Como lidar com a traição

Comportamento

Como lidar com a traição

Traição é um assunto que passou a fazer parte do vocabulário do dia a dia dos casais. Só não dá pra entender porque tantas pessoas, homens e mulheres, traem nos dias de hoje, ou será que sempre foi assim, nós que não tínhamos tanto acesso a tantas informações ou as pessoas eram mais discretas?

Dá pra pensar que todos esses fatores são verdadeiros, mas não dá pra entender como alguém consegue lidar numa boa com o parceiro (a) após ter sido traída (o).

Como fica o relacionamento

Não deve ser nada agradável continuar um relacionamento, seja namoro ou casamento, após você saber que foi traída (o). A sombra da outra pessoa em sua vida se torna uma constante: uma mistura de ódio, vingança e constante ameaça.

E a autoestima feminina, como fica?

Vamos convir que uma mulher tem que ser muito forte para, mesmo sabendo que o marido a traiu com outra, continuar com esse e, de quebra ainda perdoá-lo ou fingir ignorância pra não ter que tomar alguma atitude.

Pra começar, a autoestima deve estar anestesiada e o restante da relação em pior estado ainda. É difícil, mas tente imaginar-se numa situação dessas.

Abrir o jogo ou fingir-se de morta?

Qual seria a melhor forma pra sofrer menos, se é que tem jeito? Escancarar com o companheiro o seu direito e as obrigações de respeito que ele tem para com você ou ficar muda e na vigilância constante para se descobrir mais fatos e pessoas envolvidas nessa traição?

Agir com sangue frio e inteligência

Talvez a melhor conduta a tomar, seja a de pelo menos tentar manter a classe e partir para uma investigação mais severa e criteriosa para não correr o risco de ser leviana ou apenas compulsiva.

Não acuse sem certeza

Por mais que seu sexto ou sétimo sentido lhe diga que realmente você está sendo traída, não vá desarmada ao campo de batalha nem tão pouco vá despejando seu ódio com palavras e atitudes que mais tarde poderá voltar-se contra você mesma.

Lembre-se de que toda acusação tem que ter um fundamento e, assim sendo, não aja sem pensar, apenas por desconfiança.

Como agir nessas situações

Cada cabeça pensa de uma forma diferente da outra, ou igual, mas quem tem que saber se vale ou não a pena continuar numa relação deteriorada, com um terceiro elemento fazendo parte da mesma, é justamente a pessoa que está vivenciando o fato.

Não há regra que a obrigue ficar ou largar do companheiro, a decisão tem que ser exclusivamente sua.

Por Ana Virginia Miotto
Redação Dona Giraffa
Foto: Istockphoto

Confira também

# O que pode afetar o desejo dos homens
# Sou a outra: as desvantagens de ser a outra
# Como saber se fui amada ou usada?
# Sinais que indicam que você está sendo traída

Publicidade

Deixe seu comentário