Castrar ou não castrar meu animal de estimação?

Muitas pessoas ficam na dúvida se devem ou não castrar seu bichinho de estimação, por não conhecerem os procedimentos e não saberem se é ou não benéfico para o animal.

Os únicos animais que não devem ser castrados são os que são criados para a reprodução e manutenção de uma raça ou os que por algum problema grave de saúde, o médico veterinário oriente a não castrar o animal. Isso é muito raro, mas pode acontecer caso o animal tenha algum problema grave de saúde, que faça com que submetê-lo a uma cirurgia, seja um grande risco à sua vida.

foto de gato

(Foto: Divulgação)

Como é feita a castração

A castração é feita através de uma cirurgia, tanto no macho, quanto na fêmea. O macho tem os testículos retirados e isso faz com que ele para de fugir para ir atrás de fêmea no cio e diminua a demarcação de território. Quem tem um gato machinho em casa, sabe que eles espirram xixi por tudo, para demarcação de território. Com a castração isso diminui muito e, em boa parte dos casos, para totalmente. Quanto mais novo o cãozinho ou gatinho for castrado, melhores as chances de ele parar de demarcar a casa toda.

Já na castração das fêmeas, o útero e o ovário serão tirados, o que fará com que ela não entre mais no cio e não fique prenhe. É feito um pequeno corte na barriga dela, mas pode ficar tranquila, porque ela não sente nada, estará anestesiada.

As cirurgias, tanto do macho quanto da fêmea, só podem ser feitas por um médico veterinário. Ele anestesiará o bichinho, fará a operação e depois, em casa, o proprietário precisará fazer a limpeza da ferida cirúrgica e dar os remédios prescritos. O bichinho irá tomar analgésico e antibiótico, para evitar qualquer inflamação no local. Dez dias depois da cirurgia, ele deve voltar à clinica para ser examinado e para retirar os pontos.

Mitos e verdades

Para sanar as dúvidas mais comuns sobre castração, conversamos com a Drª Carolina Ramos, que é médica veterinária e atua na área. Veja quantas informações ela passou:

• O animal vai ficar triste por ser castrado?

Médica veterinária: Não. Os animais não têm a ideia de que foram castrados. É comum observar nos primeiros dias após a castração que os animais estão muito mais quietos, mas isto ocorre por causa da recuperação do animal do procedimento cirúrgico pelo qual passou.

• A fêmea ter uma cria antes de castrar?

Médica veterinária: Não. Não há problema nenhum em castrar uma fêmea se ela não tiver dado cria. O fato de ela ter dado cria ou não, não irá interferir no resultado da castração.

• O meu bichinho vai engordar?

Médica veterinária: A castração por si só não irá fazer com que seu animal de estimação engorde. Porém, quando os animais são castrados eles costumam ficar sedentários, por não terem mais o interesse sexual, e com isso diminuem a atividade física. Esta diminuição da atividade física é que poderá levar ao aumento de peso, mas isso irá variar do organismo de cada um dos animais.

• Com quantos meses posso castrar meu cão (cadela)? E meu gato (a)?

Médica veterinária: A castração dos machos normalmente é feita a partir dos 6 meses e das fêmeas dos 8 meses. Mas isso varia de acordo com cada veterinário, pois no caso das fêmeas muitos aconselham que a castração seja realizada antes do primeiro cio e outros que se espere o primeiro cio para ela chegar a sua maturidade sexual.

• Meu cão vai parar de tomar conta da casa se eu o castrar?

Médica veterinária: Não. A castração não muda a personalidade do cão. Os cães de guarda continuarão tomando conta das casas de seus donos, porque a castração só altera o comportamento sexual.

• Quais as vantagens da castração?

Médica veterinária: Nas fêmeas as castrações previnem doenças como a piometra, a gravidez psicológica e o aparecimento de tumores de mama quando é realizada cedo. Nos machos ocorre uma diminuição do aparecimento de tumores na próstata, nos testículos e ajudam a melhorar o comportamento do animal. Tanto em macho e fêmeas ajudam a evitar as ninhadas indesejadas, a proliferação de animais de rua e a transmissão de tumores venérios (TVT).

Castrar o seu bichinho vai fazer com ele não saia gerando filhotinhos pelo mundo. Castrar é a melhor solução!

Por Milena Godoy / Edição: Dona Giraffa

Confira também

# Meu cão pode ter Cinomose?
# Toxoplasmose: causa, sintomas, tratamento e prevenção

Loading...
Seja o primeiro a comentar em Castrar ou não castrar meu animal de estimação?

Deixe seu comentário