Relacionamento aberto: como funciona

A poligamia não é dos dias de hoje. Há muito tempo e em muitas culturas, ela prevalece. Diferentemente do que se pensa, ela não é o horror que provoca ações reacionárias das pessoas, pelo contrário. De um tempos pra cá, cresce o número de casais que adotam um relacionamento aberto e, para o seu espanto, conseguem ser ainda mais felizes.

Saiba mais a seguir sobre essa forma de relacionamento e veja se ela serve (ou não) para você:

triângulo amoroso

Foto: (c) Can Stock Photo

Definição de relacionamento aberto

Via de regra, um relacionamento aberto se caracteriza pelo fato de que os parceiros podem ter relações extraconjungais com outras pessoas (sexuais ou não) sem que isso seja considerado traição ou infidelidade.

Cada casal, entretanto, conversa entre si e decide o quão aberto esse relacionamento pode ser, ou seja, cada casal escolhe até onde vão os limites dessa liberdade. Discutem-se questões do tipo:

• “Existirá algum dia da semana reservado aos outros parceiros?”
• “Você precisa da minha aprovação para sair com tal pessoa”
• “Vamos combinar de contar com quem saímos ou não?”, etc.

Amor, um sentimento amplo

Para os praticantes de um relacionamento aberto, existe um lema: o amor não é pra ser um sentimento egoísta. Dito isso, como seria possível canalizar todo o seu sentimento para uma só pessoa?

Para eles, o amor é um sentimento amplo e divino demais para que sejamos individualistas a ponto de amarmos apenas uma pessoa.

É possível amar mais pessoas ao mesmo tempo?

Pois é, pra eles é possível sim. Nesse tipo de relação, existem laços como compromisso e muito respeito. Para os praticantes desse tipo de relação, uma relação monogâmica só proporciona infelicidade, mentiras e outras coisas que impedem o sentimento de amar de ser livre como ele deveria ser. Livre no sentido de permitir que o outro faça outras escolhas sem precisar da sua aprovação.

-> Descubra se é possível amar duas pessoas ao mesmo tempo

Não é incomum vermos casais que não deixam o parceiro sair com outras pessoas, usar determinadas roupas, fazer determinados programas… Para eles, isso tudo só pode culminar, cedo ou tarde, no término da relação. Eles pregam que sim, há amor para todo mundo e que cada pessoa ocupa um lugar especial no coração.

Porque ele funciona

Supondo que você esteja numa relação monogâmica, mas como toda relação tem problemas, vocês também possuem o de vocês. Um ou os dois lados podem estar infelizes. É normal que, às vezes, sintamos desejo por outras pessoas.

A traição, causa do término de muitos relacionamentos, ocorre por N motivos. Entre eles, o fato de não sabermos como lidar com esse desejo iminente mesmo que amemos a pessoa ao nosso lado. Num relacionamento aberto não existe esse problema. O casal é livre para sair com outras pessoas ao mesmo tempo que mantém uma espécie de contato mais estreito com o parceiro “original”.

Existe um vínculo mais forte com o(a) parceiro(a), mas também é permitido vivenciar outras experiências (mais superficiais ou não) com outras pessoas. Funciona porque a traição fica fora de questão, a liberdade que ela pressupõe agrada muita gente e, claro, ele não traz aquela sensação sufocante e aquela saudade de ser solteiro que muita gente sente numa relação monogâmica.

Como saber se serve pra mim

Você pode até então nunca ter pensado nessa possibilidade. O jeito como fomos criados influencia muito nossas ideias sobre assuntos polêmicos como esse. É óbvio que, numa sociedade como a nossa, os relacionamento abertos são vistos com maus olhos porque esse tipo de relação não é a maioria.

Pra saber se um relacionamento assim funcionaria com você é preciso levar em conta algumas características pessoais. Pessoas ciumentas e possessivas dificilmente conseguirão encarar numa boa o fato de que seu parceiro(a) está saindo com outras pessoas. (Como evitar a possessividade no relacionamento)

A escolha deve ser consciente e muito bem pensada. Existe até o medo de propor isso ao (à) parceiro (a), e por isso, o assunto deveria começar a fazer parte das discussões de todo casal. Tenha em mente que nem todos os problemas se resolvem com um relacionamento aberto.

Pra saber se esse tipo de relação funcionaria pra você é preciso ter consciência dos problemas que afetam sua atual relação e ver se eles seriam resolvidos se vocês passassem a ter um relacionamento aberto.

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Crédito da Imagem: (c) Can Stock Photo

Confira também

# Será que seu amor é à prova de traição?
# O que é o amor verdadeiro?
# [Ele não me ama mais] – Fui traída pelo meu marido, e agora?
# Perdi o desejo e o interesse nele. Salvar o relacionamento ou pular a cerca?

Loading...
1 Comentário em Relacionamento aberto: como funciona
  • nicole disse:

    é muito ruim se apaixona por uma pessoa pk gente namora de pois quer termina e vc nao quer aii vc fika sofreno

  • Deixe seu comentário