Ciúmes a flor da pele: aprenda a lidar com esse sentimento

Um telefonema não atendido, uma mensagem ignorada, amigas ao redor e tantos outros motivos podem enlouquecer qualquer mulher, principalmente as que são ciumentas por natureza. A simples possibilidade do amado estar acompanhado de outra mulher é suficiente para gerar muita dor de cabeça e preocupações, mesmo que na verdade nada esteja acontecendo.

mulher ciumenta brigando com namorado

Foto: © Depositphotos

Além dos riscos de perder a pessoa que ama, as mulheres muito ciumentas acabam se prendendo a relações infelizes, não por culpa do companheiro, mas por si mesmas. Em uma relação controladora, possessiva e regada de ciúmes, a mulher mantém toda a atenção no parceiro, o que faz com que ela abandone outros projetos e passe a concentrar-se nele na maior parte do tempo.

O ciúme pode ser apenas o início de uma temporada de grande sofrimento que pode terminar com o fim da relação. Aprender a controlar o sentimento é indispensável, pois um ciúme doentio pode causar grandes prejuízos para si mesma, desencadear uma depressão e prejudicar todas as áreas da vida. Se você acha que este sentimento pode estar destruindo a sua relação, veja algumas dicas e reflita sobre o que deve ser feito a partir de agora.

As origens do ciúme

Quando o assunto é ciúme, cada pessoa sente em um nível diferente e por razões diferentes. Há quem tenha crises de ciúme sem nenhuma razão concreta, enquanto que outras se tornaram assim após descobrirem uma traição ou por conhecerem o passado dos seus companheiros atuais. (Saiba quais são os tipos mais comuns de ciúmes)

Entender as razões deste sentimento é fundamental, pois os motivos mostram se você tem um problema psicológico ou se o ciúme tem um fundamento real. Pessoas que sentem ciúmes de maneira doentia não precisam de muitos motivos para isso e se comportam assim mesmo se o homem mostrar todos os indícios de fidelidade.

Para refletir sobre este assunto, responda as perguntas abaixo de maneira honesta:

• Você sempre sentiu muito ciúmes em todos os relacionamentos?

• Você já descobriu alguma traição do companheiro atual?

• O parceiro já deu sinais concretos de que tem outra? (Como chegar tarde em casa com frequência, perfume nas roupas, telefonemas suspeitos…)

• Tem alguém em especial próximo ao seu parceiro que faz com que você sinta ciúmes?

• Com que frequência vocês brigam ou discutem por ciúmes?

Pratique o autocontrole

O medo da traição existe em praticamente qualquer pessoa, homem ou mulher. No entanto, este sentimento não pode ser usado para transformar a vida do parceiro em um inferno, mesmo que você tenha motivos para isso. Se você ama a pessoa que está com você no momento, provavelmente não quer perder ele por brigas e situações de estresse incontroláveis.

Casal brigando

Foto: © Depositphotos

Nenhum relacionamento dura muito tempo se não houver confiança das duas partes. As pessoas não podem perder a liberdade de sair de casa, encontrar amigos e fazer o que tem vontade, desde que respeite as regras da relação. É preciso ter confiança e, se não for possível acreditar totalmente, ao menos tente controlar o sentimento.

Se você acha que pode estar sendo traída, procure outras maneiras de descobrir a verdade sem jogar acusações em cima do parceiro. Se ele estiver traindo, brigar e discutir não vai fazer com que ele confesse nada, apenas vai deixar o clima entre vocês cada vez pior e fazer com que os dois se sintam mal. (Sinais que ele está te traindo). Por isso, é fundamental controlar as emoções e, se quiser dizer algo para ele, faça isso com calma, escolhendo bem as palavras e sem deixar que a conversa vire discussão.

Para melhorar o seu autocontrole, faça exercícios de respiração e meditação. Uma atividade física também ajuda a combater o estresse e a ansiedade. Quando estiver nervosa, respire fundo e tente pensar em outros assuntos. Tenha sempre noção das consequências do que você falar e também da possibilidade de você estar sendo injusta com o parceiro.

Aprenda a confiar

A confiança é a cura para o ciúme, porém nem sempre é fácil fazer com que esse laço surja e se concretize, principalmente quando outras traições já foram descobertas. Se você perdoou o seu companheiro no passado, um novo voto de confiança deveria ter sido estabelecido junto com este perdão e, por isso, você deve trabalhar para que a confiança entre vocês seja cada vez maior.

Se não é possível ter um relacionamento sem confiança, as únicas alternativas são aumentar a confiança ou desistir dele. Se você não acreditar nele e também não terminar tudo, mais cedo ou mais tarde vai acabar perdendo por causa do ciúme. Se você sofre de ciúmes doentio, procure uma ajuda psicológica e converse com o parceiro para descobrir maneiras de fortalecer a relação.

Mude o foco e melhore a sua relação

Se você gastar mais energia consigo mesma não vai ter tanto tempo para pensar no que o seu namorado ou marido está fazendo fora de casa. Mudar o foco da própria vida é uma das maneiras de resolver o problema, além de fazer com que você se torne mais atraente para o seu companheiro.

Casal se divertindo

Foto: © Depositphotos

Veja algumas dicas para conseguir isso:

• Pense nos seus projetos pessoais: seja estudo ou trabalho, trace metas para alcançar os seus objetivos.

• Descubra um novo hobby: encontre algo que faça você se divertir e a deixe motivada para passar o tempo livre.

• Procure contato com os amigos: principalmente se você estiver afastada dos amigos, busque contato e combine de sair com eles.

• Faça programas diferentes: saia da rotina com o seu parceiro. Curta os seus momentos com outras pessoas ou sozinha, quando estiver com ele, procure descobrir coisas diferentes para fazer.

Por Ana Paula Bretschneider / Redação: Dona Giraffa

Mais sobre este assunto:

Ciúmes: como controlar e lidar com esse problema

Saiba se seu ciúme está ou não dentro do limite

10 passos para controlar o ciúme que você sente

Confira oito passos para controlar o excesso de ciúme

Loading...
1 Comentário em Ciúmes a flor da pele: aprenda a lidar com esse sentimento
  • Ciúme é certamente um dos maiores vilões dos relacionamentos. É algo natural de se sentir em relação à pessoa que gosta e que não quer perder, o problema é quando é excessivo, infundado e passa a aprisionar a outra pessoa. Restringir a liberdade do outro nunca foi uma maneira de assegurar uma relação, mas sim de criar um clima insuportável, mantido por todos os motivos errados e permeado de ressentimentos que certamente um dia colocarão abaixo por definitivo o relacionamento. Se uma pessoa se sente ameaçada, insegura, desconfiada, a única solução é conversar. Simples assim. Comunicação é sempre a chave e respeito é essencial.

    Doutor Casamento

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida. Arthur Schopenhauer