Gravidez psicológica

A menstruação atrasa alguns dias e você começa a suspeitar da gravidez. O tempo passa e nada da menstruação chegar, os enjoos aparecem e depois de dois meses você já começa a sentir um inchaço na barriga. Tudo parece certo e você vai ao médico preparada para ouvir a notícia quando descobre que não há nada em formação no útero.

mulher com gravidez psicológica

Foto: (c) Can Stock Photo

Depois da visita ao médico, as dúvidas começam a surgir e a mente fica confusa. Todos os sintomas de uma gravidez comum apareceram, mas a verdade é que nunca existiu uma fecundação e tudo foi apenas uma ilusão. Esse é o drama de muitas mulheres que querem engravidar e não conseguem e acabam vítimas de uma gravidez psicológica ou pseudogestação, como também é chamada.

A gravidez psicológica é um quadro que consegue comprovar todo o poder do subconsciente para transformar em realidade um desejo do ser humano. Porém, a falta de fecundação do óvulo impede que se torne real, mas o organismo passa a acreditar que há um bebê se formando no útero e, por isso, começa a se preparar para gerar um filho que não existe. (Gravidez psicológica: saiba como desvendá-la)

Qualquer mulher pode ter gravidez psicológica?

A gravidez psicológica acontece principalmente em dois casos: quando a mulher quer muito ser mãe e quando a mulher tem pânico com a ideia de estar grávida. No primeiro caso, a vontade de ter um filho é tão grande que a mente feminina passa a fantasiar e, em muitos casos, a paciente não se conforma com a notícia de que não está grávida, o que acaba piorando o quadro.

Quando a mulher acredita mais nos próprios sintomas do que no exame HCG e no médico, a gravidez psicológica pode atingir proporções maiores e a mulher pode chegar até os nove meses de gestação com uma barriga de grávida sem estar esperando um bebê. O psicológico é tão forte que a certeza de estar grávida é suficiente para que o organismo comece a agir mesmo sem a presença do feto. (Quanto tempo devo esperar para fazer o teste de gravidez?)

No caso das mulheres que não querem engravidar, o pânico com a possibilidade de estar grávida é suficiente para gerar o quadro. A cada sintoma, a mulher se convence de que realmente está esperando um bebê e a falta de coragem para fazer o exame não deixa ter certeza da gravidez. Neste caso, é possível que a mulher sinta os sintomas durante meses, até descobrir que não será mãe em breve.

Sintomas:

A fidelidade dos sintomas é algo que impressiona muitas pessoas, inclusive profissionais da área médica. Pode parecer um absurdo a mulher chegar em etapas tão profundas da gestação, como estar com uma barriga estourando e não ter absolutamente nada dentro. Porém, o psicológico é muito poderoso e, enquanto a mulher não se convencer de que não está grávida, os sintomas continuarão agindo até chegar ao limite.

mulher com sintomas de gravidez psicológica

Foto: (c) Can Stock Photo

Uma das preocupações maiores é quando a pseudogestação vem acompanhada de uma depressão. É possível pela incapacidade de engravidar e pela decepção ao descobrir que a gravidez foi psicológica. Nestes casos, é necessário um tratamento com medicação para conter a depressão e se recuperar da decepção aos poucos.

Veja os sintomas mais comuns da gravidez psicológica:

1. Menstruação atrasada
2. Enjoos matinais
3. Desejos especiais
4. Produção de leite
5. Crescimento da barriga

Como evitar:

Para evitar uma gravidez psicológica, é preciso primeiramente ter coragem e fazer o exame HCG assim que desconfiar da gravidez. Não importa se o caso é de alguém que quer engravidar ou tem medo de ficar grávida, fazer um exame confiável e ter certeza da situação é o principal para não deixar o psicológico se enganar.

Fazer exames de farmácia não é aconselhável pois esses exames possuem uma margem de erro que pode ser alta. Uma mulher que não esteja grávida pode ter o exame como positivo, o que contribuirá mais ainda com a pseudogestação. No caso de estar grávida e o exame der negativo, isso pode atrasar o acompanhamento médico e prejudicar o bebê, por isso, é fundamental fazer o exame HCG que dá um resultado 100% certo.

A ideia de gravidez psicológica dificilmente passa pela cabeça de uma mulher, pois pouca gente sabe sobre este quadro e como é fácil ser dominada pela força do psicológico. Por isso, pensar que os sintomas não significam uma gravidez real também é importante, pois são as certezas demais que podem dar início ao problema. No caso de ser vítima desta patologia, nunca insista na ideia de gravidez se os exames derem negativo e a ecografia não mostrar nada. Não deixar que a pseudogestação tome proporções maiores é algo que só depende da pessoa e, por isso, impedir que a ilusão continue é fundamental.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• Menstruação atrasada e teste de gravidez negativo. O que pode ser?

Loading...
1 Comentário em Gravidez psicológica
  • Lucih disse:

    Mt informativo .
    Acho q estou gravida psicologica.
    Mas não quero fazer o exame, estou com medo do resultado.

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida. Arthur Schopenhauer