Amor ou amizade? Entenda o que você sente por ele!

Querer bem alguém e estar apaixonado são dois sentimentos diferentes que podem ser confundidos durante diversas fases da vida. Até em namoros de longa data, mas que a paixão acaba e o carinho e a amizade permanece, é difícil perceber que o sentimento atual não é o mesmo que havia no inicio da relação.

No caso de amores não correspondidos, pode ser muito incompreensível para alguém que percebe um comportamento de proteção e carinho na pessoa amada, ouvir dela que não há nada além de amizade. Os diversos tipos de amor fazem com que o sentimento seja muito confuso, tanto para entender as próprias emoções quanto para descobrir o que o outro está sentindo.

amizade verdadeira

Foto: (c) Can Stock Photo

O tempo é a forma mais segura de compreender as diferenças entre sentir carinho por alguém e querer passar a vida ao lado de uma pessoa. Porém, por mais que o sentimento seja confuso e difícil de decifrar, alguns comportamentos entregam o que realmente há por trás das boas intenções.

Querer a felicidade de alguém pode significar dois tipos de sentimentos: um amor de irmão ou uma paixão ainda imatura. Independente da categoria em que o sentimento se encaixa, desejar o bem de alguém especial sempre será uma demonstração de amor verdadeiro. Conheça as quatro principais diferenças entre amar alguém como amigo e amar como companheiro de vida:

1. Amor com e sem ciúmes

O ciúme é uma característica que pode estar presente nas duas formas de sentimento, mas a maneira como se manifesta é muito diferente entre quem quer a pessoa bem e quem ama de verdade. A pessoa que gosta como amigo pode sentir ciúmes de atenção, ficar desconfortável se ver que a amizade de outra pessoa está sendo mais valorizada ou se descobrir que foi excluído de um passeio potencialmente divertido.

Porém, quando o sentimento é profundo de alguém que ama como namorado, o ciúme pode aparecer com a simples companhia de uma pessoa do sexo oposto. Imaginar que há alguém especial na vida da pessoa amada é motivo suficiente para perder noites de sono.

O ciúme pode se apresentar em diferentes graus, dando origem a seis tipos. Descubra o seu!

No entanto, o ciúme é algo que aparece em vários níveis, desde uma simples incomodação até um sintoma de pessoas obsessivas. Há também quem ame, como amigo ou namorado, e não sinta ciúme, pois o sentimento aparece de acordo com o nível de autoconfiança e crença no próximo.

2. Diferentes tipos de proteção

As pessoas que amam costumam ser protetoras, pois ninguém quer ver a pessoa amada sofrendo ou em perigo. Porém, a necessidade de proteger o próximo é uma das formas que entregam a natureza do sentimento. Quem está apaixonado pensa muito na pessoa que gosta, se preocupa e age com o mínimo indicio de que algo está errado.

amor verdadeiro

Foto: (c) Can Stock Photo

Quando o amor é de amigo, não há a preocupação diária com o próximo e o instinto protetor aparece apenas em determinadas situações. Após um encontro em que ele ficou de mandar uma mensagem ao chegar em casa, mas não mandou, por exemplo. São situações pontuais que induzem uma possível tensão e necessidade de saber se o outro está bem e fora de perigo.

3. Necessidade de estar perto

Um dos sentimentos mais singelos de quem está apaixonado, a necessidade de estar perto é quase um termômetro identificador das reais intenções do coração. Quando o amor é o mesmo sentimento de casais, a pessoa pode sentir-se solitária com frequência e, junto à solidão, o sentimento de querer compartilhar bons momentos com que gosta aparece. É comum querer ver todos os dias, estar perto o máximo possível e saber da vida da outra pessoa, mesmo que no começo isso pareça um comportamento normal entre amigos. (Oito sinais de que você está a fim dele)

Gostar de alguém como amigo também faz com que as pessoas queiram estar perto e aproveitar o tempo juntos. Porém, não existe uma necessidade de ver sempre e os amigos podem ficar dias sem se encontrar ou dar notícias. Em amizades verdadeiras, nada muda mesmo que os dois fiquem meses sem se falar, pois o sentimento já está consolidado nas duas partes.

4. Desejos internos

Os desejos que indicam a forma como uma pessoa enxerga a outra podem manter-se ocultos por muito tempo, o que dificulta a identificação do que sente. Entre amigos esse sentimento não existe, mas, entre pessoas que se conhecem há muito tempo e estão experimentando o inicio de uma paixão, essa vontade pode estar mascarada.

Quando a amizade passa a se confundir com paixão, é comum que no inicio os dois neguem o sentimento e evitem sentir desejo um pelo o outro. Qualquer indicio de paixão é mascarado pela descrença e vergonha de enxergar alguém tão intimo desta forma. (Como diferenciar amizade de estar apaixonado?)

No caso de amores de longa data que se tornaram lindas amizades ocorre o contrário, o desejo desaparece, mas as pessoas continuam tentando reanimá-lo, até que percebem que não da mais. Essa característica costuma ser o fator decisivo que clareia a mente das pessoas confusas com os próprios sentimentos. No entanto, descobrir se realmente há ou não há desejo é uma questão que só o tempo é capaz de trazer uma resposta definitiva.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

Confira também

# Meu namoro caiu na rotina. E agora?
# E se ele disser não, o que eu faço?
# Amor não correspondido: entenda os motivos
# Preocupações no relacionamento: como lidar com os maiores medos de quem ama

Loading...
1 Comentário em Amor ou amizade? Entenda o que você sente por ele!
  • Cleide batista da silva disse:

    Eu estou muita confusa com o meu sentimento eu fique viuva fais dois meses ,e estou sentindo um sentimento muito forte entre eu ,e meu amigo ,nois estamos muito confuso com este sentimento nao sabemos o que esta acontesendo ,quando estamos longe sentimos falta um do outro,estou desperada com este sentimento.

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção. Antoine de Saint-Exupéry