Como esquecer um amor que não deu certo

Relacionamento

Porque o amor muita vezes não dá certo. E isso é um fato que muita gente acaba se esquecendo quando começa uma relação. Passamos a vida achando que o amor supera tudo, que vai durar pra sempre,  que ele ou ela é sua alma gêmea… Só que não é sempre assim. Amar é uma coisa, e fazer durar é outra.

Foto: (c) Can Stock Photo

Acabou-se o que talvez nem fosse doce

Crescemos numa sociedade que prega o pronome possessivo. “Meu carro, minha casa, minha vida, meus sentimentos, meu namorado(a)”. E aí quando encontramos uma pessoa legal e que mexe com a gente, já criamos mil expectativas em torno de algo que talvez nem tenha como ir pra frente. E quando o fim de uma relação acontece, ficamos revoltados, inconformados por termos sido deixados pra trás.

-> Como esquecer alguém que marcou a sua vida

Claro que existem pessoas muito sacanas cujo objetivo na vida é magoar os outros e conquistar 24 territórios. Perdão pela brincadeira, mas ela tem uma função nesse texto. Se você está aí todo magoado(a), choroso(a), deprimido(a) porque seu relacionamento acabou, quis que você desse uma risadinha pra descontrair.

Mas, voltando ao assunto que nos leva ao próximo tópico… O fim de algo pode ser bom também.

Era pra acabar

Não sei dizer se acredito ou não em destino ou no Universo conspirando ao meu favor. Concordo que os términos são tristes. Por menor que tenha sido o tempo que você tenha passado ao lado da pessoa, tenho certeza que vocês compartilharam muitos momentos bons.

Mas momentos assim não são o bastante pra fazer dar certo. É preciso que vocês tenham aquela sintonia certeira, aquele alinhamento de ideias (não necessariamente pensar igual, mas ser capaz de compreender que o outro pode pensar diferente), a química que faz vocês pegarem fogo quando estão juntos.

-> Confira 12 ingredientes que um bom relacionamento deve ter

Assim como muitas outras coisas também são capazes de fazer com que a relação não vá pra frente, como a distância, a intolerância, a impaciência, a família, os amigos. Isso vai depender do modo que cada um lida com as diferenças. E não é todo mundo que consegue.

Comece a pensar que talvez não era pra dar certo mesmo. Que se a relação fosse pra frente ou continuasse a ir pra frente, lá no futuro vocês poderiam perceber – às vezes tarde demais – que está tudo errado entre vocês.

Esqueça, mas não esqueça

Calma, não escrevi errado. Acontece que não sou a favor da ideia de esquecer algo. Não dá pra apagar nosso passado, por pior que ele tenha sido. O passado é um dos únicos tempos que nos pertencem, que constrói quem somos hoje. Se você viveu um amor que acabou não dando certo, tire algum proveito disso.

Todos nós erramos, todos os dias, a todo o momento. Pequenas escolhas podem definir muita coisa. Aquela palavra não-dita, aquele elogio não feito, aquele choro guardado. Guarde pra si essa experiência de um amor que, por algumas razões, não vingou. E aprenda com isso. Questione-se. Muitas vezes não deu certo porque você não estava pronto(a), porque você talvez não tivesse a maturidade para entender certas coisas.

-> O que fazer para esquecer um grande amor

Até nas piores situações, nas provações que a vida insiste em nos dar, testam nossa capacidade de sair mais forte disso tudo. Leve consigo um colete à prova de algo, como a ignorância. Mas não deixe que as más experiências endureçam seu coração e eliminem sua esperança de encontrar alguém que complemente sua felicidade.

Então fica a dica: não esqueça, mas perdoe. Perdoe seus erros, perdoe os erros alheios. E continue a viver. Evolua, melhore como pessoa. Assim você se prepara pra quando encontrar uma outra pessoa que te faça cócegas no coração…

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Crédito da Imagem: (c) Can Stock Photo

Confira também

# Como esquecer um amor não correspondido
# Confira 10 hábitos de início de namoro que devem ser mantidos
# 10 Sinais de que você encontrou o cara certo
# Atitudes femininas que fazem um homem desistir do relacionamento

Publicidade

2 comentários

  • David disse:

    Acho engraçado como esses garotos de vinte e poucos anos se desesperam, tem eles a vida toda pela frente, pior sou eu que com quase 57 anos, morando numa cidade pequeniníssima, perder 2 anos da minha vida com uma mentira de mulher, que me consumiu e iludiu. Queriam ver essa gente com a minha idade como ficariam então, se suicidariam com certeza. Nunca tive dor de cotovelo quando era novo. Agora não, estou velho, tenho é medo de ficar sozinho até na hora de morrer, não sofrer de amor, isso é besteira coisa para os fracos de cabeça e de auto estima. Se toca juventude tola!!!!

    Responder
  • Mário disse:

    As dicas são boas maravilhosas eu vou tentar e vou conseguir já to fazendo algumas delas pro conta própria…

    Responder

Deixe seu comentário