Descubra como driblar as crises no namoro

Relacionamento

Foto: (c) Can Stock Photo

Manter um relacionamento não é tão fácil quanto parece. Requere esforços e cuidados de ambas as partes. Amor em reciprocidade não é o suficiente para fazer com que seu namoro, ainda mais se ele for daqueles que já duram mais de um ano. E, como todo relacionamento que se preze, as crises existem e continuarão a existir. O segredo é saber contorná-las e não deixar que elas acabem ruindo o que existe entre vocês.

-> Confira 10 hábitos de início de namoro que devem ser mantidos

Confira a seguir algumas dicas de como driblar as famosas crises no seu namoro:

A tão temida dúvida

Em certo momento, você ou seu parceiro(a) irá questionar o relacionamento. Pode acontecer de, um belo dia, um de vocês pode acordar e perceber que não sente nada pelo outro. Ou então, vocês começam a não ter mais tanta certeza do que sentem.

E acredite: isso acontece com mais frequência do que o normal. Esse tipo de questionamento é comum porque, após um tempo, é normal que o tesão dê uma diminuída, vocês fiquem mais isolados de uma outra vida social, a TV passa a ser a maior fonte de entretenimento…

E com toda essa acomodação e rotina, surgem hábitos incômodos, brigas e discussões desnecessárias e pronto, a crise se instala.

O que piora tudo

E muitas coisas podem piorar essa crise. Enquanto os homens dizem que mulheres reclamam demais, elas já acham que os homens é que dialogam de menos. Assim, sempre a mulher aparece como bruxa da história, “vendo problema aonde não tem”.

A maioria dos namoros leva ao aumento de peso. Com a desculpa de que o outro deve te amar de qualquer jeito, as pessoas vão se acomodando. Mulheres abandonam as lingeries provocantes e esquecem da depilação, ao passo que os homens abandonam a academia e passam a cultivar a barriga de chopp. Aparência não é tudo, mas é fundamental para que o tesão continue o mesmo.

Tesão leva ao sexo, que é parte importante de um namoro saudável. O desleixo na aparência, a falta do sexo, a falta de vontade de querer mudar e a falta do diálogo só contribuem para que a crise se aprofunde ainda mais.

A iniciativa deve ser de ambos

No entanto, para que a crise seja enfrentada e vencida, é preciso haver um interesse dos dois. Um relacionamento é feito a partir de duas pessoas, e não pode haver individualismo – que é diferente do ato de manter sua própria individualidade. Vocês estão juntos nisso, e juntos devem ficar até nas horas ruins. Esqueça o “felizes para sempre” e foque no agora.

A crise existe hoje e deve ser resolvida hoje. Não espere que o tempo fará com que ela vá embora e nem fique achando que o amor supera tudo. Ele suporta muitas coisas, mas sozinho não faz milagre nenhum.

O diálogo diante da crise

Não importa o que levou à crise. O que importa é que vocês dois sentem para conversar e exteriorizem tudo aquilo que os incomoda, seja na relação ou no outro.

Essa é a hora de dizer:

– “Não gostei daquela brincadeira/atitude”
– “Acho que você deveria se cuidar mais”
– “Podemos visitar sua família só uma vez por mês?”

Porque sim, a crise se instaura a partir de pequenas coisas que na hora passam batidas apesar de chatearem um dos parceiros. É a velha história de não dormir brigado, sabe?

-> Como fazer as pazes com o(a) namorado(a)

Conversar e se abrir ainda é a melhor maneira de passar por uma crise, sejam lá quais forem os motivos. Não tenha medo de dizer aquilo que incomoda, mas lembre-se de não apelar para insultos, gritos ou falas irônicas. A dica é: a cada ponto negativo que você aponte, elogie duas boas coisas no seu parceiro(a).

Outros métodos

Caso o diálogo não tenha sido o suficiente, não tenha medo de pedir ajuda profissional, como terapeutas de casais ou sexuais. A função deles é intermediar o diálogo entre vocês.

Procure se lembrar também daquilo que você costumava sentir no começo da relação. Isso leva você a ser mais empenhado(a) no quesito “fazer dar certo”, e aí o relacionamento parece ficar mais leve. Se ainda assim você sentir que a relação não funciona mais, é hora de desapegar e deixar o outro ser feliz.

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Crédito da Imagem: (c) Can Stock Photo

Confira também

# 10 passos para enlouquecer um homem
# 10 Sinais de que você encontrou o cara certo
# 10 mandamentos para ser feliz no amor
# Confira 12 ingredientes que um bom relacionamento deve ter

Publicidade

Deixe seu comentário