Oito sinais de que você tem traumas de relacionamentos

Muito mais comum do que parece, os traumas são formados em diversas fases da vida devido ao choque das experiências negativas. O principal período em que o ser humano adquire traumas é durante a primeira infância, pois nos primeiros anos de vida, qualquer decepção pode marcar profundamente e influenciar alguns pensamentos durante a fase adulta.

Entretanto, as experiências depois de chegar na idade adulta também podem resultar em traumas, principalmente se for algo forte ou uma decepção muito grande. A traição inesperada de um companheiro ou de um amigo, por exemplo, podem resultar em dificuldades para se relacionar com outras pessoas. (Confira 10 passos essenciais para superar uma traição)

trauma no relacionamento

Foto: © Depositphotos

Isto ocorre principalmente pela tendência da mente humana em acreditar que há muitas possibilidades de passar pela mesma experiência negativa novamente. Porém, mesmo que aconteçam coisas ruins, nenhuma experiência na vida é igual a outra e, por isso, esta crença não é válida para nenhum caso. Mais do que as pessoas geralmente percebem, os traumas podem perturbar e danificar relações que tinham tudo para dar certo.

Veja oito sinais de traumas em relacionamentos e descubra se você não está sofrendo com os fantasmas do passado.

1. Você desconfia de qualquer palavra romântica

Quem transforma em lei as experiências negativas tende a acreditar que pode cair na mesma armadilha novamente e, por isso, a dificuldade em confiar em alguém torna-se inevitável. Ao sair para um encontro amoroso, qualquer elogio é interpretado com desconfiança, como se o pretendente estivesse cheio de más intenções. Se após alguns encontros rolar algum comentário romântico, a certeza de estar sendo enganada pode colocar tudo por água abaixo.

2. Espera pelos mesmos finais infelizes do passado

Os traumas de relacionamentos funcionam como uma espécie de bola de cristal equivocada. Quando se apaixona por alguém e tudo parece estar indo bem, uma voz interior surge para contar que a história irá acabar mal e que você está condenada a sofrer novamente.

ele foi embora

Foto: © Depositphotos

O medo, a insegurança e a ideia de repetir alguma experiência passada desagradável pode fazer com que a pessoa desista de se envolver ou fique sempre desconfiada, sem acreditar que possa estar acontecendo algo verdadeiro desta vez.

3. Pensa dez vezes antes de aceitar um pedido de namoro

• “E se ele me trair?”;
• “E se eu me apegar e depois descobrir que foi tudo mentira?”;
• “E se ele só quiser namorar para se divertir e terminar em um mês?”.

Ao receber um pedido de namoro de uma pessoa que gosta, o trauma faz com que inúmeras dúvidas desagradáveis surjam em mente. O pensamento negativo é tão forte que pode pesar muito na hora da decisão, por mais que a pessoa esteja apaixonada.

4. Acredita que a frase “os homens são todos iguais” é uma lei

Uma mulher que foi terrivelmente enganada uma vez pode acreditar facilmente que todos os homens agem e pensam da mesma forma com relação ao sexo feminino. Uma pessoa que foi enganada por homem galinha, por exemplo, poderá pensar que todos os homens só querem diversão e, quando querem compromisso, algo deve estar errado.

Porém, quando isto acontece, fica muito difícil enxergar a singularidade de cada um e, os homens honestos acabam sofrendo as consequências deixadas pelos cafajestes. (20 sinais de que ele quer compromisso sério)

5. Sempre desencana porque acha que não vai dar em nada

Viver com base nos traumas pode causar grandes prejuízos e fazer com que ótimas oportunidades sejam perdidas. Quem sofreu muito com experiências negativas em relacionamentos amorosos também tem a autoestima prejudicada e, por isso, mesmo que as coisas estejam dando certo, a tendência é pensar que “não vai dar em nada”.

crise e conflito no relacionamento

Foto: © Depositphotos

Para não se envolver demais e não se machucar, a mulher finge menos interesse do que realmente tem, recusa convites e pode acabar com o início de uma relação que poderia ser a ideal.

6. Compara o ex com o atual quase que constantemente

Para quem está namorando, o trauma se mostra muito claro em algumas atitudes. Tudo é motivo de comparação, principalmente as coisas negativas. Se o atual demonstrar algum comportamento semelhante ao ex, acreditar que a história vai se repetir poderá ser inevitável. Por isso, é possível que haja brigas que não existiriam se não houvesse a perturbação pelas marcas que ficaram da relação passada. No pior dos casos, o relacionamento pode chegar a um ponto de falta de compreensão dos dois lados e, consequentemente, o namoro pode acabar de forma trágica, como foi o último relacionamento.

7. Sempre reforça pensamentos negativos sobre homens

Outra característica típica de quem possui traumas é a formação de um escudo pessoal para evitar que sofra novamente. Este “escudo” já elimina imediatamente qualquer chance de viver um romance, pois faz com que a pessoa repita para si mesmo que não é possível ser feliz com alguém e que a melhor opção é não se apegar.

fim do namoro antes de começar

Foto: © Depositphotos

Cada vez que um sentimento começa a nascer, esses pensamentos reforçados tentam expulsar imediatamente as novas sensações antes que se torne algo dominante.

8. Fica remoendo com frequência as más experiências

Mesmo quando está sozinha e sem conhecer ninguém no momento, o sofrimento passado torna-se evidente em diversas situações. Lembrar dos piores momentos e sentir um aperto no peito é algo comum. Procurar saber do ex ou da pessoa que fez mal, por exemplo, é outra atitude que entrega que ainda há um sentimento não esquecido e feridas abertas.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• Confira 10 tipos de homens que não vale a pena investir!

Loading...
3 Comentários em Oito sinais de que você tem traumas de relacionamentos
  • jose lucio mantovani disse:

    Otimo para reflexão.-

  • Romualdo Canassa disse:

    gostei muito da matéria

  • Rosemeire disse:

    Excelente matéria!!!!!

  • Deixe seu comentário