Vamos dar um tempo?

Relacionamento

Quem nunca ouviu – ou falou – esta frase, jogue o primeiro mouse! Se ainda não ouviu, um dia ouvirá. Esse é um daqueles momentos da vida que pensamos “Putz… quero sumir!”. Sim, sim, verdade. Tudo o que queremos é sumir ou acordar achando que não passou de um grande e bizarro pesadelo. Mas está acontecendo e precisamos entender e saber o que fazer.

Isso é algo meio relativo e varia de casal para casal. Se vocês estão a pouco tempo juntos e rolar esse papo, pode ter certeza: ele quer terminar e não tem coragem de assumir isso. Até por que, ele poderá se arrepender depois e pedir para voltar é algo não muito admirado pelos homens. Então, é melhor deixar a porta entre aberta do que fecha-la de vez e depois ter que se esforçar para abri-la, não é?

Então, se ele vier com esse papo, corra. Não adianta ficar se questionando (e a ele) o porquê dessa decisão. O máximo que pode fazer é perguntar se ele tem certeza que é isso mesmo que quer. Se a resposta foi sim… aí, minha amiga, é um abraço de adeus e a fila anda.

Agora, em relações mais antigas, pedir um tempo pode ser sinal de desgaste. Depois de anos juntos, pode começar a surgir dúvidas na cabeça de ambos e geralmente homens não lidam bem com dúvidas. Não espere ele chegar para conversar com você sobre isso, não é um perfil típico deles. Tudo o que assusta a um homem, faz com que ele se afaste. Tente descobrir o porquê desse tempo, mas não se humilhe. Muitas vezes, o tempo pode ser bom para ambos. É uma grande oportunidade de pensar, analisar e concluir se essa fase é passageira ou se realmente a relação terminou.

Dê o tempo. Mas não crie muitas esperanças. Esse é um ponto que só pode resultar em duas coisas: ou vocês vão voltar e ficar melhor que antes, ou tudo vai acabar de forma mais lenta, de desprendendo e desfazendo aos poucos, como névoa no ar. Tenha sempre em mente que você fez o que pôde e não se culpe. Por mais que tenha errado – todos nós erramos – perdoar a si mesmo é mais difícil do que perdoar ao outro.

Quem sabe essa não é a oportunidade perfeita para rever seus conceitos e ficar aberta para novas experiências?

Por Marjorie Correia
Redação Dona Giraffa

Confira também

# Traição virtual existe?
# Ciúmes, amor ou sentimento de posse?
# Como lidar com um namorado ciumento?
# Sexo antes do casamento: origem do tabu
# Já não fazem mais namorados como antigamente
# A realidade sobre os homens, mulheres e relacionamentos

Publicidade

5 comentários

  • Novine disse:

    Texto muito bom, gostaria que minha Namorada Lesse..
    Minha vida esta complicada, estou lendo bastante seu blog e achando algumas respostas.

    Obrigado

    Responder
  • Luís disse:

    brigado pela dica Marjorie,também estou a passar por um caso semelhante e estamos a dar um tempo na relação,visto a minha parceira já não sentir grande vontade de estar comigo e o sentimento dela em relação a mim parece estar a ir pelo caminho da amizade e não do romance. Agora vamos esperar a ver no que da…

    Responder
  • Hugo disse:

    Era tão bom se todas as mulheres(e homens tb, pq não?!) lêem-se isso.
    Ótimo texto, exatamente oq uma pessoa inteligente e madura pensa a respeito do assunto.
    Apesar de que, eu ainda prefiro acabar. As vezes variar(…desculpa a péssima escolha de palavra. =D) provoca uma boa melhora no relacionamento. E como não sou fã de infidelidade, prefiro o doloroso “…acho que não dá mais, vamo acabar”.

    Parabéns pelo texto.
    Vou mandar, sem mandar, minha namorada ler.

    Responder
  • Maria disse:

    No meu caso,eu pedi um tempo num relacionamento do qual eu tinha inumeras duvidas,mas a minha surpresa maior foi quando eu recebi o *NAO*ou vc termina ou nada feito (foi o que o individuo me disse)boba eu resolvi continuar,afff este dar um tempo no meu conceito,era mais de analise,agora vejo como é a cabeça do universo masculino,e em resumo eu deveria ter terminado naquele instante,esta de dar um tempo nao funciona muito nao!Acredito que tenha que ter certeza do que quer,ambos quase sempre nao temos esta tal certeza.

    Responder
    • Marjorie Correia disse:

      É Maria, é complicado mesmo. Às vezes pode dar certo, às vezes não. Enfim, relacionamento é algo complicado mesmo, mas acho que se fosse fácil, não tinha graça. rs
      Abraços e obrigada pelo comentário!

      Responder

Deixe seu comentário

(Cancelar a resposta.)