Queda de cabelo: conheça as possíveis causas do problema

Cuidados com o cabelo certamente fazem parte da rotina diária de toda mulher. Cremes para pentear, controle de frizz, hidratação e até mesmo retoque de cor são alguns exemplos das muitas coisas pelas quais você faz suas madeixas passarem.

E bom, quem está sempre fazendo coisas diferentes no cabelo já está acostumada a ver alguns fios indo embora, perdidos nas roupas ou pelo chão da casa.

Cabelo caindo na escova

Foto: © Depositphotos

Perder os fios é algo natural, afinal eles envelhecem e são substituídos por novos. O que pode fazer você se preocupar um pouco é quando observa uma queda excessiva de cabelos em um ato simples como pentear.

Será que você tem feito algo que está prejudicando os fios? Está com algum problema de saúde? Várias perguntas começam a se passar pela sua cabeça, sobre qual o motivo para a queda do cabelo.

Para te ajudar a sanar essa dúvida, confira alguns fatores que interferem nas suas madeixas e pode fazer com que a queda dos fios aumente:

• Mudanças hormonais

Gravidez, parto, irregularidade no uso do anticoncepcional, período menstrual e até mesmo a menopausa são alguns exemplos de mudanças hormonais que interferem na quantidade perdida de fios.

É provável que você note um aumento na queda dos cabelos, mas não há motivos para se preocupar, assim que o metabolismo voltar ao normal – e se regular – os fios passarão a cair menos.

Leia também: Qual a diferença entre queda de cabelo e quebra do cabelo?

• Problemas nutricionais

A falta de algum nutriente no corpo interfere não apenas na sua saúde como também nas suas madeixas. Dietas muito rígidas, perda de peso muito rápida, falta de ferro e princípio de anemia, falta de vitaminas são alguns exemplos de causadores da queda de cabelos.

Prato com pouca comida

Foto: © Depositphotos

Qualquer desequilíbrio nutricional irá atingir não apenas o corpo como também os cabelos, sendo a queda dos fios um sinal de alerta de que há algo errado.

• Estresse, ansiedade e depressão

Fatores psicológicos também podem interferir nos seus cabelos. Inclusive nos casos de estresse, ansiedade e depressão, além da queda excessiva você também nota que os fios se tornam mais fracos e se quebram com facilidade – ou ficam com aparência mais seca.

Assim que tratada a causa as madeixas voltam ao normal e a queda de cabelos diminui. Mas vale comentar que se você anda se sentindo muito sobrecarregada, ansiosa ou com sintomas de depressão, a queda dos fios é um sinal de alerta do seu corpo de que você está no seu limite!

• Penteados muito presos ao couro cabeludo

Você é daquelas que não consegue deixar os cabelos soltos porque acredita que estão muito armados ou simplesmente não gosta dos fios caindo no rosto? Saiba que rabos-de-cavalo e tranças muito apertadas prejudicam seu cabelo e fazem com que ele caia mais.

Caso precise manter as madeixas presas devido ao trabalho prefira penteados mais soltos, não tão presos ao couro cabeludo. E se o problema for os fios caindo no rosto, que tal experimentar um novo corte? Aposte nos curtos ao invés de manter os fios sempre presos!

• Remédios para artrite, depressão, pressão alta e problemas cardíacos

Se você sofre de algum dos problemas citados nesse tópico e está tomando remédios para tratar as causas, o aumento na perda dos cabelos é absolutamente natural.

Remédios

Foto: © Depositphotos

Não há com o que se preocupar, pois não há risco de calvície e assim como você está perdendo bastante fios está ganhando vários outros novos.

• Uso de produtos químicos no cabelo

Tinturas, clareamentos, produtos para alisamento, desfrisantes e permanentes agridem os fios, o que resulta numa maior queda dos mesmos.

Caso não dispense nenhuma dessas químicas lembre-se sempre de hidratar as madeixas após o uso dos produtos e evitar outros elementos que podem deixar os fios mais fracos como a poluição, a fumaça de cigarro, a piscina e até mesmo o excesso de sol.

• Banhos muito quentes

No verão é normal que optemos pelas temperaturas mais frias na hora de tomar uma ducha, no entanto, no inverno, com o intuito de nos esquentarmos podemos acabar exagerando na temperatura do banho.

Banho água quente

Foto: © Depositphotos

O ideal é que os cabelos sejam lavados sempre com água morna ou fria para evitar que ressequem e fiquem danificados. Quem não dispensa o chuveiro bem quente inclusive na hora de lavar as madeixas pode ter que lidar com um aumento na perda dos fios.

• Secador e chapinha

O secador e a chapinha também podem se tornar grandes inimigos dos seus cabelos quando não usados com moderação. Sim, eles também contribuem para a queda dos fios, pois enfraquecem o bulbo e a matriz capilar quando utilizados com muita frequência.

Na hora de secar e fazer escova tome cuidado com como puxa os fios e evite usar o secador em temperatura muito quente.

A chapinha tende a ressecar os fios, mas se você não a dispensa nunca, lembre-se de só passar a prancha com os cabelos secos e sempre após utilizar algum produto de proteção térmica nos fios. Vale inclusive passar a proteção térmica antes da escova.

• Problemas na tireoide

Alterações na tireoide também causam queda de cabelo, podendo ser um alerta caso você tenha outros sintomas relacionados ao hiper ou hipotireoidismo.

Hipotireoidismo

Foto: © Depositphotos

As alterações hormonais causadas pela tireoide interferem no crescimento e também na qualidade dos fios, resultando em um aumento da perda de cabelos.

• Uso de anestesia para procedimentos cirúrgicos

Se você fez alguma cirurgia recente é normal que note um aumento na queda dos fios por alguns dias, isso ocorre devido ao uso da anestesia.

No entanto nesses casos não há com o que se preocupar, pois em breve a queda dos fios voltará ao normal.

Por Vivian Fiorio / Edição: Dona Giraffa

 • Alimentos que combatem a queda dos cabelos

Seja o primeiro a comentar em Queda de cabelo: conheça as possíveis causas do problema

Deixe seu comentário

Publicidade
Curta nossa fan page no Facebook
Publicidade
Publicidade

É um amor pobre aquele que se pode medir. William Shakespeare