Parto domiciliar, vantagens e desvantagens

Gravidez

Foto: (c) Can Stock Photo

As opiniões quanto às vantagens e desvantagens de se ter um filho em casa mesmo, apenas com a presença de parteira, são muito divididas entre as mulheres que pretendem resgatar o parto caseiro e os próprios médicos obstetras. Uns são contra, enquanto que outros mostram algumas vantagens nesse procedimento.

Quais seriam as vantagens do parto feito em casa

O parto feito em casa seria um parto mais humanizado, sem agressões psicológicas ambientais, como a entrada numa maternidade, num clima hospitalar, com tudo cheirando a medicamentos e lembrando procedimentos cirúrgicos ou tratamentos de saúde.

Com certeza o clima familiar, no aconchego da casa onde se vive é bem mais convidativo e menos traumatizante, porém não é o mais indicado para se dar a luz uma criança, principalmente se não puder contar com a presença de especialistas em obstetrícia no local.

Desvantagens e riscos de um parto domiciliar

O parto é um momento muito importante na vida de uma mulher e, principalmente da criança que está vindo ao mundo.

-> Conheça os diferentes tipos de partos

– Nunca sabemos se algo errado pode acontecer nessa hora e o aconselhável é que, dentro do possível, a mãe tenha consciência de certos riscos e opte por ter seu filho num local apropriado para isso, ou seja, numa maternidade, contando com todo atendimento que possa necessitar caso algo se complique e possa por em risco a sua vida e a do bebê.

– Sabendo que o parto normal é imprevisível, podemos evitar certos riscos que mãe e filho podem correr, como uma possível hemorragia na mãe ou o sofrimento do bebê quando este pode estar enrolado no cordão umbilical.

– Há também os riscos de uma súbita elevação de pressão arterial por parte da mãe e outros problemas que, cuidados a tempo não deixam sequelas nem traumas.

E é por esses e outros motivos que o parto domiciliar não é indicado.

Por Ana Virginia Miotto
Redação Dona Giraffa
Crédito da Imagem: (c) Can Stock Photo

Confira também

# Parto Natural | Recuperação e benefícios para a mulher
# Corrimento na gravidez | Sintomas, tratamento e prevenção
# Gravidez psicológica | Sintomas, como tratar
# Engravidar depois dos 40 anos | Fator idade, problemas enfrentados e prevenção

Publicidade

1 comentário

  • Amanda disse:

    sempre há riscos, por menores que sejam, e estar num hospital pode fazer toda a diferença..

    Responder

Deixe seu comentário