DST’s: como evitar 7 doenças sexualmente transmissíveis

Prevenção de doenças

Bom, a sigla já diz como é que se pegam essas doenças: através do sexo. O assunto é sério, então confira abaixo como evitar as 7 DST’s mais comuns:

DST’s: como evitar

• Clamídia

É uma doença causada por uma bactéria chamada Chlamydia trachomatis. Afeta tanto os homens como as mulheres. No entanto, a maioria dos portadores dessa doença não sente nenhum sintoma. Caso eles apareçam, é em torno de 1-3 semanas após o contato sexual. Pode causar infertilidade masculina e feminina.

-> Sintomas: As mulheres apresentam secreções vaginais anormais e sensação de queimação ao urinarem. Os homens também apresentam a secreções e sentem ardor ao urinar.

-> Tratamento: É tratada e curada com o uso de antibióticos. Em seguida, recomenda-se um período de abstenção sexual para que a pessoa não pegue outra infecção.

-> Como evitar: Sexo seguro com o uso de preservativos. Evitar o contato sexual com múltiplos parceiros.

————

• Gonorréia

Também transmitida por uma bactéria, a Neisseria gonorrheae. Ela infecta essencialmente a uretra.

-> Sintomas: Nos homens, pode apresentar secreção purulenta(com pus) e ardor, mas nas mulheres pode ser assintomática. Se não tratada, pode afetar outros órgãos, como testículo(homens) e útero(mulheres), causando infertilidade e outras complicações.

-> Tratamento: O tratamento é feito com antibióticos bem potentes, como azitromicina.

-> Como evitar: Uso de camisinha.

————

• AIDS

Causada pelo vírus do HIV, é causadora da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, o que leva a uma perda progressiva da imunidade(a pessoa fica sem ter como lutar contra infecções e doenças simples, como a gripe).

-> Sintomas: podem ser brandos no começo, e depois virem com força total. Os portadores podem apresentar febre constante, manchas na pele, dores de cabeça, calafrios. Em seguida, doenças como tuberculose e pneumonia também podem aparecer.

-> Tratamento: a AIDS ainda não tem uma cura. O tratamento é feito a partir de um coquetel de medicamentos que visa proteger a imunidade do paciente. Hoje o tratamento é considerado moderno, e pacientes podem levar uma vida relativamente normal.

-> Como evitar: Uso de camisinha e uso de seringas descartáveis.

————

• Sífilis

Causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode ser transmitida de mãe pra filho, por transfusão de sangue ou por contato direto com sangue contaminado.

-> Sintomas: Lesões duras(cancros) nos órgãos genitais, podendo também aparecerem no ânus, pele, gengiva.

-> Tratamento: Feito com antibióticos(normalmente com penicilina).

-> Como evitar: Uso de preservativos.

————

• Herpes genital 

Causado pelo vírus da herpes simples(HSV). Uma vez que alguém é infectado, dificilmente o vírus será eliminado do organismo.

-> Sintomas: Lesões e consequentemente formação de bolhas que cicatrizam sozinha. Ardor e prurido podem aparecer antes das lesões.

-> Tratamento: Como não tem uma cura, o tratamento é feito com aciclovir apenas quando as lesões estão aparentes, já que a doença se “esconde” no nosso organismo.

-> Como evitar: Abster-se de contato sexual, evitar contato com parceiros que possuam a doença e uso de preservativos.

————

• Hepatite B

Doença infecciosa que causa inflamação no fígado. A via sexual não é o único meio em que uma pessoa pode pegar a doença, mas é a principal maneira. Pode ser transmitida também através de agulhas para colher sangue e injetar drogas ilícitas.

-> Sintomas: Febre, dores nas articulações, icterícia.

-> Tratamento: Já existe uma vacina que deixa a pessoa protegida pelo resto da vida. No entanto, uma vez que alguém é contaminado, usa-se um medicamento chamado interferon. É um tratamento longo, caro e doloroso.

-> Como evitar: Tomar a vacina, evitar o contato com sangue contaminado, objetos cortantes e de compartilhamento em comum(como alicates) e uso de preservativo.

————

• Infecção por HPV  

Conhecido como Papilomavírus humano.

-> Sintomas: Aparecimento de lesões semelhantes à verrugas. Nas mulheres, é um dos responsáveis pelo câncer do colo do útero.

-> Tratamento: Combinação de métodos(químicos, cirúrgicos, imunoterápicos).

-> Como evitar: Há vacinas, mas que só são obtidas apenas em redes particulares de saúde(tem que pagar e não é barato). A camisinha protege, mas não 100% por não cobrir toda a superfície de contágio.

Deu pra ver que a camisinha pode evitar todas essas doenças, certo? Então chega de frescura de que fazer sem é melhor e proteja-se!

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Foto: Divulgação

Confira também

# Informações sobre a pílula do dia seguinte
# Previna-se: Conheça os principais métodos contraceptivos
# Menstruação atrasada, o que pode ser?
# [Guia Adolescente] – Posso estar grávida?
# [Guia Adolescente] – Gravidez na adolescência

Publicidade

7 comentários

  • Cremilde alar disse:

    saúde em primeiro,vou usar as dicas

    Responder
  • aline disse:

    vamos se cuidar gente com saude nao pode brincar

    Responder
  • aline disse:

    adorei,todas essas dicas depois de toda essas dicas nao tem como nao se cuidar ne?

    Responder
  • VANESSA disse:

    MUITO BOM GALERA ISSO E MUITO SERIO

    Responder
  • vanessa disse:

    muito bom galera agora voces já saber tomer muito cuidado…isso e muito serio tou fazendo um trabalho agora sobre isso não tenha duvidas use camisinha sempre

    Responder
  • Stefany Helysa disse:

    Super interessante.

    Responder
  • Alexandra Lima disse:

    Super interessante.

    Responder

Deixe seu comentário