Orgasmos múltiplos masculinos

Sexo

Sim, sim, é verdade! Achou que essa maravilha era privilégio apenas da mulherada? Pois estava redondamente enganada, amiga.

Obviamente, vamos começar pelo começo: ereção, orgasmo e ejaculação. São três coisinhas que, apesar de normalmente andarem juntas, são bem diferentes. Entenda, um homem pode ejacular sem ereção e pode ter orgasmo sem ejaculação. Como? Vamos por partes… Primeiro os conceitos!

– Ereção: o pênis tem duas estruturas tubulares que percorrem todo o seu comprimento, são os corpos cavernosos. A ereção acontece quando estes tubos se enchem de sangue.

– Ejaculação: nada mais é que a liberação do esperma.

– Orgasmo: acontece no cérebro, é a sensação do prazer. Simples assim.

Conceitos dados, vamos ao que interessa! Esta prática já vem sendo feita há muito tempo, pelos chineses que, espertos como eles só, perceberam que o ato de ejacular demanda muito esforço físico. Ouvi certa vez uma amiga se queixar “depois que acontece o homem fica igual àquelas gelatinas que ganhamos de brinde depois do almoço: flácidos e imprestáveis!”. Apesar de concordar em partes, achei maldade (um pouco só).

O fato de o seu amor terminar “o serviço” e virar para o lado e dormir, não quer dizer que ele não a ama. É algo mais fisiológico do que emocional mesmo. A ejaculação é como uma grande perda de energia, deixando-os esgotados. Eles realmente precisam de um tempo para se recuperar.

Mas os orgasmos múltiplos masculinos – assim como os femininos – não acontecem do dia para a noite (salvo exceções dos/das sortudos). Requer paciência, prática e exercícios para fortalecer os músculos pubococcígeos, localizados logo atrás dos testículos, aqueles que o homens usam para controlar a urina.

Encontrado o músculo é hora de exercitar. É quase um pompoarismo, só que sem as bolinhas. É simples e pode ser feito a qualquer hora em qualquer lugar: basta ele contrair e relaxar o músculo uma determinada serie de vezes, de duas a três vezes ao dia.

Converse com seu parceiro e claro, acompanhamento médico sempre ajuda! Agora para e imagina: na hora H seu queridinho tendo quantos orgasmos quiser, tudo isso sem ejacular. Resultado? Mais tempo de ereção. Consequentemente, mais prazer pra você! E então. Vale ou não à pena?!

Por Marjorie Correia
Redação Dona Giraffa

Confira também

# O tabu do sexo anal
# Posso estar grávida?
# Sintomas de Gravidez
# Mulheres se queixam de falta da libido
# Sexo antes do casamento: origem do tabu
# Algumas dicas e orientações sobre a primeira vez

5 comentários

  • Juju disse:

    Mais gostoso que seu parceiro ter orgasmos múltiplos é quando ele tem o pê@#$ grandão e consegue te fuder por horas, não existe coisa melhor… Já me deixa com com tesão!

    Responder
  • Tiago disse:

    Galera tudo isso é verdade mesmo podem confiar devido ter o meu (p)… Naum muito G eu sempre achei q deveria compessar de outra forma dai me enformei na net e dps de muito esforco +/- ums oito messes de exercicios puxados consigo ter ate 6 orgasmos numa transa as tres ultimas namoradas ate hj me quando me vem dizem q de mim so tem saudade disso.

    Responder
  • Mauricio disse:

    Multiplos, sim! Isso mesmo! Qto ao orgasmo ser “no cérebro”, não! É em todo corpo, literalmente, incluindo lá (cérebro)! Aí faz sentido com o que sinto.

    Responder
  • galeriani disse:

    Muito interessante. Parabéns pelo post!

    Responder
    • Marjorie Correia disse:

      Obrigada Galeriani!
      Nós, do Dona Giraffa, ficamos muito feliz por ter gostado do nosso artigo! Não deixe de conferir os novos, ok? Abraços e até a próxima!

      Responder

Deixe seu comentário