Quais são os anticoncepcionais mais indicados para adolescentes?

A partir da primeira menstruação, as meninas já podem começar a consumir pílulas anticoncepcionais. Durante a adolescência, as vantagens da medicação são ainda maiores do que na vida adulta, pois ajudar a regular os hormônios e a menstruação, além de limpar a pele das espinhas indesejadas.

Para quem inicia a vida sexual na adolescência, a pílula se torna ainda mais importante pelo papel fundamental de prevenir uma gravidez indesejada. No entanto, mesmo para as meninas que querem deixar as relações sexuais para mais tarde, há muitas vantagens no consumo diário e que podem ser percebidas logo nos primeiros meses.

Pílula Anticoncepcional

Foto: Shutterstock

Não há exatamente marcas de pílulas que são melhores na adolescência, mas há vários anticoncepcionais populares que são muito utilizados durante a juventude. No entanto, como cada organismo funciona de forma diferente, escolher a melhor medicação não é fácil e exige orientação de um ginecologista.

Cada pílula possui uma dose variada de hormônios, sendo que há anticoncepcionais mais fortes e outros mais fracos. Qual pílula consumir irá depender da maneira como o organismo reage à carga hormonal.

Uma menina que comece a tomar uma pílula e sofra com efeitos colaterais, por exemplo, como dores de cabeça e enjoos, terá que trocar a medicação por outra que tenha uma carga hormonal reduzida. A única pessoa que poderá decidir isto para você é um ginecologista.

Confira abaixo alguns dos principais anticoncepcionais utilizados por adolescentes e mulheres jovens. Porém, não deixe de consultar um médico e não experimente nenhuma medicação sem orientação profissional, pois você poderá estar submetendo o organismo a uma pílula incompatível. Confira a lista:

1. Diane 35

Uma das pílulas mais comuns, o Diane 35 é muito recomendado para adolescentes, principalmente por proporcionar o controle hormonal desejado e garantir bons resultados na redução de acnes e excesso de pelos no corpo. A cartela é de 21 comprimidos, que devem ser ingeridos diariamente e, ao fim, uma pausa de sete dias deve ser feita para que a menstruação desça. (Preço médio R$18,32 – Comprar)

Diane 35 – Bula

2. Ciclo 21

Também no formato de 21 comprimidos por cartela, o anticoncepcional Ciclo 21 é bastante utilizado na adolescência, principalmente por ser uma excelente escolha para meninas que precisam resolver problemas de irregularidade menstrual. Esta pílula é também uma das mais baratas do mercado, com preços na média de R$ 6,00.

Ciclo 21 – Bula

3. Yasmin

O Yasmin é outro anticoncepcional com efeitos positivos para quem sofre de problemas como acne e excesso de pelo, o que faz com que seja comum na adolescência. Além disso, a pílula apresenta menos efeitos colaterais devido à presença de um progestágeno mais natural na composição. O formato também é de 21 comprimidos por cartela. (Preço médio R$48,24 – Comprar)

Yasmin – Bula

4. Selene

Muito parecido com o Diane 35, o Selene é eficiente na regulagem hormonal, combate a acne e excesso de pelos. Para as meninas que sofrem com ciclos irregulares e doenças como a Síndrome dos Ovários Policísticos, este medicamento é muito recomendado como forma de tratamento. O formato é mesmo das outras pílulas, 21 comprimidos por cartela e sete dias para a menstruação. (Preço médio R$15,14 – Comprar)

Selene – Bula

5. Diminut

Também com 21 comprimidos por cartela, o Diminut é mais utilizado por mulheres que são sensíveis a carga hormonal das pílulas comuns. Este anticoncepcional possui uma composição mais leve, o que reduz as chances de efeitos colaterais e incompatibilidades com o organismo feminino. (Preço médio R$21,23 – Comprar)

Diminut – Bula

Primeira cartela

Começar a tomar anticoncepcional pode parecer um pouco confuso no começo. De repente, você terá que se acostumar com uma rotina em que a pílula deverá ser ingerida diariamente e sempre no mesmo horário. Por ser tratar de uma novidade, talvez você não tenha problemas no inicio, mas pode acabar esquecendo depois de se acostumar. Veja algumas dicas de uso:

Saiba como tomar o anticoncepcional

Foto: Shutterstock

• Você poderá escolher qual horário deseja tomar a pílula. Escolha um horário que você normalmente está em casa e tem menos chances de esquecer.

• Mesmo que você tenha uma rotina de acordar cedo todos os dias, evite tomar a pílula pela manhã. Eventualmente, você provavelmente irá querer dormir mais um pouco e terá que acordar para ingerir a medicação.

• Deixe a cartela em um lugar visível, como na cabeceira da sua cama. Se for sair de casa, carregue sempre na bolsa, mesmo que pretenda voltar antes do horário.

• Se você tem um smartphone, baixe um aplicativo de lembretes, mesmo que não tenha problemas para se lembrar nos primeiros dias.

• Obedeça a pausa de sete dias ao fim da cartela. Se você terminar os comprimidos em uma quarta-feira, deverá iniciar uma cartela nova na quinta-feira da próxima semana. (Pausa de 7 dias no anticoncepcional: entenda como funciona)

• Controle possíveis efeitos colaterais nos primeiros meses. Se estiver com problemas como enxaqueca, consulte o ginecologista e verifique se a dose hormonal está correta.

• Se esquecer de tomar um comprimido, tome assim que se lembrar. Se o esquecimento for eventual e se você se lembrar de tomar dentro de 12 horas, a pílula não perde o efeito.

Pílula ou camisinha?

Para quem já tem a vida sexual ativa, é comum que surja a dúvida sobre o que é melhor, tomar pílula anticoncepcional ou usar camisinha. Os dois métodos previnem a gravidez, mas possuem também objetivos diferentes.

Métodos contraceptivos

Foto: Shutterstock

Enquanto a pílula irá regular os seus hormônios e o seu ciclo menstrual, a camisinha manterá você protegida não apenas de uma gravidez, mas de centenas de doenças sexualmente transmissíveis (DST). Para a sua saúde e segurança, o melhor é investir nos dois métodos, assim você previne a gravidez e se mantém livre de doenças.

Mesmo que tenha um parceiro fixo, procure sempre usar camisinha, pois é possível contrair facilmente as doenças mais simples, como a candidíase, que irá deixar você com uma coceira e irritação vaginal insuportável. (Coceira na vagina: possíveis causas e como tratar o problema)

Quanto à pílula, lembre-se de que é preciso consumir sempre no mesmo horário para que o efeito seja completo. Se você se esquecer de tomar ou tomar em horários diferentes e não usar camisinha, terá grandes chances de engravidar. Se esquecer de tomar um dia, é possível que o seu organismo demore ao menos sete dias para que a pílula volte a fazer efeito novamente.

Por: Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• A pílula anticoncepcional pode não funcionar. Entenda os motivos:

Loading...
1 Comentário em Quais são os anticoncepcionais mais indicados para adolescentes?
  • Regina disse:

    Boa tarde..!!
    tenho uma filha de 14 anos…ela tem cólicas terríveis no periodo menstrual…a médica então receitou um anticoncepcional com o nome de Tantim
    Estou com medo de deixa-la tomar pelos problemas que eu já tive quando eu tomava….fortes enxaquecas…aparecimento de varizes e vasinhos….me ajudem como devo lidar com essa situação
    grata!

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    Não espere o futuro mudar tua vida, porque o futuro é a consequência do presente... Racionais Mc's