Erros imperdoáveis num relacionamento

Relacionamento

Não é que exista uma fórmula para garantir o “felizes para sempre”. O que se pode dizer é que há alguns conselhos que podem ajudar a manter o equilíbrio e a leveza do seu relacionamento. Claro que a noção do perdão pode variar de pessoa pra pessoa, mas certas atitudes deveriam ser consideradas como um decreto do fim.

Foto: (c) Can Stock Photo

Confira abaixo alguns erros que, caso você perdoe, podem levar sua relação a um final nem tão feliz:

Insultos e agressões

Brigar é normal. Mas o que não deveria ser considerado normal é quando seu parceiro (a) se sente no direito de te agredir ou insultar verbal ou fisicamente. Muitas vezes, um xingamento ou até mesmo a indiferença machucam mais do que um tapa na cara.

-> Tipos de violência cometidos contra a mulher

Se você está com uma pessoa que não é capaz de controlar suas ações ou palavras durante uma discussão, é melhor rever seus conceitos sobre relacionamento saudável. Violência é um assunto sério e deveria ser tratado como tal.

Humilhação

Pessoas que sentem prazer ao humilhar o outro são aquelas cuja autoestima está tão baixa, que só humilhando alguém é que elas conseguem se sentir no comando ou com algum resquício de autoestima. O problema é que antes de ser capaz de amar alguém, devemos amar a nós mesmos.

Se seu parceiro (a) é dessas pessoas que não veem problema em deixar você sem graça em público, que te colocam pra baixo, que ficam apontando seu erro e te julgando por isso, saiba que você não precisa se submeter a este tipo de gente – mesmo que você a ame.

Falta de respeito

Amar implica, antes de tudo, em respeitar aquele(a) que se ama. Se seu amado(a) geralmente não respeita suas decisões, seu ponto de vista, suas ideias ou seu jeito de ser, isso indica que o que ele(a) sente por você não é amor. E você não deveria perdoar esse tipo de atitude.

Controle obsessivo

Entenda que você não é dono(a) da pessoa que ama. A partir do momento que você não deixa a pessoa sair vestida de determinada maneira, não deixa a pessoa sair sem você, não deixa a pessoa frequentar certos lugares, não deixa que ela tenha a vida social com os amigos, ordena que ela exclua certas pessoas da sua vida, isso não é mais amor.

-> Como lidar com a insegurança do namoro

Controlar alguém é uma vã tentativa de evitar que o outro te abandone. Saiba que, controlando ou não, o sentimento que ela sente por você pode mudar a qualquer momento. E se seu parceiro(a) quer te controlar a todo momento, é hora de você não achar que isso é normal.

Traição

Cada um tem um ideia do que seja traição. E ela pode ser perdoada, ou não. Fato é que, se vocês já haviam conversado sobre o assunto e deixado claro o que seria traição para ambos, caso o outro cometa, é um sinal de que seu parceiro não soube respeitar uma decisão em conjunto. E caso você perdoe esse tipo de atitude, tenha certeza que ela acontecerá mais vezes.

-> Veja 10 passos essenciais para superar uma traição

Todo mundo acha que o amor perdoa tudo. Acontece que aquelas pessoas que acreditam nessa filosofia, são as mesmas que sofrem abusos do (a) companheiro (a), que choram todas as noites, que sofrem e que são infelizes por viverem num relacionamento como esse.

O amor é capaz de suportar muita coisa, mas ele sozinho não faz nenhuma relação durar. Então antes de dizer “o amor perdoa tudo”, entenda que você deve vir em primeiro lugar. E isso não é ser egoísta, é ter respeito por si mesmo(a) e por seus sentimentos. O outro é quem deve aprender a respeitar e te amar por completo (a).

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Crédito da Imagem: (c) Can Stock Photo

Confira também

# 10 Dicas para esquecer um grande amor
# Como segurar um homem em um relacionamento

Publicidade

Deixe seu comentário