Dar um tempo pode ser bom para o namoro

Por mais que haja amor em um relacionamento, nem sempre as coisas vão bem e as dúvidas surgem nos momentos de crise. Há quem afirme que as crises aparecem em momentos já pré-definidos, como o período que antecede um ou dois anos de namoro. Porém, as tensões e desentendimentos frequentes podem surgir em qualquer fase do relacionamento.

dar um tempo no relacionamento

Foto: (c) Can Stock Photo

Quanto mais tempo o casal estiver juntos, mais difícil será enfrentar crises e a ideia de uma possível separação. Porém, dar um tempo é algo necessário quando o casal começa a passar mais momentos infelizes do que felizes um com o outro. Quem está em uma crise mas não quer terminar, tende a acreditar que dar um tempo significa o fim, porém, a verdade não necessariamente é essa.

Dar um tempo é uma situação que serve para acabar com todas as dúvidas e incertezas do casal. Este momento pode mudar a relação ou acabar com ela para sempre, por isso, é preciso que os dois aproveitem o período separados para refletir sobre a vida à dois e sobre as próprias atitudes. Se o laço for mais forte do que os desentendimentos, o período separado provavelmente trará bons resultados ao casal e não significará um rompimento definitivo.

Quando é preciso dar um tempo no relacionamento

1. Quando já não há mais certeza do sentimento
2. A convivência torna-se difícil e as brigas são frequentes
3. Outra pessoa está despertando o interesse
4. O amor parece ter se transformando em amizade
5. Não há mais emoção em estar juntos

Entender a frase vamos dar um tempo como um “está tudo acabado entre nós” pode ser um grande erro. É natural que haja preocupações quando o relacionamento não vai bem e o parceiro afirma que precisa de um tempo. Porém, considerar esse tempo como o fim do relacionamento é um grave erro que acaba resultando em um fim real e definitivo.

Quando a convivência entre o casal não vai bem, é importante parar um pouco para analisar o que está dando errado. Se o parceiro pedir um tempo, é possível que ele esteja confuso com os próprios sentimentos ou até tenha conhecido outra pessoa que despertou o interesse. Por isso, é necessário pensar se a causa está nas próprias atitudes ou se é algo externo que pode estar causando os desentendimentos. (Dar um tempo no namoro funciona ou é perda de tempo?)

O mais importante é encarar o tempo como uma nova fase, um período para pensar em si mesma e colocar o sentimento e a cabeça no lugar. Pense nas razões dele, no seu comportamento e se você realmente quer investir nessa relação ou se está na hora de seguir outro caminho.

O lado bom do afastamento

Há muitas histórias de “tempo” em relacionamento que acabam em casamento. Esse tempo com final feliz é aquele que acontece depois de muitos anos de namoro, em que o casal percebe que não possui muitas experiências com outras pessoas e surge a dúvida se realmente encontrou a pessoa certa. Porém, após alguns meses longe, a ficha caí e os dois percebem que cometeram um grande erro.

fim do relacionamento

Foto: (c) Can Stock Photo

Esse tempo que fortalece o relacionamento ocorre também quando o casal está acostumado demais com a companhia um do outro e passa a não ter mais certeza sobre os próprios sentimentos, pois a emoção já não existe mais na relação. Entretanto, o tempo faz com que os dois percebam que a emoção acabou mas o amor não e, desta forma, a relação é fortalecida e pode durar para sempre.

Principais vantagens de dar um tempo:

1. Você pode pensar melhor sobre o relacionamento
2. O afastamento permite compreender os próprios sentimentos
3. Você provavelmente perceberá se sente amor ou dependência
4. O afastamento é uma porta para conhecer o mundo fora da relação
5. Se voltar, a relação com certeza será fortalecida

A necessidade de mudança

Pensar positivo e saber diferenciar o dar um tempo do fim do relacionamento é algo fundamental para o bem-estar e para recuperar a relação e a autoestima. Se o casal precisa dar um tempo, isso significa que há uma necessidade de mudança e essa transformação com certeza será positiva para os dois. (Confira 12 ingredientes que um bom relacionamento deve ter)

Nenhum tempo em relacionamento termina de forma ruim, pois se o momento a sós indiciar que é necessário acabar com a relação, a mudança com certeza se mostrará positiva com o tempo. No caso do fortalecimento, a importância do afastamento ficará ainda mais evidente, pois o casal precisou refletir e ficar um tempo longe para ter certeza do que quer.

