O que fazer para esquecer um grande amor

Relacionamento

É, nem sempre as coisas saem como a gente planeja. Um relacionamento que parecia perfeito acaba, você se apaixona pelo amor da sua vida e não é correspondido… Enfim, a vida às vezes parece sambar na nossa cara, tentando nos convencer a sermos as pessoas mais pessimistas e negativas quando tudo dá errado.

Esquecer um grande amor

Mas antes de entrar em depressão devido a um grande amor, leia com calma as dicas abaixo para tentar superá-lo:

Esquecer X Aceitar

 Acredito que “esquecer” seja um verbo muito forte, assim como “amar”. Nesse caso, sou da opinião de que não se deve esquecer alguém, ou algum momento do seu passado. São tais acontecimentos que definem sua história, definem quem você é.

Esquecer um grande amor é tentar excluir da sua vida o momento em que você amou alguém, por mais que não tenha dado certo. Então não esqueça, aceite.

Curta esse sentimento

Não, você não leu errado. Funciona mais ou menos quando perdemos alguém que amamos muito. É preciso passar por um período de luto, com direito a muitas lágrimas, revoltas, e fins de semana sozinho em casa. É importante colocar tudo pra fora e vivenciar tudo isso. Só assim você vai conseguir seguir em frente.

Distraia-se

Depois que o período de luto passar (e ele passa!), é chegada a hora de voltar com seus antigos hábitos. Ninguém está falando pra ir à primeira balada que tiver e sair beijando todo mundo. Mas devagar, você começa a perceber que o mundo não parou de girar só porque as coisas não deram certo entre vocês dois.

• Comece um novo hobbie
• Ligue para os amigos
• Viaje
• Leia
• Assista filmes
• Vá ao teatro
• Procure não dar muita atenção à tristeza

Respeite a si mesmo(a) e o outro

Por mais difícil que seja, não tente fazer com que a pessoa mude de ideia. Ficar correndo atrás de alguém que já deixou claro que não quer nada com você é sofrer por bobeira.

-> Qual o momento exato de por fim numa relação

Respeite a decisão da pessoa e passe a ter um pouco de amor próprio também. Afinal, existem outras pessoas ao seu redor.

Reflita

Não importa o que levou você a precisar aceitar que certa pessoa não te quer. Fato é que é assim e ponto final. Mas pare para pensar um pouco e reveja suas atitudes. Será que suas ações também não contribuíram para que isso acontecesse?

-> O relacionamento acabou, de quem é a culpa?

Pare de culpar o destino e a pessoa e pense em como você agiu. Todo mundo tem um pouquinho de culpa no cartório. E pra não errar novamente, tente consertar seus defeitos.

Valorize-se

Talvez o maior erro das pessoas quando acontece alguma coisa assim, é que elas se entregam facilmente para a primeira pessoa que aparece na frente. Na tentativa de esquecer, elas procuram alguém que tape, mesmo que temporariamente, o vazio que ficou. Ledo engano.

Fazer isso mostra que você não se valoriza o suficiente para esperar e encontrar alguém que realmente lhe mereça. Resista à tentação e fique um tempo sozinha(o), focando-se apenas em você e na sua vida.

Dê tempo ao tempo

Por mais batido que esse conselho esteja, ele é pura verdade. Não que o tempo cure tudo, mas ele ameniza o sofrimento até que ele se torne bem pequenininho. Vai chegar uma hora em que você vai lembrar com saudade desse grande amor, e ficar imaginando onde você estaria se as coisas tivessem dado certo com ele(a).

Mas aí você logo olha para o seu momento atual e vê o quanto cresceu. Superar essa dor é uma arte e pode ser bem difícil. Mas se não deu certo, foi porque não era pra ser.

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Foto: Divulgação

Confira também

# 10 Dicas para esquecer um grande amor
# Por que se apaixonar é mais fácil do que esquecer?

Publicidade

17 comentários

  • Vagner Menezes disse:

    Concordo plenamente com o meu chará Wagner ,texto bem parecido com os dizeres cotidianos,porém com um grande atributo pois vem de uma pessoa que não está relacionada com ninguém que te conhece ou conhece a outra pessoa.

    Responder
  • Fabian Heirinch disse:

    Como disse uma pessoa nos comentários acima; tudo que está escrito é a mais pura verdade…
    Mas parece que é difícil demais…
    Tem quase dois anos que a pessoa saiu da minha vida, e tá difícil…
    Até internado fui (algumas vezes), pois comecei a beber em demasiado… Jamais quis o mal dela, muito menos sou um psico, que ficaria atrás e tentando fazer o mal ou prejudicá-la em qualquer sentido (embora tenha ficado um bom tempo com raiva dela, e claro, afinal ela me “deu o pé”, 48hs depois de falar que me amava pra sempre), porém, o ato de esquecer, àqueles momentos bons que tivemos, é difícil demais…
    Sem falar, que agora há pouco tempo, quando decidi dar um prumo de vez na vida, retornar a falar (interagir) com os amigos, retornar ao trabalho de modo intensivo, como fazia antes de conhecê-la, meio que “levei um pé” deles (amigos) também, devido a minha ausência nesse tempo todo, e como se não bastasse ainda, numa briga “quente”, com meu melhor amigo, ele resolveu trazer a minha ex, e do nada pro meio da conversa, pra dizer que queria me entender!! Resumindo: ela já não era minha parceira faz tempo, e agora, perdi um amigo também! O divertido aqui na história, é que tem gente que pensa que homem hétero, não sofre por amor!!! Poxa, me relacionei sim com outras meninas após o término com ela (inclusive uma foi o cão), mas ninguém jamais será igual à ela… Não entendo isso…
    Acho que eu deveria frequentar um mosteiro Tibetano, ou qualquer seita, sei lá, pois tô vendo que se isso não solucionar, nada mais vai…

    Responder
    • Claudio disse:

      Fabio Heirinch, estamos juntos. Passei por situação semelhante e ainda estou passando. Sei bem como é. Até essa questão de ir para um mosteiro kkkkk

      Responder
  • Luiz Camargo disse:

    Acho que as dicas são ótimas e cada qual as considerarão de acordo com seus valores pessoais, porém quando alguém nos deixa,normalmente é porque já não somos mais a prioridade desta ou seja houve uma exaustão e não há mais como compatibilizar a relação sobre novos valores e objetivos.
    Acho que o importante é fazermos tudo que é possível para que durante a relação a mesma floreça, prospere e que acabe em casamente caso esse seja o objetivo, agora se a contraparte nos deixar, que saiamos dessa relação de cabeça erguida e consciente de que fizemos o que era possível porém que infelizmente não foi o suficiente para a outra pessoa, acho que se isso ocorreu ficará menos difícil suportar uma rejeição. Já fui deixado algumas vezes e as ex voltaram para reatar porém o timming já era outro e não foi possível, isso é parte da vida, doe-se sempre que possível se perder o sofrimento será muito menor.

    Responder
  • gelson disse:

    muito obrigado creio que vai me ajudar muito

    Responder
  • Mag ♥ disse:

    Eu tento esquecer, há minutos no meu dia que fico pensando nos defeitos dele, o quanto ele me fez sofrer, ai fico com raiva! As vezes não to nem ai com a situação, mas depois vejo ele com os amigos curtindo, ai me sinto mal. Não consigo me distrair, é muito dificil pra mim, até porque temos uma filha de 1 aninho. Foi tudo muito recente! Mas vou conseguir esquecer… Se é que daqui até lá a gente num volta!!! Só Deus e Eu quem sabemos como é dificil!

    Responder

Deixe seu comentário