Seis sinais que indicam que é hora de partir para outra relação

Relacionamento

Eu sei que nem sempre é fácil desistir de uma relação. Mais difícil ainda é saber se realmente o romance chegou ao fim ou se ainda há chance para esse amor.

Você está questionando a felicidade do seu namoro ou mesmo casamento e quer saber se vale a pena ainda insistir em ficar junto com a outra pessoa?

Namoro em crise

Foto: © Depositphotos

Descubra se é a hora de partir para outra relação com alguns sinais que podem ajudar você a identificar que o relacionamento está desgastado e está a hora de colocar um fim nele.

1. Desinteresse pela outra pessoa

O desinteresse é um dos sinais mais claros de que está na hora de partir para outra relação ou mesmo ficar um tempo sozinha(o).

É claro que aquela empolgação dos primeiros meses de namoro costuma se acalmar com o tempo e isso não quer dizer que o amor foi embora. Mas o total desinteresse não deve ser tolerado.

A não ser que aconteceu alguma coisa específica que provocou o desinteresse e que deve fazer parte de uma conversa séria pode ser que seja melhor terminar.

Relacionamento esfriou

Foto: © Depositphotos

Se simplesmente aquele fogo todo se tornou uma pequena faísca que vai sucumbir a qualquer momento a sua relação perdeu um dos sentimentos mais importantes, a vontade de estar junto e compartilhar.

2. Discussões e agressões

Outro sinal claro que as coisas não vão bem e o melhor pode ser colocar um fim na relação é quando as discussões são constantes e longas.

Elas podem ser causadas por razões banais ou mais sérias, mas se vocês não conseguem chegar a um acordo sem aumentar o tom de voz pode ser que a relação se torne insustentável.

Discussões e agressões

Foto: © Depositphotos

Embora seja possível filosofar muito sobre o assunto, a verdade é que duas pessoas podem se amar muito e mesmo assim não conseguirem conviver porque possuem opiniões divergentes.

O problema não é pensar diferente, mas não conseguir conviver com essa diferença. Pense que viver em pé de guerra não é bom para ninguém.

No entanto, se as discussões evoluírem para a agressão verbal ou física, então, não há o que dizer.

Nesse caso, é preciso colocar um ponto final o quanto antes, pois quando o respeito termina não há mais como manter uma relação.

3. Falta de confiança e ciúmes

Por mais que ainda existe uma confusão a respeito do significa da palavra ciúmes, em hipótese alguma ela é sinônimo de amor. Por isso, não se engane se ouvir da outra pessoa algo do tipo “eu sinto ciúmes de você porque te amo”.

A pessoa até pode te amar, mas não é o seu ciúmes que prova isso, ou seja, prova apenas que não confia em você.

Homem ciumento

Foto: © Depositphotos

Uma relação em que não exista confiança é complicado e, dessa forma, o ciúmes tem tudo para destruir um relacionamento. Em doses homeopáticas é possível lidar com ele, mas nem assim é saudável.

Portanto, se um de vocês dois não consegue controlar o ciúmes é preciso avaliar o porquê desse sentido e a resposta pode ser o fim da relação.

Leia também:

• 5 motivos para você não sentir ciúmes do seu namorado
• Saiba quais são os tipos de ciúmes | Descubra o seu!

4. Futuro sem planos

Muitas vezes as pessoas entram em relacionamentos por comodismo, porque é bom ter um “cobertor de orelha” para esquentar as noites frias, porque tem medo de ficar sozinho(a), etc. Mas em pouco tempo percebe que falta algo nessa relação, ou seja, aqueles sentimentos que unem as pessoas, não só o amor, mas o respeito, a confiança, a amizade, a admiração e outros, não existem.

Relação sem futuro

Foto: © Depositphotos

Quando essas emoções não estão presentes a relação é vazia e você possivelmente não enxerga um futuro junto com a outra pessoa. Esse é um claro sinal que a relação não traz felicidade mútua. Compartilhar planos é um claro sinal de que existe um elo e comprometimento entre o casal. Se isso não há, é melhor buscar uma relação que lhe ofereça mais.

5. Você reclama e se irrita com a outra pessoa

Esse é um sinal bem claro, embora nem sempre as pessoas queiram enxergar, de que o relacionamento “já deu o que tinha que dar”.

Podemos ficar filosofando horas sobre porque as coisas são como são, mas a verdade é que simplesmente elas podem acabar um dia e isso se refere também aos sentimentos que nutrimos em relação às outras pessoas.

Crise no relacionamento

Foto: © Depositphotos

Então, se o namoro ou mesmo o casamento já chegou naquele ponto em que você só reclama da outra pessoa, tudo que ela faz o(a) irrita, então, é preciso avaliar um possível fim. Isso não quer dizer que qualquer problema é motivo para terminar, ainda mais se for um relacionamento de longa data.

