Como usar pílula anticoncepcional

Saúde

Pílula anticoncepcional

As pílulas anticoncepcionais são um dos métodos utilizados para evitar uma gravidez indesejada. Devido aos seus variados tipos, algumas mulheres acabam ficando em dúvida sobre qual é a melhor e quais são aquelas que não oferecem riscos como o aumento de peso. Para que você faça uma escolha correta, o mais indicado é marcar consulta com um ginecologista e explicar a ele quais suas expectativas e necessidades, e assim ele vai lhe indicar a melhor pílula anticoncepcional.

De toda forma, há algumas regrinhas, ou métodos, que devem ser seguidos por todas as mulheres, independente do tipo de anticoncepcional que utilizam:

-> O uso de anticoncepcional após a gravidez

Uso correto

A primeira coisa a fazer assim que você tiver os anticoncepcionais em mãos é ler todas as recomendações do fabricante e seguir tudo da forma indicada, assim como as recomedações médicas. Isso evita que você tome as pílulas de maneira errada e não só corra o risco de engravidar como também de sofrer algum efeito colateral.

Na bula que vem dentro da embalagem estão todas as informações que você precisa saber, como o momento certo para recomeçar uma outra cartela e qual é o período que ela demora para fazer efeito completo após o começo do uso, fazendo com que a relação sexual não ofereça riscos de gravidez.

As cartelas que possuem 28 comprimidos devem ser iniciadas assim que a anterior acabar, seguindo sempre o período de 24 horas entre um comprimido e outro, sem nenhum dia de interrupção. Nessa cartela, assim que os últimos comprimidos forem tomados, a menstruação começará.

Já nas cartelas com 21 pílulas, durante sete dias ocorre uma pausa, assim que a cartela chega ao fim. É durante esse período que será iniciada a menstruação, entre o primeiro e o último dia da pausa. No oitavo dia você deve iniciar uma nova cartela e seguir o mesmo ciclo.

Tipos de pílula

Existem vários tipos de pílula anticoncepcional, com diferentes dosagens de hormônios que inibem a ovulação. Como os óvulos não mais liberados pelos ovários, a mulher fica protegida de uma gravidez indesejada.

Os anticoncepcionais orais são medicamentos, e assim como todos os outros, só devem ser consumidos com orientação médica. Ao consultar um ginecologista, ele irá indicar a pílula ideal para seu organismo.

Dicas para um maior efeito

Para que haja uma maior eficácia desse método, você deve tomar a pílula todos os dias no mesmo horário. A maioria das mulheres, para não se esquecerem do comprimido, o tomam sempre na hora do almoço ou antes de dormir.

De toda forma, caso você se esqueça de tomar na hora de costume ou não puder pro algum motivo, há uma tolerância de 12 horas, tempo em que a pílula ainda terá seu efeito garantido. Nesse caso, tome a pílula atrasada e continue a tomar as restantes na hora habitual.

Se o intervalo entre um comprimido e outro ultrapassar dois dias, seu efeito se anula. Assim, o ideal é interromper o uso e esperar a próxima menstruação para reiniciar o uso de uma nova cartela.

A pílula anticoncepcional tem efeito apenas para evitar a gravidez, portanto, para você não correr o risco de contrair o vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis, é imprescindível que você e seu parceiro façam sempre o uso de camisinha, seja ela masculina ou feminina.

Por Franciele Bueno
Redação Dona Giraffa
Foto: Reprodução

Confira também

# Primeiros sintomas de gravidez
# Informações sobre a pílula do dia seguinte
# Menstruação atrasada, o que pode ser?
# [Guia Adolescente] – Posso estar grávida?
# [Guia Adolescente] – Gravidez na adolescência

Publicidade

2 comentários

  • Dona Giraffa disse:

    Não, é pra isso que ela serve: evitar uma gravidez. Mas, não te dá nenhuma proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis (DST) então, sugiro o uso conjunto com a camisinha.
    Lembre-se, SAÚDE em primeiro lugar!

    Beijinhos.

    Responder
  • Ramon disse:

    Interessante postagem , parabens

    Responder

Deixe seu comentário