Conheça algumas doenças tipicamente femininas

Prevenção de doenças

Tanto homem e mulher, como seres humanos, parecem apenas ser opostos sexualmente falando, mas na verdade existem doenças que são próprias de cada sexo. Vejamos aqui algumas doenças que homem nenhum jamais experimentará, pois essas são tipicamente femininas.

 Doenças tipicamente femininas

Endometriose

É uma doença que está relacionada ao ciclo menstrual da mulher e que geralmente aparece na sua idade fértil ou depois dos 35 anos. Pode acontecer também de surgir na adolescência, mas são casos mais isolados, acontecendo por decorrência genética. É uma doença silenciosa, pois não apresenta sintomas nenhum e seu diagnóstico só é feito entre mulheres de 25 a 35 anos que já tenham tido filhos. O que caracteriza a endometriose é o implante de células endometriais fora do útero e, nem mesmo especialistas sabem ao certo o que ocasiona essa doença.

-> Observações a respeito da endometriose: Alguns cientistas atribuem o fato dessa doença estar ligado aos costumes da vida moderna. Hoje em dia a mulher demora mais a se casar ou opta por ter filhos com mais idade do que se tinha antes. Outras nem querem filhos e com isso não amamentam também. Essas estão mais suscetíveis a desenvolverem a doença.

-> Sintomas que podem ser decorrentes da endometriose: Cólicas intensas que não passam nem com uso de medicamentos durante o ciclo menstrual, alterações intestinais nessa fase, dores no ato sexual e dificuldade para engravidar.

Ovários policísticos

Essa apresenta uma desordem reprodutiva causando irregularidade menstrual e intervalos muito longos entre um ciclo e outro, o que pode gerar infertilidade na mulher. Um dos principais sintomas das SOP (Síndrome de Ovários Policísticos) é o atraso ou mesmo a ausência da menstruação. Associados aos ovários policísticos estão os aparecimentos de pelos no corpo da mulher, a acne e a obesidade.

Osteoporose

Essa não é uma doença exclusivamente feminina, mas afeta bem mais as mulheres que os homens, principalmente quando essas estão no período pós-menopausa. A causa da mesma é a ausência do hormônio feminino que faz com que os ossos percam cálcio e fiquem porosos. Os maiores perigos que essa doença oferece são as fraturas causadas por quedas. Tais fraturas, na maioria das vezes, acontecem no punho, costelas, vértebras e fêmur.

Outros fatores que podem contribuir para o aparecimento da osteoporose – Além da menopausa, a osteoporose pode ter origem no baixo peso e estatura, no hábito de fumar, no sedentarismo e ingestão inadequada de cálcio.

Câncer de colo do útero

É uma doença que pode ser prevenida com a realização anual de exames preventivos como o Papanicolau, que pode detectar a mesma no seu início e, com isso, adiantar o tratamento. O câncer de colo do útero é o terceiro mais comum na população feminina. Ele só é superado pelo câncer de pele e de mama. O óbito pode ser evitado muitas vezes, com uma visita regular ao médico.

Câncer de mama

Assim como o câncer de colo do útero, essa doença só avança por falta de prevenção. Além de ser uma doença tratável, ela é de fácil identificação. Com o autoexame feito mensalmente, a mulher pode detectar ou não nódulos nas mamas, que é o alerta inicial. Além disso, ela pode também recorrer ao exame de mamografia que poderá diagnosticar facilmente esse problema.

Os principais fatores que podem contribuir para o câncer de mama podem estar ligados à dietas gordurosas e ao fator genético que é preponderante. Mulheres que nunca tiveram filhos estão mais sujeitas a contrair o câncer de mama por permanecerem expostas ao estrógeno por mais tempo.

-> Sintomas da doença: Os sintomas mais comuns são a mudança de cor, o enrugamento ou elevação da pele em determinada área do seio, mudança no formato ou no tamanho e aparecimento de um ou mais nódulos nas axilas. Podem ocorrer também secreções no bico do seio.

-> A prevenção faz a diferença: Ao perceber tais sinais, a mulher deve procurar imediatamente um médico de sua confiança. Talvez nem seja nada grave ou parecido com um câncer, mas na dúvida, nada melhor que realizar alguns procedimentos, mesmo porque, essa doença, começando a tratar no seu início, tem cura. Não ignore nenhum desses sintomas e tome providência de imediato.

Por Ana Virginia Miotto
Redação Dona Giraffa
Foto: Reprodução

Confira também

# Menstruação atrasada, o que pode ser?
# Coceira vagina: entenda os motivos
# Os cuidado com a higiene íntima feminina

Publicidade

1 comentário

  • Luciana disse:

    Só uma observação, o cancêr de mama também atingem homens.

    Responder

Deixe seu comentário