Por isso, reflita sobre a sua situação para que o afastamento seja positivo para os dois. Ás vezes é preciso passar por uma situação difícil para enxergar as coisas que estiveram ocultas durante o tempo de namoro. Saiba aproveitar o momento e fazer com que o período se transforme em um grande aprendizado e guie você para um final feliz, seja ao lado dele ou disponível para encontrar a pessoa certa.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

• Confira como saber se um homem não te ama mais

Loading...
4 Comentários em Dar um tempo pode ser bom para o namoro
  • giulia Farias disse:

    Eu acho uma ótima ideia dá um tempo no relacionamento. Pois, ajuda a pessoa a pensar muito mais…Eu do jeito que penso, abro vários parenteses e não fecho nenhum. Eu, hj, mais tarde vou falar com ele pq eu não aguento mais de tanto que a gente discute. eu amo ele, mas ta difícil. Adorei as dicas!

  • renata disse:

    nós terminamos tem um mÊs estavamos brigando muito , eu tinha duvida dos meus sentimentos , e vou confessar que ainda não estou 100% , temos motivos fortes para não voltar , mais tbm temos motivos suficiente para tentar , fui pedir para voltar e ele não quis disse que é melhor ficarmos um tempo separados pra mim esta sendo dificil mais prefiro acreditar que o que tiver de acontecer será melhor para ambos ,e que este tempo realmente nos fortaleça e nos mostre o melhor caminho.

  • Rodrigo disse:

    Eu namoro a 8 anos com uma ótima pessoa, e nessa tempo tive muita luta por emprego, e ao mesmo tempo queria juntar uma grana pra ter a casa própria com ela, porém depois de um tempo de namoro e trabalho eu não dava a atenção que ela merecia, mas amo demais ela, mas eu não notava que não dava atenção pelo cansaço de trabalho, e as vezes era meio ignorante, porém em meados de Agosto/2016 tivemos uma briga feia e sempre tinhamos e voltavamos de boa, e nessa ultima ela estourou, enfim trocamos ideia e me declarei para ela e prometi mudar e ela me deu a chance, porém veio tudo correndo bem, viajamos, ela mandava mensagem que tava indo trabalhar e me ligava mas com uma certa frieza, porém ela teve uns problema no trabalho e na casa dela, e ela veio com ideia de tempo e achava estranho eu de repente mudar assim, ai falei que quero mudar pq amo muito ela e queria ter uma familia com ela e estava disposto a alugar um cantinho pra ficar com ela, ai ela fica desconfiada dessa mudança e talz e preferiu um tempo pra ela mesmo sentir saudades de mim, ai perguntei se o sentimento dela por mim é suficiente para gente casar e ela disse que é, porém estou com muito medo de perder ela pois a amo muitoo, sei q assim como errei, também fiz coisas boas, e estou com medo desse tempo e logico tenho esperança que ela sinta saudades e volte para, e se ela voltar vo me dedicar totalmente a ela trabalhando ou não, por favor me ajudeee to sofrendo demais !!

  • Gabrela disse:

    Eu namorava há um pouco mais de três anos. A gente sempre se gostou muito e nossa relação sempre foi muito boa no geral, sempre nos respeitamos, nunca tivemos grandes problemas de incompatibilidade de gostos, opiniões, problemas com amigos e família um do outro. Enfim, tínhamos uma relação ótima, éramos muito conectados um com o outro. Não éramos aquele casal grudento, mas éramos muito apegados um com o outro.
    Sempre fui uma pessoa de poucos amigos, então quando me envolvi com ele e percebi que tinha alguém nesse mundo que se importava de verdade comigo, com meus problemas e com minhas vitórias, me apeguei muito a ele. Tínhamos pequenos desentendimentos, nunca tivemos uma briga feia, com gritaria e xingamentos, porém, os pequenos detalhes que não foram acertados e conversados geravam certo incomodo, e quando vinham à tona causavam mágoas e ressentimentos que ele não conseguia superar facilmente.
    Quando eu me dei conta, achei que estávamos sendo mais amigos do que namorados, não pelos sentimentos e bem-querer, mas pela rotina do dia-a-dia, no qual nós dois éramos culpados. Quando eu disse isso a ele, ele pensou por vários dias, e em um deles disse que concordava com o que eu havia dito e que achava melhor darmos um tempo para que todos esses sentimentos (mesmo que a amizade) não se perdessem totalmente.
    Acho que um tempo é bom para essa reflexão, mas estou sentindo muito a falta dele e percebo que o meu sentimento por ele é muito forte, e acredito que o dele por mim também seja, e sinto que a nossa história ainda não acabou e que nesse momento estamos pagando o custo do reparo, que é muito mais caro que o custo do cuidado (que não tivemos enquanto estávamos juntos), mas que mesmo assim vale a pena pagarmos esse preço, visto que o que sentimos é tão forte e precioso.

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção. Antoine de Saint-Exupéry