Preocupações no relacionamento: como lidar com os maiores medos de quem ama

A frase “Amar é sofrer”, afirmada por muitos apaixonados e refletida pelos mais sensíveis, revela diversas verdades em poucas palavras. Um namoro pode significar muitos momentos felizes a dois, demonstrações de afeto e a felicidade completa. Porém, nem tudo são rosas e as preocupações andam lado a lado com quem ama.

O medo da traição, da perda, das mentiras e outros sentimentos perturbadores aparecem em determinados momentos do relacionamento e podem indicar o inicio de crises e até acarretar em rompimento. Essas sensações são normais, pois quando existe uma relação, é natural que o apaixonado queira ter certeza de que pode confiar no companheiro e de que fez a escolha certa.

Mulher desconfiada com relacionamento

Foto: (c) Can Stock Photo

Cada pessoa carrega pensamentos e desejos secretos, o que permite que haja desconfianças e incertezas quanto as reais intenções do outro. O comportamento, a diferença de pensamentos e a falta de sensibilidade com o parceiro também podem gerar desavenças. São as atitudes que provocam o agravamento dos medos e, como resultado, começam as noites mal dormidas e o acúmulo de estresse.

A verdade é que as fraquezas humanas precisam ser identificadas e aceitas para que possam ser controladas. O sofrimento é uma consequência natural do amor e é possível acabar com os medos para ter uma relação completa e feliz.

Veja algumas dicas para aprender a lidar com as aflições e impedir que isto afete o seu relacionamento:

Identifique os medos:

O primeiro passo para quem deseja controlar os sentimentos é identificá-los. Observe as situações em que você sente medo de algo relacionado ao parceiro e quais os motivos para essa sensação ruim aparecer. No geral, as aflições são geradas mais pelo poder da imaginação destrutiva do que pela realidade. (Como saber se ele me ama de verdade?)

Por exemplo, se o seu namorado não ligou no horário combinado, talvez tenha esquecido ou estava fazendo algo importante. Porém, você pode achar que ele não ligou por estar com outra pessoa ou por não valorizar você, o que seriam pensamentos baseados na imaginação negativa, e não na realidade. Perceba esses momentos em que a sua mente dá significados pessimistas aos fatos e tente mudar o foco do pensamento. Depois de identificar os medos, manter o controle e recuperar a segurança será muito mais fácil.

Confiança em primeiro lugar:

Sem confiança, uma relação amorosa não funciona e a tendência é acabar em fracasso. Se o motivo dos seus piores pesadelos for falta de confiança, reflita sobre o que faz você não acreditar nele e se essa relação realmente está valendo a pena para os dois. A falta de confiança pode surgir por diversos motivos, como o histórico negativo do parceiro antes do namoro, os erros cometidos durante o relacionamento ou até mesmo uma paranoia sem fundamento. Porém, por mais que ele já tenha pisado na bola e machucado você, é preciso confiar em quem ama ou desistir da pessoa. Se ele mostrou arrependimento, dê uma nova chance de coração e permita que ele prove que não irá decepcioná-la novamente.

Evite conflitos:

Os sentimentos negativos gerados pelas preocupações precisam ser controlados, principalmente se não houver provas contra o companheiro. É difícil abafar as emoções quando há dúvidas e receios de estar sendo enganada, mas é preciso suportar o sofrimento para não causar mais desgaste pessoal e na relação. (Confira algumas dicas válidas pra quem não quer se afundar nas brigas)

mulher brigando com namorado

Foto: (c) Can Stock Photo

Pense racionalmente se todas essas emoções estão sendo provocadas por imaginação ou se a possibilidade de algo estar errado é realmente alta. Observe o comportamento do companheiro e evite brigas desnecessárias. Se descobrir algo concreto, converse com ele com calma e então decida o que é melhor para os dois.

Não supervalorize o parceiro:

O amor próprio precisa vir em primeiro lugar para que o afeto ao próximo seja saudável. Você não pode amar mais o seu companheiro do que ama a você mesma, pois isto é colocar em um pedestal uma pessoa comum e fazer com que ele pareça mais especial do que realmente é.

Este comportamento só vai causar mais sofrimento a você e acarretar na perda de interesse dele, pois um homem precisa de uma companheira e não de uma sombra ou de uma fã. Um parceiro é necessário para dividir os momentos felizes e para oportunizar o crescimento como pessoa, e não para ter a vida dominada, gerar estresse e fazer parte dos seus pensamentos 24 horas por dia.

Tenha foco em outros campos da vida:

A relação amorosa é apenas uma área em uma gama com diversas vertentes, como o campo profissional, intelectual, social e espiritual. O equilibro humano ocorre quando todos os lados da vida estão equilibrados. Reflita se você não está dedicando tempo demais à relação e procure focar a mente em outras tarefas.

Melhore suas capacitações profissionais, inicie projetos, faça atividades físicas, desenvolva hobbies e outras ações que não deixaram você ter tempo de se preocupar. Busque o equilibro na sua vida para ser feliz e ter uma relação saudável e positiva.

Por Ana Paula Bretschneider / Edição: Dona Giraffa

Loading...
Seja o primeiro a comentar em Preocupações no relacionamento: como lidar com os maiores medos de quem ama

Deixe seu comentário

Publicidade
Curta nossa fan page no Facebook
Publicidade
Publicidade

Só existe uma lei no amor; tornar feliz a quem se ama. Stendhal