Cólica menstrual forte. O que pode ser?

Um dos piores problemas femininos, as cólicas costumam aparecer nos dias que antecedem a menstruação e causam dor e desconforto na maioria das vezes. A dor é natural devido à pressão que o útero faz para descer a menstruação, no entanto, nem sempre o problema é saudável e nos casos de dores intensas é possível que haja a contração de doenças.

mulher com cólica forte

Foto: (c) Can Stock Photo

As cólicas fortes são representadas por dores tão intensas na região abdominal que atrapalham a rotina da mulher. Quando há este tipo de dor, é possível que a mulher não consiga levantar da cama e tenha dificuldades para realizar as tarefas comuns do dia a dia, mesmo tomando remédios específicos para combater o sintoma.

No entanto, há muitas mulheres que encaram essas dores com naturalidade, como se as cólicas fortes fizessem parte do processo menstrual. Nestes casos os riscos são maiores ainda, pois no caso de doenças que causam a infertilidade, como a endometriose, demorar para procurar ajuda pode dificultar o tratamento e causar consequências irreversíveis.

Os perigos das cólicas fortes

A endometriose é o principal perigo para as mulheres que sofrem de cólicas fortes, pois a doença atinge mais de cinco milhões de mulheres no Brasil e é considerada pelos médicos como uma das principais doenças que causam infertilidade nas mulheres. Principalmente quando as mulheres demoram para buscar um tratamento, a doença pode se agravar a cada menstruação, o que aumenta a impossibilidade de engravidar.

Há também outras possíveis causas, como doenças sexualmente transmissíveis e problemas hormonais. No entanto, todas as doenças e distúrbios que podem causar cólicas menstruais fortes possuem tratamento e muitos desses problemas podem ser resolvidos através do consumo de anticoncepcionais indicados por um ginecologista.

mulher deitada na cama com dor

Foto: (c) Can Stock Photo

Porém, é preciso acender o alerta amarelo assim que as cólicas intensas começarem a aparecer, principalmente quando o problema surgir em mulheres que nunca foram afetadas por dores abdominais fortes antes da menstruação. As dores são sinais de que algo está errado com o organismo e, além de indicar uma possível doença, a intensidade das cólicas pode atrapalhar as atividades diárias, pois há dores que impendem as mulheres de fazer qualquer coisa durante o período que antecede a menstruação. (Sinais que o útero dá quando algo não vai bem)

Saiba mais sobre a endometriose

A endometriose é uma doença recente que atinge cada vez mais mulheres na fase reprodutiva. Estatísticas revelam que a patologia aparece em pelo menos 10% das mulheres adultas e causa infertilidade em pelo menos 30% das pacientes. Porém, não são todas as portadoras de endometriose que são inférteis, pois mais da metade das mulheres com a doença conseguem engravidar após fazer um tratamento médico e algumas conseguem até mesmo engravidar de forma espontânea, mesmo com o diagnóstico da doença.

A endometriose ocorre quando a mucosa do útero, chamada de endométrio, é encontrada em outros locais do organismo, causa que ainda não está totalmente esclarecida sobre a doença. As células da mucosa podem ser encontrada no intestino, ovários, pulmões e em outras regiões em casos mais raros. As chances de contrair a doença aumentam em cada menstruação, pois acredita-se que o desvio da mucosa ocorre durante o ciclo menstrual.

Sintomas de endometriose:

• Cólicas menstruais intensas
• Dores durante e após as relações sexuais;
• Dificuldades para engravidar;
• Infertilidade;
• Sangramentos e dor na hora de urinar;
• Vontade excessiva de urinar.

Nem todos os sintomas aparecem em todas as portadoras da doença, pois a endometriose se manifesta de formas diferentes em cada organismo. No entanto, é possível que as mulheres que realmente possuem a doença tenham algum outro sintoma além das cólicas menstruais mais dolorosas do que o comum.

cólica menstrual

Foto: (c) Can Stock Photo

No caso de haver suspeita da doença, é necessário consultar um ginecologista o mais rápido possível para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento. Mesmo que o problema não seja endometriose, as mulheres com fortes dores abdominais precisam investigar a causa e fazer um tratamento adequado para combater a dor e eliminar possíveis doenças ou distúrbios hormonais.

Outras possibilidades

A ideia de ter contraído uma doença que é causa de infertilidade pode assustar muitas mulheres que estão sofrendo com cólicas intensas no período pré menstrual. No entanto, não é possível fazer um diagnóstico apenas se baseando nos sintomas, pois as cólicas fortes podem surgir até por problemas que possuem pouca relação com a menstruação, como o caso de pessoas que sofrem de enxaquecas ou como um efeito colateral no uso de um anticoncepcional específico.

Outra possível causa das dores abdominais é a presença de miomas, que são tumores benignos na região do útero. O problema ocorre pelo crescimento sem controle das células do útero e, quando os miomas não causam desconfortos, o quadro não exige nenhum tipo de tratamento para eliminá-los.

Porém, no caso de dores fortes causadas pelos miomas que pressionam os órgãos da região durante o ciclo menstrual, é necessário investigar o problema e fazer um tratamento. Mesmo que seja benigno, os miomas podem causar hemorragias e até mesmo infertilidade em alguns casos.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• Ciclo menstrual: veja alguns distúrbios menstruais

Loading...
1 Comentário em Cólica menstrual forte. O que pode ser?
  • TALIA disse:

    TENHO MUITA COLICA.E DOR DURANTE E DEPOIS DA RELACAO O Q POD SER?

  • Deixe seu comentário