Meu cachorro fugiu na virada do ano. O que fazer?

Final de ano chega e com ele, muitas festas, muitas visitas em casa e muitos barulhos diferentes na cidade. Além de sempre ter um parente ou um amigo esquecidinho que por mais que você peça para deixar o portão fechado para o Totó não fugir, ele deixa aberto, há muitos foguetes que costumam deixar os pets amedrontados.

cachorro passeando

Foto: (c) Can Stock Photo

Muitos, mas muitos cachorrinhos mesmo, devido ao pavor que tem dos barulhos dos fogos, acabam fugindo. Nesse caso, não é nem por quererem passear e sim uma tentativa de sair correndo, para se esconder do barulho. (Por que os cachorros têm medo de fogos de artifício?)

Como os peludos não entendem o que está acontecendo e ficam com medo, eles acabam fazendo o que podem pra fugir e tentar se esconder em qualquer lugar. Se uma fuga acontecer, o dono precisa estar devidamente preparado para agir rapidamente. Cães amedrontados dificilmente conseguem voltar sozinhos para casa.

Evitando a fuga do seu cachorro…

Como em quase tudo na vida, é melhor evitar do que ter que correr atrás do amigo de quatro patas, depois que ele fugir. Veja algumas atitudes que você pode ter para evitar que ele saia para rua:

1. Feche os portões:

Tanto porta como portões devem estar fechados e como nessa data, a chance de ter gente em casa é maior, deixe-o em um local no qual ele não tenha acesso à rua e no qual as visitas não vão, para que não acabem soltando o cachorrinho sem querer;

2. Providencie um abrigo:

Sim, ele estará extremamente assustado. Precisa de uma casinha, de preferência dentro de uma local fechado, no qual ele se sinta seguro;

3. Algodão:

O que assusta os peludos é o barulho forte. Para diminuir isso, faça duas bolas de algodão e coloque no ouvido deles. Não coloque fundo. É só uma maneira de tampar o ouvido e diminuir o barulho;

4. Fique perto dele:

Se você for ficar em casa, quando começar muitos fogos, fique perto do cão. Ele se sentirá mais seguro sabendo que o seu querido dono está perto;

5. Cuidado com janelas:

cães em desespero chegam a pular muros baixos e até mesmo janelas para fugir. Certifique-se que o local no qual o seu pet está não há possibilidade de que isso ocorra;

6. Coleira:

Esse não é um método de impedir a fuga, mas de facilitar caso ela ocorra. Deixe o peludo com a coleirinha no pescoço (sem a guia, é claro). Dentro da coleira, coloque o nome dele e seu telefone de contato. Você pode também fazer isso salvando em uma medalha.

Já fugiu, e agora?

Se a fuga já aconteceu, o melhor a se fazer é agir rápido. Não espere para amanhã. Vá em busca do seu peludo já! Ele precisa de você. Está assustado, desesperado, acuado em um canto e se sentindo sozinho. Além disso, pode ser atropelado, pode ser vítima de alguma pessoa má, deve estar com sede, com fome e perdido, sem saber voltar para casa. Saiba que tudo que ele mais quer é encontrar você. Portanto, corra!

cachorro assustado

Foto: (c) Can Stock Photo

Veja as dicas:

• Avise os vizinhos e as pessoas que moram perto da sua casa. Deixe seu número de telefone com elas e peça para te avisarem se o virem. O ideal é você mostrar uma foto dele para elas;

• Faça cartaz com a foto do peludo e um telefone de contato. Pregue-os pelos postes e comércios;

• Junte os seus amigos e familiares e saiam à procura dele. Lembre-se sempre de procurar em “esconderijos”, como cantos, embaixo de carros, entre outros. O amigo de quatro patas estará com medo e por isso, não deve ficar muito a vista;

• Enquanto caminha procurando o bichinho, pregue os cartazes e pergunte para as pessoas se não o viram;

• Não tenha vergonha, chame-o na rua. Ele ao ouvir sua voz pode aparecer pra você;

• Se há algum lugar que você costuma levá-lo e ele gosta, vá até lá. Ele pode ter procurado abrigo nesse local;

• Caso não encontre nas primeiras horas, não desista. Continue procurando. Quanto antes achar o bichinho, menos risco ele correu nas ruas;

• No dia seguinte, se o peludo ainda não tiver sido encontrado, coloque anuncio em uma rádio local e, se tiver condições, ofereça uma pequena recompensa para quem encontrá-lo. Isso costuma fazer com que as pessoas fiquem mais atentas;

• Aproveite a tecnologia, poste foto dele e conte o que aconteceu no facebook. Peça para os amigos compartilharem;

• Entre em contato com ONG de proteção aos animais e avise que seu peludo fugiu. Assim, caso eles o encontrem, poderão te avisar.

Prevenir é sempre o melhor a ser feito. Proteja o seu amigo de quatro patas dos barulhos para que a fuga não ocorra e boas festas!

Por Milena Godoy / Edição: Dona Giraffa

Loading...
Seja o primeiro a comentar em Meu cachorro fugiu na virada do ano. O que fazer?

Deixe seu comentário

Publicidade
Curta nossa fan page no Facebook
Publicidade
Publicidade

A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida. Arthur Schopenhauer