Fui traída pelo meu marido, e agora?

Querendo ou não, a traição ainda é encarada como um dos maiores tabus nos relacionamentos. É normal ficar com raiva do marido, pedir a separação, culpar-se etc. Mas agora não é hora de avaliar o porquê disso ter acontecido.

A atitude mais importante é saber se você está apta ou não a perdoar, e o quanto isso vai custar ao seu casamento.

A traição no casamento

Aquela história de juntos enquanto a morte os separe ainda assusta muita gente. E por mais que na hora vocês tenham dito sim, é normal acordar algumas vezes e se perguntar se a melhor opção foi ter casado ao invés de comprar uma bicicleta.

traição no relacionamento

Foto: (c) Can Stock Photo

É possível sim cultivar uma relação com uma pessoa até o final dos nossos dias, mas é mais uma questão de escolha do que de amor e paixão em si. Até porque, paixão acaba e o amor pode ser cultivado e renovado ao longo do tempo. Nesse âmbito, a fidelidade tem um papel importante.

Talvez não dê pra evitar 100% uma traição, mas algumas atitudes a mantem afastadas por um bom tempo, como manter-se presente na vida do outro; cuidar-se; importar-se com ele; não economizar nos carinhos; se tiver filhos, guarde um dia da semana para saírem só vocês dois; presentear; surpreender; não brigar por coisas bobas etc.

Quem teve culpa?

Muita mulher quando descobre que foi traída, não perde tempo e nem saliva em xingar a mulher que arrastou o marido pra perdição. Não que a outra também não tenha sua parcela de culpa, mas às vezes ela nem sabia que ele era casado.

Com medo e vergonha de enxergar que o erro mora ao lado, as esposas se sentem ofendidas, e com razão. Procurar o culpado, entretanto, torna o processo de passar por cima um pouco mais difícil, e essa não deve ser sua prioridade agora que o leite já foi derramado.

Mas será que dá pra evitar uma traição?

Todo mundo está sujeito a levar um par de chifres, com o perdão da expressão. Acontece que, por medo de que isso ocorra com a gente, achamos mais fácil ignorar o assunto. Evitar falar sobre isso não faz com que as possibilidades de ser traída (o) desapareça, pelo contrário.

A curiosidade pode surgir como uma grande vilã e levar ao fim sua relação. Por mais que existam N motivos, as pessoas traem. Ninguém está imune. Por mais que nós, seres humanos, sejamos capazes de criar laços monogâmicos, quando menos esperamos a carne fala mais alto. Portanto, é hora de trazer o assunto à tona. (Confira dicas para se manter fiel em um relacionamento)

O que você e seu parceiro consideram traição?

• Olhar para os corpos alheios?
• Flertar?
• Beijar outras pessoas sem o consentimento do outro?

Nada melhor do que conversar sem ter medo de expor suas opiniões. Hoje em dia, cada vez mais casais embarcam juntos em aventuras sexuais a fim de evitarem a traição pelas costas. E quer saber? Tem dado bastante certo. Certifique-se apenas de que essas atitudes muitas vezes consideradas imorais trarão algum benefício ao casal como um todo, já que nem todo mundo consegue encarar numa boa.

Superando o fato

Converse (e muito) sobre o fato com o marido. A gente sabe que esquecer é difícil, mas procure não guardar mágoas e nem usar isso como chantagem. Ficar relembrando o erro dele também não ajuda. Apesar do que todo mundo irá dizer, só você é capaz de decidir o que vai ser daqui pra frente. (Veja 10 passos essenciais para superar uma traição)

• Foi uma vez só?
• O quanto isso mexeu com vocês?
• Ele se arrepende?
• Ele mudou de atitude depois de perceber o estrago que causou?
• Como você se sente em relação a isso?

Responda a todas essas perguntas sem medo da verdade. Se preciso, peça um tempo. Amar é diferente de depender emocionalmente de alguém. Não tenha medo de ficar sozinha. Mas se os dois decidiram passar por cima disso, é hora de exigir não só fidelidade total, mas também comprometimento em fazer dar certo.

Ambos devem se dedicar à relação, procurando nutri-la em todos os sentidos. É possível superar uma traição e todos os sentimentos ruins que ela traz. E só você sabe dizer o que será melhor não só pra si mesma, mas pra relação de vocês dois.

Por Camila Mazi
Redação Dona Giraffa
Crédito da Imagem: (c) Can Stock Photo

Confira também

# Como diferenciar amizade de estar apaixonado?
# O que é o amor verdadeiro?
# É possível amar e trair ao mesmo tempo?
# [Por trás de uma traição] – Porque eles traem e elas aceitam ser amantes?

Loading...
2 Comentários em Fui traída pelo meu marido, e agora?
  • aanlise disse:

    Infelizmente fui traída pelo meu marido, mas consegui perdoa-lo ele me prometeu q não vai mais me trair, tb perdoei pelo meu filho, não se ia consegui ver meu filho triste por causa do pai, gente to sofrendo muito por isso, não confiou mais nele, minha vida ta de cabeça pra baixo, eu quase não durmo, to tentando esquecer, eu choro todos os dias por isso. É muito dificil, eu tenho contado com a ajuda dos meus amigos e com alguns blogs da internet pessoas que ajudam muito a comunidade do paquera livre q eu participo tem me ajudado muito, com conselhos, eu to sem chão mais confio em Deus, tenho medo do meu relacionamento não ser o mesmo, se eu pudesse voltar atras jamais tinha me casado.

  • indaiara disse:

    É como o próprio texto diz todo mundo corre o risco de sofrer uma traição e isso é muito triste , mas como tudo na vida, isso também pode ser superado.

  • Deixe seu comentário

    Publicidade
    Curta nossa fan page no Facebook
    Publicidade
    Publicidade

    A glória deve ser conquistada; a honra, por sua vez, basta que não seja perdida. Arthur Schopenhauer