Como paquerar na internet

Comportamento

Paquerar na internet

O surgimento dos bate-papos, no início dos anos 2000, trouxe a possibilidade de encontrar alguém na internet. De lá pra cá, esses bate-papos caíram em desuso e deram lugar a outras formas de interação, como as redes sociais e os programas de mensagens instantâneas, tornando um pouco mais seletiva nossa escolha.

Mesmo com características próprias, a paquera virtual também exige moderação e bom senso. Nada de chegar conversando com alguém de forma íntima ou invasiva se vocês nunca conversaram antes. O primeiro contato deve ser feito de modo contido e respeitoso, para que a pessoa do outro lado da tela não se assuste. Tenha bom humor e uma conversa descontraída, sem muitas perguntas sobre detalhes da vida da pessoa.

Como não estamos frente a frente, a desconfiança aumenta e pode demorar alguns dias para que o outro passe a conversar com você sem defesas e um pé atrás.

Procure filtrar as pessoas de quem você vai se aproximar. Procurar comunidades em comum, gostos parecidos e perfis que têm a ver com seu gosto tornam maiores as chances de conhecer alguém com quem a identificação será mútua.

Ao começar um contato com alguém, evite contar mentiras. Se o relacionamento tiver a chance de passar para o mundo real, uma mentira pode acabar destruindo algo que poderia dar certo. Você pode omitir alguns detalhes caso não tenha segurança, e de forma alguma passe seu endereço ou telefone se não confiar em quem estiver conversando, mas não omita características físicas ou psicológicas, porque o cara vai se apaixonar por alguém que não é você.

Assim como nos relacionamentos tradicionais, não tenha pressa em achar a pessoa certa. Isso só vai ser possível descobrir enquanto vocês dois conversam, se conhecem mais e têm o sentimento correspondido.

Por fim, quando vocês resolverem se encontrar pessoalmente, escolha um lugar onde tenham mais pessoas e avise a algum amigo ou familiar. Se possível, leve alguém com você, apenas por precaução.

Se depois do encontro você perceber que não houve química, seja sincera com a pessoa e, se possível, conserve a amizade. Caso tudo saia como o esperado e você tenha percebido que o sentimento ultrapassou os limites virtuais, é hora de passar para o relacionamento real e ver até onde a história pode chegar.

Por Franciele Bueno
Redação Dona Giraffa

Confira também

# Que tipo de namorado é o seu?
# Traição virtual como descobrir
# Será que ele me ama do jeito que sou?
# É possível amar e trair ao mesmo tempo?
# Como driblar mentalmente o próprio ciúme
# Como manter o relacionamento após uma traição

Publicidade

Deixe seu comentário