Relação dos filhos com o padrasto

Comportamento

Você se separou, superou o tempo de recuperação e encontrou um novo amor, mas seus filhos não conseguem manter uma relação ao menos amigável com seu novo parceiro? Pois saiba que, nesse mesmo instante, várias mulheres enfrentam este mesmo problema.

Geralmente os filhos, ainda mais aqueles que passam pela adolescência, não só têm dificuldades para aceitar a separação dos pais como são relutantes em adotar seu namorado como alguém de casa.

Quando isso acontece, o ambiente passa a ter um clima pesado, em que qualquer atitude tomada por seu parceiro fará com que os filhos, ou pelo menos aquele que reluta em aceitar a presença dele, oferece resistência.

A notícia boa é que uma hora isso vai passar. Com o tempo seus filhos vão perceber que você está feliz ao lado desta pessoa, que ele a trata bem e também respeita seus filhos. Essas atitudes aos poucos irão fazer seus filhos se conscientizarem e aceitarem que o mais importante é que sua mãe esteja feliz.

Por outro lado, caso seu parceiro resolva bater de frente com eles e impor sua presença de forma imatura, a relação nunca irá melhorar.

É importante também que ele tenha em mente que jamais vai ocupar o papel de pai na família, que tem toda autoridade do mundo para dar ordens, opiniões e espera ser atendido.

O papel do padrasto é, com calma, se tornar amigo de seus filhos, e então passar a ter participação em suas vidas, inclusive aconselhando e dando broncas leves quando necessário.

Se ele resolver apontar erros, ditar atitudes corretas e dar mais opinião do que foi solicitado, jamais conseguirá alcançar um posto de respeito, pois seus filhos irão achar que ele quer ocupar um lugar que não lhe diz respeito, sem ter mérito algum para exercê-lo.

A melhor forma de que ele entenda que sua atitude está errada é você explicar, com cuidado e sem fazer ele se sentir diminuído, qual é a postura necessária para que seus filhos o aceitem. Como você os conhece melhor que ninguém, vale a pena dar dicas de como conquistar cada um deles.

Se tudo der certo, em pouco tempo sua família e seu parceiro poderão conviver em harmonia, compartilhando experiências, passeios e viagens da melhor forma possível.

Por Franciele Bueno
Redação Dona Giraffa

Confira também

# Dicas de como conquistar a sogra
# Qual o momento certo para se ter um filho?
# Como agir quando ele tem um filho
# É válido continuar num casamento pelos filhos?
# Como agir quando seu parceiro tem ciúmes dos seus filhos?

Publicidade

Deixe seu comentário