Como lidar com a paquera no ambiente de trabalho?

Comportamento

Paquera no trabalho

Há que ser muito artista para passar por uma situação dessa sem que os colegas não percebam e comecem com as “discretas”piadinhas.

Caso você não se importe, tudo bem, não tem que ficar incomodada (o) mesmo com comentários maldosos ou não agradáveis que sempre irão surgir.

Tente disfarçar quando alguém estiver por perto

Se o local é de trabalho, não fica difícil fingir-se ocupada (o) quando perceber que seu chefe ou alguém se aproxima. Baixe os olhos e concentre-se numa tarefa, mesmo que imaginária e fique atenta aos comentários, mas mostrando-se alheia. Certas situações às vezes são constrangedoras e podem nos comprometer sem motivo plausível. Mas se os dois forem solteiros, não há problema nenhum que ocorra essa paquera, desde que a mesma não interfira na produção profissional.

Sempre se dá um jeito

Se os dois tiverem o mesmo interesse um pelo outro, nada impede que role algum papo interessante, uma vez que sempre se tem uma folguinha para um café ou mesmo na saída do trabalho. Outra coisa: quando tem alguém que nos interessa onde trabalhamos, esse se torna o ponto mais agradável para irmos. Contamos as horas que faltam para bater o ponto e a pressa de ir embora não existe mais. É tão prazeroso que o dia passa voando, pra nossa infelicidade.

Você se preocupa ou se aborrece?

Se você for do tipo esquentadinha (o) e não gosta de brincadeiras, evite o máximo possível que alguém perceba esse lance a dois. É uma coisa que interessa só ao casal e certos tipos de brincadeiras podem vir a esfriar o interesse de ambos, fazendo com que algo que poderia ter um desfecho feliz se acabe sem mesmo ter começado. Guarde essa atração só pra você e, se alguém tiver que saber, que seja a pessoa envolvida na história.

Não deixe passar oportunidades

Sempre que possível, puxe algum assunto com a pessoa para que essa lhe enxergue de maneira mais particular. Pode ser sobre o serviço mesmo, daquilo que estão fazendo no momento, do que pretendem fazer ao terminar o turno e assim por diante. São assuntos nada comprometedores e que manterão os dois informados um sobre o outro.

Se os ventos soprarem a favor, essa paquera terá tudo para terminar num relacionamento efetivado. Tantas horas juntos, todos os dias, lidando com os mesmos tipos de funções (na maioria das vezes), certamente fará com que o envolvimento dos dois aconteça antes do que se esperava.

Por Ana Virginia Miotto
Redação Dona Giraffa

Confira também

# Como conquistar um amor perdido
# Como tomar a iniciativa sem parecer vulgar?

Publicidade

Deixe seu comentário