Mas é um sinal de que a relação deve ser reavaliada. Isso até pode ajudar a resolver o problema que causa as reclamações e irritações, mas se não existe uma razão ou são tão banais talvez seja a hora de desistir.

6. Vergonha e angustia

O amor não é um sentimento que existe por si só, ele é um conjunto de emoções que se nutre por outra pessoa, como amizade, bem querer, paixão, desejo sexual (nas relações amorosas), etc. Além disso, para um relacionamento ser duradouro, é preciso ter admiração pelo outro.

Por isso, se você tem vergonha do seu namorado(a), dificilmente essa relação vai durar. A não ser que você entenda que a vergonha é um preconceito seu e desde que o supere é possível seguir adiante, mas se é uma vergonha que você acredita ser justificada não tem porque estar ao lado desse alguém.

Namorado chato

Foto: © Depositphotos

O mesmo serve se você tem outras emoções negativas quando está ao lado do seu namorado ou da sua namorada, como angustia, receio, medo, inveja, etc. A relação dá certo quando a outra pessoa nos faz sentir bem e feliz.

Se você identificou estes sinais na sua relação, repense se vale a pena continuar insistindo. Nem sempre sentimos que o amor acabou, por estarmos acostumados ao relacionamento ou por sentirmos medo de ficar sozinhos. De qualquer forma, a relação vale apenas quando há empenho, respeito, carinho, amor e admiração de ambas as partes. Se não houver isto, talvez seja o momento de partir pra outra!

Por Vivian Fiorio / Edição: Dona Giraffa

• Namorado psicopata: veja cinco sinais de que você deve cair fora da relação

Publicidade

6 comentários

  • Lourival Pereira Da Mata Júnior disse:

    Legal!!!

    Responder
  • pricila disse:

    Adorei esse artigo, e é bem verdade tudo o que falam.

    Responder
  • Bruna disse:

    Oi .. Eu e o meu namorado estamos juntos há 6 mesés, e fizemos planos já para janeiro ir morar juntos; mas ele tem medo de não dar certo e está querendo desistir da gente morar junto , como eu consigo pasar mais auto confiança pra ele sobre isso? A gente teve 2 brigas feias já nesses 6 meses de namoro quase terminamos, será que é uma boa idéia ir morar junto? Eu tenho medo tbm de fazer todo um planejamento pra chegar na hora e tudo se acabar!.. grata😚🌚🌚

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Olá Bruna, obrigado pelo comentário!

      Olha, não tem como saber se vai dar certo se não tentar, concorda? Mas, se vocês têm insegurança pois, é um grande passo, espere mais um pouco, conversem mais a respeito sobre o que os deixam inseguros, levantem esses pontos críticos da relação que os atrapalham e tentem corrigi-los. Sejam maduros e seguros para dar esse passo.

      Boa Sorte!
      Beijos.

      Responder
  • Patricia disse:

    Boa noite. Passo, no momento, por uma situação bem complicada, namoro a 8 anos com a mesma pessoa, ano passado terminamos, passamos um mês distante e depois voltamos. E tudo voltou à normalidade. Recentemente ele começou a ficar distante, quando questionei ele tentou melhorar, porém não estava sendo o suficiente. Acabei discutindo com ele e lhe mandei uma mensagem bem negativa, com isso ele pediu um tempo. Não quis aceitar e pedi para resolvermos o problema juntos. Foi aí que ele disse que havia perdido a empolgação que tinha antes e que não sabia se nosso amor seria suficiente para manter a relação. Fiquei muito triste e tentei analizar o que houve durante esse tempo para que isso acontecesse. Cheguei a conclusão que uma parcela da culpa foi minha. Reduzimos ligações, nos falávamos menos até pelas mensagens, não dava tanto valor ao sexo… e quando acontecia era coisa rápida. Só nos víamos aos domingos e sempre fazíamos as mesmas coisas… muito comodismo. Agora vejo claramente a besteira que fiz!!!!dei toda razão para ele se desinteressar por mim!!! E agora o que posso fazer para reverter esse caso ao meu favor??? Please me ajude!!

    Responder
    • Dona Giraffa disse:

      Olá Patricia, obrigado pelo seu comentário!

      Realmente é complicado. Será que ainda existe amor tanto da sua parte quanto da dele para seguir em frente? OU é só um sentimento de comodismo??
      Reflita! Vocês precisam saber se estão dispostos a reverter essa situação a favor do relacionamento.

      Boa Sorte!

      Responder

Deixe seu comentário