Começar a malhar pode atrasar a menstruação?

Conquistar o corpo perfeito é uma batalha que muitas mulheres entram de cabeça. Dieta, atividades aeróbicas, musculação e outras medidas são priorizadas para alcançar o objetivo desejado. Porém, nem sempre as tentativas de malhar o corpo são saudáveis e é possível que o organismo fique prejudicado durante o processo, principalmente se o exercício forçar mais o corpo do que deveria.

Mulher malhando

Foto: Shutterstock

A relação da prática de exercícios físicos com a menstruação ocorre através dos hormônios. Enquanto que a atividade moderada e regular provoca bons resultados como a liberação de endorfina, que causa sensação de bem-estar, o excesso de exercícios físicos, principalmente musculares, pode provocar um efeito negativo para a saúde.

Quem exagera na atividade faz com que o corpo libere uma dose extra de energia, o que pode desregular os hormônios e impedir que o organismo feminino mantenha o ciclo menstrual no ritmo certo. Em alguns casos, o problema vai além do simples atraso menstrual e provoca a total ausência de menstruação, fenômeno conhecido como amenorreia.

Porém, isto não significa que começar a malhar irá provocar atrasos menstruais. A atividade em si não é prejudicial e terá os efeitos desejados ao organismo se for feita de maneira certa e em conjunto com uma boa alimentação. Se você começou a malhar recentemente e está com problemas de atraso menstrual, talvez a irregularidade no ciclo possa ter outras justificativas.

Causas do atraso menstrual

Nem sempre o atraso menstrual significa gravidez e, para muitas mulheres, esta nem se quer é a primeira possibilidade que passa pela cabeça. Claro que quem tem uma vida sexual ativa, não toma anticoncepcional ou não usa métodos contraceptivos nas relações terá que se preocupar com uma possível gravidez caso a menstruação não desça.

Ciclo menstrual

Foto: Shutterstock

Porém, se este não é o seu caso, há outras justificativas que podem indicar alguma irregularidade na sua rotina e que possam estar afetando os seus hormônios. O excesso de atividade física é apenas uma das possibilidades da lista e, se o problema não ficar claro para você, não deixe de procurar um ginecologista.

• Estresse e ansiedade

Os hormônios femininos são muito sensíveis às alterações emocionais e podem ser facilmente influenciados pelo o seu estado mental. Se você estiver passando por alguma dificuldade que esteja provocando acúmulo de estresse ou ansiedade, é bem possível que esta seja a causa do seu atraso menstrual e há chances de que a menstruação não venha este mês.

• Alimentação

Dietas que cortem nutrientes da alimentação não são saudáveis e podem mexer inclusive com os seus hormônios. Neste caso, entenda o problema como um sinal de que é preciso rever a alimentação para emagrecer sem trazer prejuízos para a saúde.

Sanduíche

Foto: Shutterstock

Cogite a possibilidade de consultar um nutricionista e preparar uma dieta balanceada que irá ajudar a perder peso e manter o seu organismo saudável em todos os aspectos.

• Falhas no sono

Distúrbios no sono, dificuldades em dormir ou poucas horas dormidas por dia podem ser algumas das causas. Este problema pode ocorrer como consequência também do estresse e ansiedade e deverá ser tratado. Porém, não é muito comum que o sono afete a menstruação e, por isto, a possibilidade costuma ser cogitada quando as outras são descartadas.

• Possíveis doenças

Algumas doenças provocam irregularidades no ciclo menstrual, que pode se manifestar desde pequenos atrasos até amenorreias que duram três meses ou mais. Após a primeira menstruação, é comum que ocorra essa irregularidade por um tempo, no entanto, se mesmo passando alguns anos não resolver, é sinal de que pode ser influência de alguma doença.

A endometriose e a Síndrome dos Ovários Policísticos são algumas das doenças que provocam alterações no ciclo menstrual. No caso da síndrome, o tratamento ocorre com o consumo de anticoncepcionais e tente a regredir com o tempo.

Quando procurar um médico?

Você pode ter uma noção do problema e tentar algumas medidas para resolver sozinha. Aliviar o estresse, dormir mais, melhorar a alimentação ou reduzir a atividade física são pequenas atitudes que, se estiverem causando o atraso menstrual, deverão deixar de ser um problema com as simples alterações na rotina.

No entanto, se o problema persistir, a solução será procurar um ginecologista. Casos mais graves de amenorreia que provoca ausência menstrual por muito tempo ou atrasos regulares indicam que pode ter algo por de trás do problema e que a causa precisa ser investigada com a ajuda de um médico.

Controle na atividade física

Se você está pensando em começar a malhar, não se preocupe com possíveis problemas hormonais agora. A atividade física é necessária para a manutenção da saúde e só irá trazer resultados positivos para você, desde que seja feita de maneira adequada, sem exageros ou faltas.

Mulher na academia malhando

Foto: Shutterstock

Atividade física de menos não garante nenhum resultado, enquanto que os excessos prejudicam o organismo e também não garantem os resultados desejados. Por isto, é preciso manter um balanço adequado na rotina, com descanso de um ou dois dias entre as atividades e de preferência com orientação profissional.

Dicas:

• Mesmo que a causa do atraso menstrual não seja uma doença, tenha o problema como um alerta de que algo na sua rotina está prejudicando a sua saúde e precisa ser corrigido.

• Faça alguma atividade para liberar o estresse antes que cause prejuízos maiores na sua saúde. Lembre-se que estresse é apenas uma energia negativa que, quando liberada, faz com que você volte para um estado adequado de relaxamento.

Atividade física

Foto: Shutterstock

• Se você está fazendo dieta por conta própria, veja se não há cortes de nutrientes e se a dieta em questão não está prejudicando a sua saúde. Perder a saúde junto com os quilos a mais com certeza não será compensatório.

leia também

Mitos das dietas: conheça sete erros que podem prejudicar a sua saúde
Anticoncepcional: oito erros irreversíveis no uso da pílula diária

• Vá ao médico se o problema persistir por mais de um mês ou se você tiver com outras irregularidades hormonais, como excesso de espinhas, pelos no corpo ou queda de cabelo.

• Se você ainda não toma pílula anticoncepcional, cogite a possibilidade de pedir uma ao seu ginecologista. A pílula controla o ciclo menstrual, regula os hormônios, limpa a pele e ainda evita uma gravidez indesejada.

Por: Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• Como perder e tonificar a barriga em até oito semanas

Loading...
1 Comentário em Começar a malhar pode atrasar a menstruação?
  • Lidi disse:

    Muito informativo o texto.

    Obrigada e Bjs!

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    Não espere o futuro mudar tua vida, porque o futuro é a consequência do presente... Racionais Mc's