Bebida alcoólica corta o efeito da pílula anticoncepcional? Descubra o que é mito ou verdade:

Não são poucos os boatos que rondam o consumo de pílulas anticoncepcionais. A possibilidade de engordar, inchaços e formação de celulite e varizes estão entre as principais preocupações de muitas usuárias dos medicamentos. Ouvir histórias de que “comecei a engordar por causa da pílula” é comum, mas nem sempre é verdade e nem sempre o remédio é o causador destes problemas.

Mulher tomando anticoncepcional

Foto: © Depositphotos

Com relação a bebida alcoólica, muitas pessoas já ouviram os boatos de que o álcool pode cortar o efeito do anticoncepcional, aumentando assim as chances de engravidar. No geral, bebidas alcoólicas não interferem no efeito da pílula, o que é uma excelente notícia para quem não dispensa a cervejinha nos fins de semana.

No entanto, não há riscos se a pessoa consumir de forma moderada. O perigo aparece quando a usuária consome bebidas alcoólicas em excesso, ai sim há a possibilidade do medicamento ter o seu efeito reduzido. Isto ocorre porque a pílula é metabolizada no fígado, assim como o álcool. Se a pessoa ingerir em grandes quantidades, é possível que o álcool interfira nos efeitos do anticoncepcional devido à sobrecarga do órgão.

Mitos e verdades sobre a pílula

O álcool é apenas uma das histórias que rondam as usuárias de pílula anticoncepcional, independentemente das especificidades do medicamento que consomem. Entre os boatos, alguns são apenas mitos que se formaram ao longo dos anos, enquanto que outros representam reais riscos para quem toma o remédio e não quer engravidar. Conheça alguns dos medos mais comuns relacionados ao consumo de anticoncepcionais:

Cartela de anticoncepcional

Foto: © Depositphotos

Tomar anticoncepcional com leite ou suco corta o efeito: Mito. Nenhuma dessas bebidas corta o efeito do anticoncepcional, mas é sempre aconselhável tomar medicamentos com água. No caso do álcool, o recomendado é não beber demais, principalmente após tomar a pílula.

Outros medicamentos podem cortar o efeito da pílula: Verdade. Medicamentos como antibióticos ou antidepressivos podem fazer com que a pílula não funcione. Além disso, é possível que ocorra o contrário, quando a pílula corta os efeitos de outros remédios. De qualquer forma, o aconselhável é não tomar essas medicações juntas.

É preciso tomar outro comprimido se vomitar ou tiver diarreia até duas horas depois de tomar a pílula: Verdade. Diarreia ou vomito podem fazer com que o remédio seja evacuado do organismo. Ou seja, será o mesmo que não ter tomado nada. Se isto acontecer com você, tome outra pílula após o ocorrido e investigue a causa desses sintomas.

Anticoncepcional é responsável pela retenção de líquido: Verdade. A retenção de líquido é causada pela progesterona, um hormônio muito comum nas fórmulas de pílulas anticoncepcionais. No entanto, não são todos os medicamentos e há pílulas que causam mais retenção que outras, tudo depende da quantidade de progesterona na fórmula. Para amenizar este problema, beba bastante água durante o dia.

A pílula aumenta o risco de câncer de mama: Mito. Não há nenhuma comprovação científica que relacione o uso de anticoncepcionais com a formação de câncer. O boato pode ter se formado devido as quantidades de hormônios nos anticoncepcionais, porém, as fórmulas não possuem nenhum elemento que possa aumentar o risco da doença ou causar alteração nas células.

Uso correto do anticoncepcional

É sempre bom investigar qualquer história que ouvir com relação ao uso de anticoncepcionais. Enquanto que os mitos causam preocupações e dores de cabeça gratuitas, as verdades relacionadas ao consumo da pílula devem ser divulgadas para evitar erros. São pequenos erros no uso diário que podem fazer toda a diferença e, por isso, quem não quer uma gravidez no momento precisa tomar a pílula com seriedade.

Mulher no consultório

Foto: © Depositphotos

Estudos mostram que três em cada cem mulheres engravidam mesmo com o uso diário do anticoncepcional. No geral, a pílula é muito eficiente em sua função, mas infelizmente há formas de cortar o efeito e, se as mulheres não respeitarem as indicações de uso, os riscos de engravidar não deixarão de existir.

Veja dicas para tomar a pílula corretamente:

• Tome a pílula todos os dias no mesmo horário. Se esquecer um dia ou outro, não há corte nos efeitos se o remédio for ingerido até 12 horas após o horário correto.

• Embora pequenos esquecimentos não façam diferença, quem toma sempre em horários diferentes corre muito risco de engravidar.

• Tenha mais atenção no fim de uma cartela e início de outra. O últimos e primeiros comprimidos, quando esquecidos, aumentam as chances de engravidar.

• Se você esquecer por mais de 12 horas, não faça sexo sem proteção por pelo menos uma semana, até ter certeza que os efeitos foram regularizados no organismo.

• Não comece a tomar anticoncepcional sem indicação médica. A pílula que faz bem para a sua amiga talvez não seja a melhor para você. Consulte um ginecologista para receber a recomendação certa de anticoncepcional.

• Procure o seu médico também se estiver tendo efeitos colaterais, como enjoos e enxaquecas. Se o seu organismo não se adaptar a pílula nos primeiros meses, talvez seja necessário trocar para um remédio que possua uma fórmula menos forte.

• Cuide com a validade da cartela, principalmente se você resolver comprar em grande quantidade. Geralmente o prazo aparece escrito na ponta de cada cartela. Se você tomar comprimidos vencidos, há grandes chances do remédio não fazer efeito.

• Para quem tem dificuldade de tomar sempre no mesmo horário, vale a pena configurar um despertador diário para não esquecer. Escolha um horário em que você geralmente está em casa e acordada. Quando for sair, lembre-se de levar o remédio na bolsa para não acontecer de não poder tomar no horário determinado.

Por Ana Paula Bretschneider / Redação: Dona Giraffa

Mais sobre este assunto:

Pílula do dia seguinte pode atrasar a menstruação?

Pílula anticoncepcional: mitos e verdades

Esquecer de tomar o anticoncepcional pode atrasar a menstruação?

Pílula anticoncepcional: a partir de quanto tempo começa a fazer efeito?

Loading...
Seja o primeiro a comentar em Bebida alcoólica corta o efeito da pílula anticoncepcional? Descubra o que é mito ou verdade:

Deixe seu comentário

Publicidade
Curta nossa fan page no Facebook
Publicidade
Publicidade

A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida. Arthur Schopenhauer