Os riscos de um beijo na boca

Saúde

Você sabia que um simples beijo é capaz de transmitir doenças? Sim, caro leitor, e a grande vilã da estória e a saliva. Isso porque, a mesma, contém microrganismos causadores de doenças que são transmissíveis pelo beijo. Além disso, o mau hálito, as feridas no lábio e gengiva são um sinal de atenção para que o beijo seja evitado.

Doenças como a Meningite, Tuberculose, Rubéola, entre outras, podem ser transmitidas através do beijo, porém, como são mais fáceis de ser diagnosticadas, geralmente o portador evita contato com outras pessoas para impedir a transmissão.

O perigo está naquelas doenças que são difíceis de diagnosticar ou porque os sintomas são muito vagos ou, ainda, pelo período de incubação ser longo o que possibilita a transmissão de muitas doenças sem o conhecimento do portador. Por isso, beijoqueiros de plantão, tenham muita cautela antes de sair beijando geral por aí e fiquem ligados nas possíveis doenças que podem ser contraídas por causa de uma simples beijoca.

– Mononucleose Infecciosa – é uma doença muito comum causada, na maioria das vezes, pelo vírus Epstein-Bar, mas, também, pode ser causada pelo Citomegalovírus. Caracteriza-se por febre, amigdalite, aparecimento de ínguas no pescoço e axilas, e em alguns casos, aumento do fígado e baço. Porém, em muitos casos, a doença permanece assintomática.

A transmissão se dá através do contato com a saliva contaminada pelo vírus na mucosa da boca e garganta da pessoa saudável (por isso o nome doença do beijo). Vale lembrar que o vírus pode ficar incubado de 30 a 45 dias no organismo até o surgimento dos sintomas e, a pessoa irá carregá-lo para o resto da vida. Por este motivo, o vírus Epstein-Bar pode evoluir para uma doença proliferativa maligna (linfomas) envolvendo um tipo de glóbulos brancos – linfócitos B – célula esta que abriga o vírus causador da doença. Não há tratamento disponível para eliminar o vírus. Utilizam-se medicamentos para tratar os sintomas.

– Herpes Simples – é uma doença viral causada pelo vírus do herpes tipo 1 que se caracteriza pelas temidas feridas dolorosas nos lábios e é altamente contagioso . Inicialmente surge um período de formigamento ou queimação nos lábios que posteriormente evolui para pequenas vesículas (bolhas) que com o seu rompimento, libera uma secreção cheia de líquido. Uma vez infectado, o Herpes Simples não tem cura e você terá que conviver para o resto da vida com os episódios recorrentes da doença.

– Cárie – Sim, a cárie pode ser transmitida por um simples beijo. A bactéria causadora da cárie, o famoso Streptococcus mutans, é encontrado na placa dentária de pessoas infectadas. Ai, queridos, basta à troca de saliva para que essa bactéria faça a festa em sua boca. Por isso é muito importante à adequada higiene oral, pois, através da escovação dos dentes e o uso de fio dental, a quantidade de bactéria na boca reduz significativamente.

– Hepatite A – também conhecida por Hepatite Infecciosa, é uma doença viral transmitida principalmente por via fecal-oral. Embora seja raro, pode ser transmitida pelo beijo. O período de incubação varia de 28 a 30 dias, ou seja, neste período você pode transmitir o vírus sem nem imaginar que tenha a doença.

É caracterizada por icterícia (pele e mucosas amareladas), febre, urina escura (cor de Coca-Cola). Como toda doença causada por vírus, não tem tratamento específico, logo, recomenda-se repouso total, dieta alimentar e a não ingestão de bebida alcoólica. Geralmente evolui sem grandes complicações.

– Hepatite B – diferente da hepatite A, a hepatite B é transmitida através do sangue. Além do sangue, o vírus pode ser encontrado na saliva, sêmen, secreções vaginais. Sua forma mais comum de transmissão é através de seringas contaminadas, transfusões de sangue e relação sexual desprotegida.

Para que a hepatite B seja transmitida pelo beijo, é necessário que o portador da doença tenha algum corte, machucado na mucosa da boca que libere sangue. Seu período de incubação é de 1 a 6 meses. Os sintomas são semelhantes aos da hepatite A. Não tem cura, uma vez infectado, o portador terá que conviver com o vírus para o resto da vida. Em muitos casos, a hepatite B evolui para Cirrose Hepática e Câncer de Fígado.

Por Anna Carolina Linhares
Redação Dona Giraffa

Confira também

# Tireóide – Tire suas dúvidas
# Saiba o que é a fratura peniana
# Saiba o que é Hepatite A, B e C
# Os cuidados com a higiene íntima
# Dieta do beijo – Emagreça beijando
# Técnicas e dicas de como beijar na boca

Publicidade

10 comentários

  • adriano gatinho disse:

    Pode até transamitir doenças, mas se vc confia na sua/seu namorada(o)
    nao tem pq se preocupar, vai dizer q um beijo na boka nao é bom?!

    Responder
  • Anna Linhares disse:

    O risco de contrair HIV através do beijo é muito pequeno, quase nulo! è mais fácil você contrair Hepatite do que o vírus HIV…

    Responder
  • GSHO disse:

    é mesmo

    Responder
  • LUCAS PINHEIRO disse:

    Vale lembrar tbm que o HIV é passível de trasmissão pelo beijo, já que muitas são as pessoas que não se dão conta que tem o vírus e que podem eventualmente ter feridas na boca(uso inadequado do fio-dental p/ exemp.) e transmitir a doença sem nem mesmo transar sem camisinha já que com a ferida na boca e a pegação rolando muitas pessoas são infectadas numa festa ou na balada sem nem terem transado.

    Responder
  • Luique disse:

    To F#@!%* então… kkkkkkkkk
    vc ñ vai ficar sem beijar a pessoa qua ama por causa disso… ou vai?

    Responder
  • Leonardo disse:

    E você também sabia que, para cada um destes riscos, existem centenas de benefícios, que só se consegue através de um beijo? 😛 /eaecomofas?

    Responder
  • Thyago disse:

    Adicione mais 10 doenças se você estiver em um baile funk no RJ.

    Responder
  • DiegoF. disse:

    multiplique os riscos por cinco se vc estiver em um carnaval na bahia.

    KKK
    ri muito desse comentário !!

    Responder
  • harry potter disse:

    por isso nerd é virgem, a vida é curta… nao deixe chata tbm ¬¬

    Responder
  • john disse:

    multiplique os riscos por cinco se vc estiver em um carnaval na bahia.

    Responder

Deixe seu comentário