Você largaria tudo por um amor?

Relacionamento

Você largaria tudo por um amor

A maioria de nós, se não todos, um dia na vida já pensou ou declarou em voz alta, no auge da paixão, que abriria mão de tudo para estar ao lado da pessoa amada. Mas com certeza o número de pessoas que realmente chegou a fazer isso no momento em que a necessidade existiu é bastante pequeno.

Na teoria é diferente

Quando tudo é suposição, a análise geralmente é menos profunda. Você pode imaginar acompanhar a pessoa que ama até o fim do mundo, mas e se ele realmente estiver indo para o outro lado do planeta e de repente você precisar deixar toda sua vida para trás?

Claro que você poderá visitar a família e os amigos de vez em quando, mas não é só isso que fica. Em alguns casos, é toda uma história construída, carreira profissional e hábitos.

Se desfazer de pequenas coisas

Outra suposição, um pouco menos radical, diz respeito àquelas coisas que temos ou fazemos desde sempre. Como sua religião, por exemplo. Ou seu time de futebol. Algumas pessoas, quando a necessidade existe, deixa de lado suas crenças e costumes e adota aquelas da pessoa amada. Pode ser algo sem muita importância para alguns, mas se você for um fiel assíduo de sua igreja, por exemplo, é uma grande prova de amor abandonar a religião por alguém. Assim como alguns de seus hobbies, ou então o hábito de sair com os amigos sempre. Quando o parceiro é ciumento ou implica com alguma dessas coisas, muitas pessoas deixam tudo de lado em nome da paixão.

E se a história acabar?

As pessoas nem sempre pensam na possibilidade de um dia o relacionamento desandar, os dois se separarem e você se encontrar longe da família, ou em um mundo que não lhe traz nenhum conforto.

Por isso, ao deixar tudo para trás, é muito importante levar essa hipótese em consideração. Isso não faz com que você seja uma pessoa pessimista quanto ao futuro do relacionamento, mas que esteja ciente de que a possibilidade existe, e se ela se concretizar, você não deverá se arrepender das escolhas feitas.

Se você souber que será realmente feliz, ao menos enquanto estiverem juntos, a opção por colocar esse amor em primeiro plano fará sentido. Porém, se você perceber que abrir mão de algumas coisas não a faz feliz, mesmo ao lado de quem ama, às vezes a melhor solução é mesmo voltar para sua antiga vida, por mais que isso resulte no fim do relacionamento.

Por Franciele Bueno
Redação Dona Giraffa
Foto: Paulo Heredia

Confira também

# Existe amizade entre homem e mulher?
# Amor não correspondido, o que fazer?
# Como se comportar em um namoro cristão?
# Namoro na escola pode atrapalhar os estudos?

Publicidade

3 comentários

  • Sabrina santos disse:

    Eu ate hoje nao fiz isso… Talvez um dia faria mais para isso tenho ki pensar muito! Pq a nossa vida num e um jogo qui acaba i comeca outra vez… I si vale a pena vai depender da pessoa qui estar cmg tambem!!!!

    Responder
  • Larissa disse:

    Pois é… Eu fiz isso.
    E graças à esse momento de loucura vivo há 5 anos com o amor da minha vida.
    Imaginem. Sair de casa aos 18 anos, mudar pra outro estado, onde não se conhece nada, ninguém.
    O que as pessoas logo pensavam: tá grávida!!!!

    Não. Eu não estava grávida. Eu não fiquei grávida.
    Se fiz o que fiz, foi por amor!!!!!!!
    É difícil largar cidade, amigos, família, mas faria tudo de novo se fosse preciso!!!

    Se um dia algo muito sério acontecer e nos separarmos, só vou levar as lembranças boas comigo, que me farão crescer.
    Pelo verdadeiro amor, vale a pena!!!

    Responder
  • Ana disse:

    Eu já fiz isso e me arrependo amargamente! Hoje eu sei que o importante é unir vidas e não anular uma em função da outra, porque chega um momento em que você se sente frustrada, fracassada e pensando como poderia ter sido diferente se você não tivesse se desfeito de tantas coisas e também tivesse alcançado suas próprias conquistas. Mesmo se o relacionamento dá certo e é duradouro, mais cedo ou mais tarde esses pensamentos e sentimentos são martelar na sua cabeça… Não precisa abrir mão do amor por causa das suas coisas, e nem para abrir mão da coisas por causa do amor, pois se ele for verdadeiro não precisa disso.

    Responder

Deixe seu comentário