Candidíase | O que é a doença e como tratá-la

Prevenção de doenças

A candidíase é uma infecção genital originada de um fungo chamado Candida albicans, que por mais incrível que pareça, faz parte de nossa flora vaginal e intestinal.

Sintomas da candidíase

Foto: © Depositphotos

A maioria dos casos ocorre no momento em que a flora vaginal sofre um desequilíbrio, facilitando a proliferação do fungo e ocasionando a chamada candidíase vaginal.

Por mais que os casos de candidíase sejam mais comuns em mulheres, os homens não estão livres desse problema, porém ocorre com menor frequência.

Por ter seu agente causador presente no corpo, a candidíase não é considerada uma DST, mas isso não impede que exista um contágio por meio da relação sexual.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são:

• Coceira;
• Irritação;
• Corrimento esbranquiçado, com aparência de nata;
• Vermelhidão nas áreas íntimas.

Além disso, há dois tipos de candidíase, a ocasional e a de repetição, e elas possuem algumas características que permitem serem distinguidas:

Candidíase Ocasional

Esse tipo de candidíase é a mais comum nas mulheres e tem uma ocorrência restrita a episódios isolados, quando ocorrem situações fora da rotina que acabam favorecendo a proliferação do fungo na vagina.

Essa espécie de candidíase pode ser tratada com certa facilidade, fazendo uso de medicamentos. É importante ressaltar que, assim que a mulher perceber alguns dos sintomas referentes à candidíase, recomenda-se que ela procure um ginecologista o quanto antes, para que ele possa diagnosticar o problema e receitar o medicamento melhor indicado para o seu tratamento.

Esse tratamento tem duração de até uma semana e poderá ser feito através do uso de pomadas ou medicamentos no formato de óvulos, que devem ser inseridos na vagina.

Baixa imunidade, estresse, má alimentação, uso de anticoncepcionais com concentração hormonal muito alta e desequilíbrio da flora vaginal são algumas situações que aumentam as chances da candidíase ocasional. Além disso, uso de roupas muito apertadas, calcinhas com tecidos sintéticos e absorventes diários ou biquínis molhados podem criar um ambiente quente e úmido na vagina, que ajuda no desenvolvimento do problema.

Candidíase de Repetição

Diferente da anterior, esta candidíase ocorre com crises frequentes, e por mais que o problema seja tratado corretamente, logo volta a se manifestar. A solução, neste caso, é dirigir-se a um médico imunologista, que identificará os motivos pelos quais a infecção está ocorrendo.

Ainda em fase de estudo, chegou-se a alguns fatores que podem ocasionar essa candidíase. Um desses fatores é a alergia, quando ao mulheres desenvolvem uma hipersensibilidade ao fungo, gerando os sintomas com frequência.

O diagnóstico é feito por meio de um exame em que o fungo é aplicado e, em até 48 horas, ocorre uma reação. Caso a reação seja de hipersensibilidade, o tratamento será feito por meio da imunoterapia. Neste tratamento, aplica-se uma vacina com o agente enfraquecido, para que o corpo da mulher possa aprender a se defender dele.

Com um custo meio elevado, a vacina custa em torno de 200 reais e tem duração de até um mês, sendo necessário por, pelo menos, seis meses.

Outro fator para o surgimento da candidíase ocasional pode ser uma mistura de acontecimentos que proliferam o fungo, uma espécie oportunista, que se aproveita de situações que diminuem a imunidade.

Os motivos podem ser falta de alimentação adequada, doenças e estresse.

Para que o tratamento seja feito de forma correta e o problema deixe de existir, é preciso consultar um médico imunologista, que saberá o tratamento adequado às suas necessidades.

Por Franciele Bueno
Redação Dona Giraffa
Foto: Divulgação

Confira também

# Coceira vaginal: entenda o motivos
# Corrimento esverdeado, qual motivo?
# Como prevenir a infecção urinária
# Conheça algumas doenças tipicamente femininas

Publicidade

8 comentários

  • Eduarda disse:

    Olá , estou com á candidíase á 4 dias mas essa já é a 3 vez que isso me acontece .. Já passei várias pomadas , tomei ante inflamatórios mas essa coceira insuportável nao para e tbm estou com um corte grande nos lábios vaginais isso doi de mais .. Nao sei mas o que fazer me ajudem por favor !

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Oi Eduarda, procure um ginecologista para te ajudar melhor.

      Responder
  • Ana Silva disse:

    Boa noite. Tenho 47 tem 3 meses que a minha menstruaçao foi embora estou com bastante corrimento com mau cheio a vezes branco ou amarelo o que pode ser? não coça mais esta muito incomodo.

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Olá Ana, Obrigado pelo comentário!

      No seu caso é melhor procurar um médico, corrimento com mal cheiro é um sinal de alerta.

      Boa Sorte!
      Beijos.

      Responder
  • natalyy disse:

    Ola estou com candidiase ha 3 meses seguidos, isso é um inferno! ja tomei tudo que é medicação, e isso coça até o anus.. não sei mas o que faço passei varias pomadas, estou tomando vitaminas, evitando doces… e ainda ela persiste,,, minha alto estima acabou, só ando triste.. nao sei mais oq faço… existe alguma injeção? algo definitivo pq a minha com certeza veio muito forte… os médicoa com a mesma ladainha….Por favor me ajudem com alguma solução.

    Responder
    • rossana disse:

      pra quem tem candidiase repetetiva aconselho lavar a vagina duas vezes por dia com agua da folha da pera,,,eu ja fiz todo tratamento medico possivel, tenho esse problema a mais de 3 anos,e so esse tratamento caseiro e que esta a me ajudar

      Responder
  • nana disse:

    É kELLY PRA ALGUÉM QUE TEM A CANDIDÍASE OCASIONAL É BEM SIMPLES, MAS PRA QUEM TEM A CANDIDIASE DE REPETIÇÃO A CONVERSA É OUTRA…SOFRI POR VÁRIOS ANOS E SÓ CONSEGUI O CONTROLE QUANDO MUDEI RADICALMENTE MINHA ALIMENTAÇÃO…DIMINUI MUUUITO O AÇUCAR E O CARBOIDRATO.

    Responder
  • kelly lima santos disse:

    muito boa a explicaçao eu achei que era o fim do mundo essa doença

    Responder

Deixe seu comentário