoro para outro. Outra atitude pouco recomendada, isto faz com que a pessoa não tire um tempo para si mesma, que é algo fundamental. Além disso, este comportamento também representa uma grande falta de consideração com o parceiro atual.

Veja 10 motivos mais comuns para que casais não terminem relacionamentos ruins:

1. Costume

Esse é o principal motivo que leva ao atraso na hora de colocar um ponto final em uma relação. Principalmente para os namoros de anos, o casal fica tão acostumado com a presença do outro no dia a dia que passa a ser inimaginável aquela pessoa não estar mais tão perto.

O amor do casal esfriou

Foto: Shutterstock

Por mais que não haja mais amor e tesão, os dois seguem o relacionamento pela rotina e pelo carinho que sentem um pelo outro.

2. Insegurança de sentimentos

Depois que passa a paixão, um sentimento impulsivo que pode durar até dois anos, o relacionamento pode seguir dois caminhos: esfriar ou virar amor. Quando esfria, às vezes é difícil se dar conta de que o sentimento não é mais o mesmo.

Insegurança no relacionamento

Foto: Shutterstock

Na verdade, é possível que a amizade permaneça, o que faz com que seja difícil de identificar que o amor pelo outro é mais de amigo do que de parceiro sexual e companheiro de vida. (Como saber se é paixão, amor ou atração? )

3. Medo da solidão

Mesmo para as pessoas que já estão seguras de que não sentem mais o mesmo pelos seus parceiros, o medo de ficar sozinho pode ser forte e impedir de terminar a relação. Você namorou por anos e se acostumou com a presença dele na sua vida, fazendo programas à dois, tendo noites amorosas e tudo que um casal tem direito.

Medo da solidão

Foto: Shutterstock

Por isso, imaginar a vida de solteira pode ser estranho e um pouco assustador. É preciso resgatar algumas amizades e voltar “ao mercado”, conhecendo novas pessoas sem ter nenhuma garantia de encontrar o homem ideal.

4. Não saber como ser solteira

O que uma pessoa solteira faz aos fins de semana? Coisas bobas passam a ser grandes dúvidas para quem está namorando há muito tempo. Você tem uma rotina com ele e, largar isso para ficar de bar em bar em busca de novos relacionamentos pode parecer terrível.

Mulher no bar

Foto: Shutterstock

Porém, este pensamento ignora também a importância de tirar um tempo para cuidar de si mesma, sem a necessidade de correr atrás de um novo parceiro tão rapidamente.

5. Medo do arrependimento

Por mais que a relação esteja ruim e você pense que não gosta mais dele, há sempre a chance de tudo ser um grande engano. Este medo do arrependimento faz você se imaginar após o término da relação, descobrindo tarde demais que ele era o amor da sua vida. E se você perceber e ele já estiver com outra? Este sentimento de dúvida ou de medo pode ser suficiente para arrastar por muito tempo uma relação que não vai bem. (10 sinais de que você encontrou o cara certo)

Medo de se arrepender

Foto: Shutterstock

6. Medo da reação

Apesar de ser menos comum que nos outros casos, o medo da reação do parceiro também conta alguns pontos para atrasar o dia do término. Você sabe que é difícil terminar um namoro, principalmente se for de longo tempo. Dizer a ele que não quer mais é uma tarefa muito complicada e delicada, e pode resultar em choro, raiva, brigas e humilhações, algo que qualquer pessoa sã gostaria de evitar.

Homem discutindo com a namorada

Foto: Shutterstock

7. Convívio familiar

Às vezes você não gosta mais dele, mas tem que admitir que possui um namorado quase perfeito. Ele deixou de encantar você, mas continua sendo uma pessoa séria, responsável, com um bom trabalho, gentil e carinhoso. A sua família simplesmente ama ele e não vê a hora de ver vocês dois no altar. Essa aprovação exagerada da família pode prejudicar a decisão, já que terminar significa ir contra as expectativas de todos à volta, por mais que seja uma decisão pessoal sua que ninguém deveria se meter.

8. Falta de reflexão

Há casos em que falta acontecer algo para cair a ficha de que o relacionamento está ruim. Vocês brigam frequentemente, não se entendem e ele está sempre decepcionando, mas você já se acostumou com as faltas do parceiro e não enxerga que o tempo em que você fica triste por causa dele é muito maior do que os momentos felizes. Uma simples reflexão pode ser muito útil na hora de tomar a decisão.

Namoro em crise

Foto: Shutterstock

9. Esperança de mudança

Outro motivo muito comum é o caso dos otimistas, que sempre enxergam uma perspectiva de mudança. Ele possui sérios defeitos que você simplesmente não consegue se acostumar e deixar passar, porém, há sempre a possibilidade de mudar o parceiro e ter uma relação melhor no futuro.

Homem pedindo desculpas

Foto: Shutterstock

Lembre-se que se o problema for traços de personalidade, provavelmente você vai viver para sempre a ilusão de ver alguma mudança no relacionamento.

10. Planos sérios

Quanto mais profunda for a relação, mais difícil é colocar um fim. Terminar um namoro de seis meses e terminar um namoro de sete anos com a data do casamento marcada não é a mesma coisa.

Namoro frio sem amor

Foto: Shutterstock

A sua decisão poderá causar revolta na família, humilhações da parte dele e transtorno para várias pessoas. Ao pensar nisso, você simplesmente não tem coragem de terminar e prefere seguir com os planos do que mostrar rebeldia e lutar pela sua liberdade.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição Dona Giraffa

• 8 sinais de que você encontrou o amor da sua vida

Publicidade

2 comentários

  • Decio disse:

    As vezes a melhor saida tambem é a mais dolorosa. Não ha nada pior do que um relacionamento movido pela rotina. Pode ter certeza de que com o tempo depois de tomar a decisao certa tudo melhora.

    Responder
  • Debew disse:

    Ótimo, muitas pessoas vão usá-lo.

    Responder

Deixe seu comentário