Almas gêmeas, existem?

Relacionamento

Almas gêmeas

Acredito, pelo tanto de casais que parecem ter nascido um para o outro, que existe sim. No decorrer de nossas vidas, deparamos com muitas pessoas que se dão tão bem no amor/relacionamento, que dá até pra pensar que são casais que já vêm juntos de “outras vidas”, tamanha a afinidade que percebemos existir entre ambos.

Feliz de quem encontra em seu caminho o (a) companheiro (a) ideal para si e com ele tem uma vida amorosa sempre estabilizada. Em casos assim, um completa o outro como feijão com arroz e então tudo tende a dar certo, a enfrentarem juntos todas as adversidades que surgem.

O número não é muito elevado, considerando-se o número de casais separados que vemos hoje, os quais engrossam cada vez mais a ala dos divorciados na sociedade. Esses com certeza, de almas gêmeas não possuem nada.

Acontece também de muitas vezes, isso já observado, pessoas descobrirem que sua alma gêmea, não está mais disponível para ela. É como se um dos dois (ou os dois) tivesse chegado tarde ao encontro na vida. Vemos isso no dia a dia, pessoas casadas que acabam se envolvendo com outras pessoas também casadas ou não. Certamente que esse não é um comportamento correto, mas quem manda no coração?

Quando isso acontece, o mais coerente e melhor para ambos é evitar a aproximação, uma vez que essa nunca será aceita pela sociedade nem por eles mesmos. Agora, existem casos em que a pessoa paga pra ver e arrisca sua relação estável em prol desse sentimento que muitas vezes é mais forte que o seu racional.

No caso da descoberta do amor, após estar comprometida (o) com outro (a), aí vai o bom senso de estudar se vale ou não abrir o jogo com o companheiro (a) e tentar uma vida nova com outro alguém. Mas nesse caso as coisas não acontecem da noite para o dia, nem tão pouco por acaso: a relação deve estar meio balançada pra que um dos cônjuges tenha percebido afinidade em outra pessoa.

É um lance muito complicado que envolve muitas pessoas e, como tal, tem que ser tratado e estudado com cautela pra que não corra o risco de machucar, e muito, pessoas que não tem nada a ver com sentimentos paralelos, mesmo que esses sejam fortes e verdadeiros.

Como tantos outros, esse é mais um risco que corremos na vida: descobrir tarde demais que temos uma alma gêmea, mas que não podemos tê-la em nossa companhia.

Por Ana Virginia Miotto Redação Dona Giraffa

Confira também

# Quando uma relação chega ao fim
# Existe monogamia nos tempos atuais?
# Porque homens e mulheres traem?
# Ciúmes, amor ou sentimento de posse?

Publicidade

Deixe seu comentário