Quem nunca teve um amor bandido?

Relacionamento

Amor bandido

Não é que escolhemos ou queremos isso para nossas vidas, mas e se acontecer de você se apaixonar pelo tipo bandido, o que se pode fazer?

Isso pode acontecer em qualquer fase da vida, mas o mais comum é na adolescência, idade na qual pensamos com a cabeça do dedão do pé, pelo menos a maioria.

É a fase onde vale tudo, onde somos donos da verdade e queremos abraçar o mundo com as pernas. Tudo tem que ser permitido pra nós porque somos sábios. Temos tanta sabedoria que estamos sempre enfiando os pés pelas mãos na maioria dos relacionamentos.

Para tudo e todos existem as exceções, então, caso você não se enquadre aqui, ignore o que está lendo. Mas que é verdade é.

As pessoas tresloucadas são os nossos símbolos de como se portar para ser interessante. E o que mais nos chama a atenção, principalmente das garotas, são aqueles carinhas atrevidos, que cantam todas, têm boa lábia, estão sempre com meninas diferentes, mas de conteúdo que valha a pena não apresentam nada. São garotos para curtir, mas pelos quais as garotas caem babando, disputando a palitinho.

O coitado do comportadinho, cheio de boas intenções, esse, mesmo cheio de amor pra dar, não consegue nada com a maioria das mulheres.

A adolescência passa, viram mulheres e homens, mas muitas continuam a comportarem-se como quando eram garotas. Quanto aos homens ocorre o mesmo: os certinhos agora já estão estabilizados ou estabilizando-se no mercado de trabalho, enquanto que os fanfarrões continuam com mesma ideia de quando tinham dezessete anos. Eternos conquistadores, com os mesmos papos e por aí a fora. Continuam sendo os preferidos da maioria das mulheres.

Vá entender esse bicho tão complicado! Fazemos escolhas erradas e depois passamos a vida a lamentar as consequências.

Os homens queixam-se das mulheres e vice-versa, mas muitas queixas masculinas têm um fundamento incrível e certeiro: mulher gosta de homem safado (não todas, é claro), mas eles acabam generalizando isso e fica aí o conceito sobre a mulher atual.

Vamos reclamar? Vamos brigar? Com quem e com que armas se fomos nós mesmas que contribuímos para que as coisas chegassem ao pé em que estão?

Você pode não ser assim, eu posso não ser assim, mas os valores se inverteram tanto que poucos vêem as diferenças existentes entre as mulheres. Cabe aos homens observar o comportamento feminino para que essa diferença seja sentida e, consequentemente valorizada.

Por Ana Virginia Miotto
Redação Dona Giraffa

Confira também

# Ciúmes, amor ou sentimento de posse?
# Como ser romântico: Um guia simples e eficaz
# Porque homens e mulheres traem?
# Um breve manual de sobrevivência do século XXI

Publicidade

5 comentários

  • NICOLE disse:

    ELE E O MAIS LINDO DO MUNDO ELEPISCA PARA MIM

    Responder
  • NICOLE disse:

    GOSTO MUITO MUITO DELE E O AMO MUITO E ELE DEMONTRA QUE ME AMO

    Responder
  • CIDA disse:

    A PAIXAO E UM SEMTIMETO QUE DOIMUITO ECOMDO NAO PODEMOS VIVE ESTA PAIXAU POR SE CAZADA E PIO MESMO QUADO O CAZAMETO ACABO E ESTA PAIXAU E CORESPODIDA ESTO SOUFREDO MUITO

    Responder
  • joão disse:

    eu sou o tipico “certinho”, tenho um bom trabalho, sou honesto, quero uma namorada legal daquelas de assistir filme juntinho ou simplesmente passear por ai.
    mas elas querem o cafajeste, o babaca bonitão que quebra seus corações (e muitas vezes seus ossos também)

    Responder
  • Everton disse:

    não vale a pena ser legal , seja o pior que elas vem atrais

    Responder

Deixe seu comentário