Pílula do dia seguinte atrasa a menstruação?

Saúde / Menstruação

Um dos métodos mais utilizados para prevenir a gravidez, a pílula do dia seguinte funciona como um contraceptivo emergencial, que deve ser consumido após no máximo 72 horas da relação sexual. Apesar de ser uma das formas mais populares de evitar a gravidez nos casos em que a camisinha estoura, por exemplo, muitas mulheres usam o comprimido sem ter muito conhecimento sobre os efeitos colaterais e o atraso no ciclo menstrual.

pílula do dia seguinte

Foto: © Depositphotos

A pílula do dia seguinte é um comprimido altamente eficaz na sua função, mas que traz consequências para o organismo, principalmente devido às grandes quantidades de progesterona. O hormônio presente na pílula é tão forte que chega a ser 10 vezes mais intenso do que a progesterona nos anticoncepcionais comuns, por isso, a pílula deve ser utilizada apenas como emergência, e não pode substituir a camisinha ou anticoncepcionais de uso diário.

Antes de ingerir a pílula do dia seguinte, é importante estar ciente de como este comprimido funciona, os efeitos colaterais e qual a maneira correta de consumo. Apesar de ser um método emergencial eficiente, a pílula também apresenta riscos de falha e as chances de engravidar aumentam de acordo com a demora para consumir. Se passar das 72 horas após o ato sexual, os riscos da pílula falhar são muito altos.

Menstruação desregulada

Devido à grande quantidade de hormônios que impedem a ovulação, a pílula do dia seguinte desregula completamente a menstruação. A maneira como a menstruação virá e o tempo de atraso depende de cada organismo. Há mulheres que têm o ciclo menstrual mais longo após a ingestão da pílula, enquanto outras menstruam por menos tempo.

O atraso pode ocorrer em até três semanas (21 dias), mas este tempo também pode variar bastante de acordo com a pessoa. Porém, o atraso causado pela pílula pode ser confundido com gravidez e, nestes casos, é comum que a mulher atrase por ainda mais tempo devido às preocupações com uma possível gestação. (Menstruação atrasada: 7, 10, 20 dias de atraso. Posso estar grávida?)

dúvida gravidez

Foto: © Depositphotos

Além disso, os distúrbios menstruais causados pelos comprimido dificultam o cálculo do ciclo. Após o consumo, é preciso aguardar até que a menstruação se regule novamente para poder saber quais serão os dias férteis. Quem utiliza a pílula com frequência, prática altamente prejudicial ao organismo, provavelmente terá muitas dificuldades em regular a menstruação e, como consequência disso, as chances de engravidar aumentam mesmo com o consumo do comprimido.

Efeitos colaterais do uso

• Sangramento após o consumo da pílula;

• Cólicas abdominais e inchaços;

• Fortes dores de cabeça;

• Enjoos e vômitos;

• Irregularidade na menstruação.

A irregularidade na menstruação é um dos efeitos que atingem praticamente todas as usuárias da pílula do dia seguinte. No entanto, os outros efeitos colaterais podem ocorrer de forma variável, sendo mais forte em mulheres mais sensíveis a ingestão dos hormônios e mais fraco em pessoas com o organismo mais resistente.

É normal que as mulheres que consomem a pílula do dia seguinte ainda tenham dúvidas com relação à eficácia do método. Alguns efeitos colaterais como os enjoos e o atraso menstrual podem ser facilmente confundidos com gravidez, por isso, é importante pesquisar detalhadamente os efeitos causados pelo uso. No caso de haver uma suspeita real de gravidez, não hesite em fazer o exame de sangue HCG antes de tirar conclusões baseadas apenas nos sintomas. (Sintomas de gravidez no começo da gestação)

Orientações para o uso da pílula

1. Não utilize se você for tiver diabetes, hipertensão ou for fumante e tenha mais de 35 anos;

2. Não utilize sem receita médica ou orientações do ginecologista;

3. Não utilize a pílula para substituir a camisinha ou anticoncepcionais diários;

4. Esteja ciente de todos os efeitos colaterais antes do uso;

5. Consuma com o período máximo de 72 horas após a relação.

Por ser um remédio forte que é indicado apenas para situações de emergência, a pílula do dia seguinte possui contraindicações, não sendo recomendado para um grande número de mulheres no período fértil. Além disso, é importante que as mulheres consultem o ginecologista para receber todas as orientações detalhes de uso e, desta forma, ficar preparada caso haja a necessidade de ingerir.

consulta ao ginecologista

Foto: © Depositphotos

Diferente do que algumas mulheres acreditam, a pílula não funciona como um método abortivo, pois o remédio impede a fecundação de ocorrer e não mata o feto após o óvulo ser fecundado. Por isso há os riscos de falha, pois o comprimido não terá efeito se for ingerido após a fecundação e apenas trará reações negativas ao organismo.

Além disso, jamais aceite exigências do parceiro como a não utilização da camisinha. Mesmo que a pílula impeça a gravidez mais tarde, não utilizar preservativos aumenta o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis, inclusive a AIDS. Lembre-se que a não utilização do preservativo no ato sexual trará mais consequências negativas para você do que para o companheiro.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• Pílula do dia seguinte: perguntas e resposta

Publicidade

538 comentários

  • Vitória disse:

    Olá. Tomei a PDS dia 22/01, próximo ao dia da minha menstruacao. Ela atrasou um dia e desceu a mesntruacao ( creio que seja pq veio em grande quantidade e com coágulos) veio dia 29, exatos 7 dias depois de tomar a pílula. Ainda corro o período de estar grávida?

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Oi Vitória, não corre risco não. Beijos!

      Responder
  • Elaine de Paula disse:

    Ola!
    Gostaria de saber uma grande duvida
    Tomei a pds dia 17/01 e minha menstruação era pra ter decido no dia 02/02 e até agora nada estou com um atraso menstrual de 20 dias e com uma data de 35 dias que tomei a pílula não tive sangramento nenhum e estou com varios sintonas de gravidez fora os que São causados pela pílula
    Tenho a possibilidade de estar grávida??
    Me ajudem não sei o que fazer
    Desde ja agradeço!

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Oi Elaine, se tem dúvidas quanto a efetividade da pílula, faça um exame de gravidez (Beta). Beijos!

      Responder
  • Maria disse:

    Oi,tomei a pds no oitavo dia do meu ciclo(dia 28/01),1 semana depois(03/02) desceu um corrimento marrom e pouco,saia mais quando passava papel higiênico,durou uns 4 dias. Agora era pra ter descido 16/02 e já estou com 6 dias de atraso. (Estou tento muito muco que parece clara de ovo,sinto dores na lombar,estress,fomeeee e cólicas leves)

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Oi Maria, a pílula do dia seguinte pode desregular totalmente o ciclo menstrual. O jeito é esperar por um atraso de 15 dias e fazer um exame de gravidez só pra tirar a dúvida. Não tem muito o que ser feito, é esperar o organismo se reequilibrar novamente. beijinhos!

      Responder
  • Maria disse:

    Olá! Tomei a pds no começo de janeiro, acabou q antecipou minha menstruação. Em fevereiro me envolvi com o meu namorado só q n houve penetração, só esfregação. Já era pra eu ter menstruado, tá atrasada há 13 dias, será q estou grávida ou pode ser um atraso devido a pds e o estresse (medo de engravidar)? Tomei chá de canela pra ver se a menstruação descia, mas n aconteceu nada, apenas senti algumas cólicas.

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Pode ser sim pelo uso da pílula do dia seguinte. Faça um exame de gravidez (Beta) para tirar a dúvida. Beijos!!!

      Responder

Deixe seu comentário