Preparação pessoal para uma entrevista ou dinâmica de emprego

Mercado de Trabalho

Entrevista de emprego

 

No próximo texto, falaremos sobre algumas dicas pontuais para que você demonstre o melhor de si em uma entrevista ou dinâmica. Mas, em primeiro lugar, vale a pena pensar em perguntas frequentes nesses processos, do tipo: “qual é o seu maior defeito?”, “qual é sua melhor qualidade?”, “por que você acha que deve trabalhar aqui?” e até mesmo: “qual é sua pretensão salarial?”. É preciso tomar cuidado com respostas “manjadas” para disfarçar, por exemplo, suas reais pretensões e seus verdadeiros defeitos.

Tem gente que diz que o seu maior defeito é o perfeccionismo e quase cai da cadeira quando o entrevistador responde cinicamente: “é mesmo?!”. Essa, por exemplo, é uma resposta muito usual dos candidatos para mascarar sua própria personalidade. Acho que vale a pena considerar com carinho que tipo de pessoa você realmente é e como você pode dar esse tipo de resposta de maneira elegante ao entrevistador.

Agora, se por um acaso seu perfeccionismo é mesmo um defeito, ou se você gostaria de enriquecer a entrevista demonstrando como suas qualidades são mesmo reais, procure sempre ilustrar suas respostas com situações do seu cotidiano profissional ou, para quem está entrando no mercado de trabalho, até mesmo com situações da sua vida pessoal.

Afinal, o entrevistador tem interesse em alguém que venha a acrescentar no clima interpessoal da empresa e por isso ele não procura só as suas qualidades profissionais, mas também um perfil psicológico. Aliás, muitas das melhores empresas preferem escolher o perfil ideal ao seu ambiente empresarial para depois treinar o candidato à sua área específica. É mais fácil ensinar as características técnicas do que ensinar alguém a ter uma personalidade diferente, mais adequada.

Assim, ciente de tudo isso, antes de ir a uma seleção para uma vaga de emprego, pense um pouco sobre você mesmo. Prepare-se para justificar a sua intenção à vaga, bem como para ter desenvoltura no momento de falar sobre você. Pense na sua história de vida e de carreira profissional e em como ela lhe define hoje. Se você estiver procurando um redirecionamento de carreira, pense em como provar ao avaliador/entrevistador que isso faz sentido tendo em vista sua trajetória anterior.

Tenha em mente que se você parecer alguém que não sabe o que quer, ou que está desesperado para arrumar qualquer emprego, você já começa em desvantagem. Isso porque as entrevistas, provas e dinâmicas para uma vaga de emprego são os estágios preliminares de um relacionamento que pretende ser duradouro.

Por Érica Marina

Redação Dona Giraffa

Confira também

# Entrando no mercado de trabalho
# Você sonha com um emprego público?

Publicidade

Deixe seu comentário